Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Planejamento de Marketing - Cerveja Sense

Por:   •  28/2/2018  •  3.909 Palavras (16 Páginas)  •  23 Visualizações

Página 1 de 16

...

Em 2014, o consumo nacional da cerveja cresceu 10,9%, contra 10,4% no ano anterior, apesar da crise econômica internacional. O mercado somou 10,91 bilhões de litros de cerveja fabricados e comercializados em todo o país, gerando um faturamento bruto de R$ 31 bilhões em 2009.

[pic 2]

[pic 3]

O setor realiza investimentos em todo Brasil. Ao todo são cerca de R$ 17 bilhões de aportes no biênio 2010-2013. Nestes próximos anos estão previstas a construção de quatro novas fábricas, além da renovação de portfólios e a expansão para mercados importantes.

[pic 4]

A indústria de cerveja, da agricultura ao varejo, está diretamente conectada com o progresso e o desenvolvimento do país.

- O setor cervejeiro responde por 2% do PIB brasileiro.

- A cada ano, o setor emprega 2,7 milhão de pessoas

- Paga R$ 28 bilhões em salários

3 - COMPOSIÇÃO DO MERCADO

A estrutura de oferta atual da indústria cervejeira brasileira configura-se como altamente concentrada, onde a empresa líder detém cerca de 70% do mercado. O restante do mercado é dividido por um grupo de três grandes cervejarias – que se digladiam por cada décimo de ponto percentual de mercado – e, ainda, por um grupo de pequenas cervejarias regionais e micro cervejarias que completam uma reduzida franja de mercado.

3.1 - História da cerveja no mercado

A venda de cerveja no Brasil demorou um pouco a conquistar seu espaço, pois os portugueses temiam perder a venda do vinho para cerveja. Então, em 1808, quando a família real veio de mudança, trouxe a bebida. No final de 1830 a cachaça era a bebida alcoólica mais consumida pela população. Além dela licores vindos da França e os vinhos vindos de Portugal, que eram direcionados à nobreza. Nesse período a cerveja era produzida e consumida somente de forma caseira por imigrantes. Entre 1840-1889, as famílias dos imigrantes começaram a dar trabalhado para os trabalhadores livres e usar da mão de obra escrava, para produção da bebida e vendê-la ao comércio local.

O Rio de Janeiro já tinha uma população de padrão médio, e podia ser comparado a cidades da Europa central, com um mercado consumidor relevante. A cerveja era vendida em barril para depósitos e lá era engarrafada e não tinha marca, os rótulos eram próprios.

A primeira cerveja produzida no Brasil foi uma cerveja genérica conhecida como "marca barbante". Sua fabricação era de forma rudimentar, tinha um alto grau de fermentação, e com isso, uma grande quantidade de gás carbônico, que criava pressão sobre a rolha e precisava ser amarrada com barbante. Esse processo levou ao nome dado à cerveja. As primeiras marcas nacionais foram: Logos, Guarda Velha, Gabel, Vesosso, Stampa, Olinda e Leal da Rosa. Com o passar dos anos a cerveja foi evoluindo e ganhando cada vez mais espaço no mercado.

Em 1888, a cerveja Brahma era lançada no comércio, com uma produção diária de 12.000 litros de cerveja e 32 funcionários apenas. Em 1889, foi anunciada a venda da cerveja Antárctica. Em 1980, Luiz Otávio Passos Gonçalves, que era proprietário desde 1947 de duas engarrafadoras da Coca-Cola de Minas Gerais, começou a perceber sua perda gradual, na participação no mercado de refrigerantes. A razão disso era que as duas grandes marcas líderes no mercado praticavam "venda casada". Luiz Otávio resolver fabricar cerveja para tentar colocar um fim nisso.

Quatro anos depois, a Coca-Cola internacional comprou 10% da cervejaria. Entrando para o mercado de bebidas alcoólicas, visando às características que o Plano de mercado brasileiro tinha comparando com o resto do mundo. Isso foi o que colocou o fim da "venda casada", ajudando a Coca-Cola a reconquistar os percentuais de participação que tinha perdido no mercado.

3.2 - Tamanho do mercado

O mercado brasileiro está alinhado com mercado Europeu e tem crescido mais que a média nos últimos anos. Está em quarto colocado no mercado de cerveja atrás da China, Estados Unidos e da Alemanha. Hoje o Brasil vende mais de 10 bilhões de litros por ano, e a estimativa é que cresça ainda mais.

3.3 - Tamanho do mercado por região

Estima-se que as regiões Norte e Nordeste liderem no consumo de bebidas nós últimos anos. A região sudeste é responsável por metade do consumo no país, em seguida o Sul e Nordeste. O atual estágio da demanda do consumo de cerveja no Brasil é crescente. O Brasil tem crescido e se qualificado nos últimos anos, mas ainda há espaço para que possa crescer no mercado.

3.4 - Estágio da demanda

Pode-se dizer que o Brasil encontra-se em uma fase de amadurecimento no mercado cervejeiro, é notável o crescimento acima da média esperado. E tem condições para crescer ainda mais no mercado. O crescimento de suas indústrias tem chamado atenção de grandes plays globais.

3.5 - Sazonalidade

No gráfico abaixo os valores são em média, 40 milhões de litros de cerveja e 114 milhões de latinhas na temperatura média de 25°, e 46 milhões de litros de cerveja e 132 milhões de latinhas na temperatura média de 40°.

[pic 5] [pic 6]

Compreende-se que a venda de cerveja é mais elevada no verão, maior que nas demais épocas do ano. A temperatura tem dois impactos distintos sobre a venda de cerveja: o impacto sazonal – resultado das diferenças climáticas entre as estações do ano, assim como os feriados, as festas de fim de ano e confraternizações. E o outro impacto se deve a diferentes condições climáticas. O fator climático é o fator que mais influência e facilita a venda da cerveja no Brasil.

3.6 - Impacto da tecnologia

A evolução tecnológica tem um impacto no mercado em relação à divulgação do produto (cerveja), com a evolução tecnológica é possível fazer com que o produto esteja presente frequentemente na vida do consumidor. Com isso, veio o crescimento tecnológico, o que aproximou também a marca e produto, do consumidor final.

É possível hoje, com esse crescimento, estar atento a todas as necessidades do consumidor estar ligado 24 horas com cada um deles e saber

...

Baixar como  txt (28 Kb)   pdf (82.5 Kb)   docx (29.7 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no Essays.club