Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

UTILIZAÇÃO DE PARÓDIA COMO UM INSTRUMENTO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO ENSINO DA QUÍMICA

Por:   •  3/3/2019  •  Projeto de pesquisa  •  1.070 Palavras (5 Páginas)  •  43 Visualizações

Página 1 de 5

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ-IFAP

CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMÍCA

UTILIZAÇÃO DE PARÓDIA COMO UM INSTRUMENTO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO ENSINO DA QUÍMICA

ACADÊMICOS:

MACAPÁ

2018

UTILIZAÇÃO DE PARÓDIA COMO UM INSTRUMENTO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO ENSINO DA QUÍMICA

CAVALCANTE, R, S; OLIVEIRA, J, S; PANTOJA, A, J, V; ALMEIDA, E.

Resumo: O processo de ensino-aprendizagem da química, tem gerado grande dificuldades e desconforto entre os alunos em função das dificuldades de aprendizagem existentes no processo de ensino, já que na química ainda tem um modelo de ensino muito tradicional, tendo muitas palavras e fórmulas complexas. A parodia pode ser uma alternativa eficaz, sendo uma ferramenta no ensino da química para tonar a aula mais dinâmica e produtiva, estreitando a relação do professor com o aluno melhorando assim o processo de ensino aprendizagem. Considera-se que música pode ser uma forma de auxiliar no ensino, levando em consideração que ela seja uma ferramenta no processo.

1 INTRODUÇÃO

A música está presente em vários de várias formas na sociedade, podemos a encontra em todas culturas, cada uma com seu estilo diferente. A música africana por exemplo, existe uma grande diversidade e é utilizada principalmente para fins religiosos. A África é um continente com vários tipos de diversidade étnica, cultural e linguística. Uma descrição da música africana é quantidade de variedade de expressões (VATIN; XAVIER, 2001)

Pode-se observar a relação homem e música em vários setores da sociedade: televisão, teatro, fins religiosos e etc. Ela embala qualquer evento, está nas aberturas e encerramento de qualquer cerimônia, ela nos desperta sentimentos, desejos, lembranças, seja de um ente querido ou de amor que se foi.

A música pode nos remeter a lembranças, sabores, olfatos e imagens; pois ela pertence, em grande parte, ao mundo dos sonhos (BEAINE apud ARTEN; ZANCHETA; LOURO, 2007).

A música no ensino da química pode ser uma eficaz ferramenta no processo ensino-aprendizagem, já que na química ainda tem um modelo de ensino muito tradicional, tendo muitas palavras e fórmulas complexas, fazendo com que os alunos tenham que decorar muito conteúdo em um espaço de tempo muito pequeno. A grande barreira na maioria das vezes é o excesso de conteúdo, isso preocupa muito o professor dentro da sala de aula, a preocupação do professor é se o aluno aprendeu o assunto ou não, para que assim ele possa passar adiante nos assuntos. O processo de ensino-aprendizagem da química, tem gerado grande dificuldades e desconforto entre os alunos em função das dificuldades de aprendizagem existentes no processo de ensino. O ensino segue ainda de maneira tradicional, implica em muito decoreba, gerando nos alunos falta de atenção e um grande desinteresse pela matéria, bem como dificuldades de aprender e de relacionar o conteúdo estudado ao cotidiano, mesmo a química estando presente em várias áreas da sua vida.

Ao contrário do modelo tradicional, defende-se que a aprendizagem de Química deve possibilitar aos alunos a compreensão das transformações químicas que ocorrem no mundo físico de forma abrangente e integrada, para que estes possam julgá-la com fundamentos teórico-práticos (NUNES; ADORNI, 2010). Mas, nem sempre o professor de química está preparado para lecionar de forma interdisciplinar, relacionando o conteúdo com a realidade dos alunos

A música está presente intensamente na vida dos jovens nas escolas, cabe ao professor

...

Baixar como  txt (6.8 Kb)   pdf (42.3 Kb)   docx (10.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club