Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A EDUCAÇÃO PARA A PAZ POR INTERMÉDIO DE UM ENSINO HUMANIZADO

Por:   •  6/12/2018  •  1.155 Palavras (5 Páginas)  •  1 Visualizações

Página 1 de 5

...

Desse feito, a educação pode contribuir para uma cultura de paz se for pautada na busca pela sensibilização dos educandos para um aprendizado interdisciplinar e global, no tocante a questões culturais, sociais e ambientais. Nesse sentido, Santos (2011, p.37) salienta que ”a educação ambiental tem por objetivo sensibilizar as pessoas, buscando transformá-las em indivíduos críticos, (...) exercendo desse modo o direito à cidadania, instrumento indispensável no processo de sustentabilidade socioambiental”.

Nesse contexto, a proposta educacional voltada para a paz traz em seu bojo a promoção de novas formas de convivência embasadas na reciprocidade, generosidade e no total respeito aos direitos humanos e às diferenças entre a classes e etnias, bem como, a rejeição a todo e qualquer tipo de violência, a justa distribuição de recursos e o incentivo e acesso a bens culturais, como é o caso da literatura. Visto que, por meio desta, a criança pode vir a aflorar sentimentos como a sensibilidade diante das mais variadas situações, e de solidariedade para com o próximo. Conforme acontece no livro o pequeno príncipe, onde o personagem traduz tamanho sentimento, dizendo que “só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. (SAINT-EXUPÉRY, 2009, p.70).

E a aproximação com o universo da leitura apresenta ao aluno um novo mundo, e por conseguinte, torna mais fácil o processo de ensino/ aprendizagem em todas as disciplinas e em todas as áreas da vida. Uma vez que, nesse encantamento propiciado pela leitura o aluno sente-se estimulado, consegue fazer relação daquilo que está nos livros com a sua realidade, e dessa forma o interesse pela leitura só cresce, fazendo com que por meio dos vários textos lidos, tenha uma melhor compreensão do seu contexto de vida, comparando situações contadas nas histórias com o seu cotidiano, conseguindo assim, criar soluções para diversas situações que lhes são apresentadas.

Contudo, o que é essencial à escola é que independente de qualquer coisa esteja pautada na negação a qualquer tipo de preconceito e a valorização das interações sociais. Pois, apesar dessa instituição ser um lugar de conflitos, precisa vencer dia após dia o desafio, e mesmo contrariando a ideologia dominante, deve tentar senão erradicar, ao menos minimizar os efeitos das desigualdades socioeconômicas na vida das crianças.

Referências:

Chalita, Gabriel. Escola: espaço de paz. Disponível em: http://www.gabrielchalita.com.br/index.php/o-escritor/textos/item/1409-escolaespa%C3%A7o-de-paz.html. Acesso em: 03-06-2015

DISKIN, Lia; NOLETO, Marlova Jovchelovitch. Cultura de paz: da reflexão à ação; balanço da Década Internacional da Promoção da Cultura de Paz e Não Violência em Benefício das Crianças doMundo. Brasília: UNESCO; São Paulo: Associação Palas Athena, 2010.

SAINT-EXUPÉRY, Antoine de. O pequeno príncipe. 48ed. Rio de Janeiro: Agir, 2009.

SANTOS, Felipe Alan Souza; PARDO, Maria Benedita Lima. Educação Ambiental: um caminho possível. Porto Alegre: Redes Editora, 2011.

SILVA, Ana Cristina Couto da et al. Função Social da Escola. Brasília: UNESCO; São Paulo: Associação Palas Athena, 2010.

...

Baixar como  txt (7.6 Kb)   pdf (51.3 Kb)   docx (14.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club