Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A PSICOLOGIA CLÍNICA

Por:   •  6/12/2018  •  10.647 Palavras (43 Páginas)  •  0 Visualizações

Página 1 de 43

...

Este trabalho propõe refletir e discutir sobre a atuação dos psicólogos contemporâneos, tendo como referência a função social da profissão, isto é, os efeitos e implicações da atuação do psicólogo sobre a sociedade brasileira, em termos de sua abrangência e relevância. Pretende-se também com este estudo, caracterizar as principais atividades profissionais dos psicólogos exercidas nos contextos da clínica particular e aplicar o conceito de função social na análise das principais atividades profissionais do psicólogo.

As análises das respostas dos psicólogos de nosso universo de pesquisa têm como característica um modelo clássico de atuação dessa área. A atuação do clínico estendida a outros contextos da área de saúde apresenta-se de forma tímida em nossa pesquisa, o que evidencia a afirmação de Bettoi (2013) quando o autor diz que nos locais que envolvem grande número de pessoas com necessidades específicas em serviço de atendimento, como nos serviços de saúde pública, o modelo individual não é possível, isso indica a recente implantação do modelo biopsicossocial de tratamento. Notou-se nesse estudo, que embora a imagem da psicologia está sendo mais aceita como forma de tratamento na sociedade, seu acesso fica restrito à população mais favorecida financeiramente . Através das entrevistas podemos também constatar que todos os entrevistados ao responderem sobre sua formação profissional, apontam a necessidade de um aprimoramento posterior à faculdade A formação continuada do profissional é apontada como fator fundamental para o enriquecimento da clínica. Essa postura muda vagarosamente a imagem da psicologia em nossa sociedade e destaca a contribuição do psicólogo em seu compromisso de oferecer à sociedade a possibilidade de viver melhor.

---------------------------------------------------------------

PRIMEIRA SEÇÃO[1]

A-Caracterização do campo de atuação

Nesta primeira seção que é composta de 5 quadros apresentaremos os dados que apontam para a caracterização da área de atuação profisional dos entrevistados, no caso do presente estudo, a psicologia clínica.

As respostas abaixo apresentadas foram obtidas a partir da pergunta: “Descreva sua(s) atividade(s) como psicólogo, isto é, descreva especificamente o quê faz e como faz como profissional neste contexto”.[2]

[pic 10]

Quadro 1: Atividade do psicólogo

Empreendendo nossas análises é possível notar que as atividades de 3 dos psicólogos clínicos de nosso universo de pesquisa, são atividades que se inserem dentro de uma prática tradicional uma vez que esses dizem fazer o atendimento individual. Esse dado vai de encontro ao texto de Bettoi quando o autor afirma que :

Nesta forma de atuação, via de regra, o contato do profissional com sua clientela é feito pessoal e individualmente com objetivo de promover sua saúde, frequentemente através da solução de seus problemas. (BETTOI, p.22)

Um dos profissionais afirma apenas atuar dentro da abordagem psicanalítica e deixa assim, vaga a resposta sobre sua atividade.

A seguir, apresentamos, ainda nesta seção, as respostas dos entrevistados à pergunta “Onde é e como é o seu local de trabalho?”.

[pic 11]

Quadro 2: Local de trabalho.

A partir das análises observamos que o consultório é um lugar onde o divã é um item importante e a proteção sonora também um recurso para equipar o consultório. O contexto de atuação é “caracterizado na forma típica de atuação” (BETTOI, p.22) uma vez que os profissionais afirmam atuar em um consultório com divã. Segundo os entrevistados seus consultórios são salas montadas para atender os pacientes dentro de condições materiais adequadas.

Nossa reflexão prossegue ancorada nas respostas a seguir, que são provenientes da pergunta “Quais são as condições necessárias para realização de seu trabalho? Você as tem? Você tem autonomia nas suas decisões relacionadas à sua atividade?”

[pic 12] Quadro 3: Condições para realização do trabalho e Autonomia.

O conforto a ser oferecido ao cliente desde o ambiente acolhedor e sigiloso à mobília é o que se destaca nas respostas acima. A importância da autonomia para tomar as decisões é realçada como absoluta e todos os entrevistados afirmam possuí-la.

Vejamos as respostas à pergunta “Você em suas atividades trabalha com outros profissionais? Se sim quais?”.

[pic 13]

Quadro 4: Trabalha em equipe.

Apenas um profissional afirma trabalhar em equipe e de um modo geral o trabalho é individual. Como indica o quadro, dois dos entrevistados, atuam dentro da forma típica de atuação do psicólogo clínico, ou seja, modelo clínico de atuação (BETTOI,2013)uma vez que esses trabalham individualmente. Em contra partida os dois inserem-se dentro de um contexto que trabalha com a noção de saúde biopsicossocial, pois seu fazer psicológico abrange o trabalho de outros profissionais.

Percebemos também nesta pesquisa, que a satisfação profissional é unânime entre os entrevistados, o que é evidenciado no quadro a seguir.

[pic 14]

Quadro 5:Satisfação profissional

A satisfação oriunda de todo o benefício que o exercício da profissão de psicólogo clínico pode trazer, é apontada no final de nossa primeira seção pela porcentagem de 100 % entre os entrevistados. Esses dados coincidem com a estatística apresentada por Bastos (p.167) realizada em 2011, aponta para o item em questão com uma porcentagem de 98%.

---------------------------------------------------------------

SEGUNDA SEÇÃO

B- População Atendida

Nesta seção composta de 4 quadros, analisamos os dados que indicam a população atendida pelo profissional, como a população chega até eles e qual a visão do cliente sobre o papel do psicólogo na sua atuação e sua contribuição para a sociedade.

A pergunta que move os estudos deste quadro é a seguinte:

...

Baixar como  txt (68.5 Kb)   pdf (129.9 Kb)   docx (50.2 Kb)  
Continuar por mais 42 páginas »
Disponível apenas no Essays.club