Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O DISCURSO DO MÉTODO – RENÊ DESCARTES PRIMEIRA PARTE

Por:   •  13/10/2017  •  1.067 Palavras (5 Páginas)  •  153 Visualizações

Página 1 de 5

...

Ele diz que não se deve viajar muito no tempo passado, porque pode se tornar um estrangeiro no seu país ou então se for curioso demais com o passado pode ficar ignorante com o presente.

Ele acreditava que a eloquência e a poesia eram mais dons de espírito do que frutos do estudo. Os que têm raciocínio forte, tornando-os claros e inteligíveis são melhores na persuasão. Já as pessoas que tem invenções mais agradáveis poderiam ser melhores poetas.

Ele tinha o prazer de estudar as matemáticas, que só eram utilizadas nas artes mecânicas, não tinham nenhum outro tipo de construção, apesar dos seus fundamentos sólidos.

Ele revenerava a teologia com o único propósito de ganhar o céu como qualquer outro mortal, as verdades reveladas estão acima da nossa inteligência, sendo que para ser bem sucedido no seu exame necessitava de ajuda do céu e ser mais que um homem.

A filosofia possuía o dom de causar duvidas e ele não esperava se sair melhor do que os outros, devido a sua gama de interpretação executadas por pessoas doutas, não podendo haver mais de uma verdadeira, sendo que ele reputava como falso tudo que era verossímil.

As outras ciências ele não enxergava nada sólido para ser construído, porque seus fundamentos eram pouco firme. Ele não tinha interesse em aprendê-las, mesmo com os ganhos proporcionados, principalmente porque ele era rico e não havia necessidade de exercer os seus ofícios e nem desejava ter um falso título.

Ele não dava valor às más doutrinas como alquimia, astrologia ou magia.

Quando ele completou a idade para se livrar dos professores, parou de estudar letras ou qualquer outra ciência e saiu pelo mundo viajando para conviver com as pessoas, experimentar a si próprio e recolher várias experiências, refletindo sobre as coisas, raciocinando sobre os assuntos que lhe diz respeito, tirando proveito de tudo, aproximando-se do senso comum, o que não poderia ser feito se tivesse trancado em um gabinete, utilizando o seu imenso desejo de aprender a distinguir o verdadeiro do falso, enxergar claramente as suas ações e caminhar com segurança.

Após estudar no livro do mundo, ele resolveu estudar a si mesmo, escolhendo deliberadamente o caminho que deseja seguir, o que deu melhor resultado.

...

Baixar como  txt (6.4 Kb)   pdf (65.9 Kb)   docx (11.3 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club