Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Fichamento do texto "As grandes cidades e a vida do espírito" de Georg Simmel.

Por:   •  22/4/2018  •  720 Palavras (3 Páginas)  •  516 Visualizações

Página 1 de 3

...

vizinhas há muito tempo e não se conhecerem, ou simplesmente não falarem umas com as outras. De certa forma, como já dito, a questão do individualismo na modernidade está a frente de diversos fatores, até como a proteção, pois o entendimento, o intelecto e a ração, servem de certa forma para a preservação de sua subjetividade. O que difere, então, os habitantes da cidade grande e da cidade pequena, não é o fator de falta de sentimentos, ou o que o ator chama de caráter blasé, mas sim as diferenças em meios sociais e vidas que levam.

Se por um lado, na cidade pequena, existe uma assimilação e demonstrações maiores de afeto, inerente à alma e condições psicológicas, também há uma limitação de liberdades, já que boa parte dos habitantes se conhecem. No entanto, na cidade grande, apesar de tal individualidade estar presente de forma acentuada, assim como as questões econômicas e monetárias, existe uma liberdade maior ao individuo, mas com isso pode existir a falta de afeto, a falta de relações sociais que vão além daquilo que foram ensinados a ser na cidade grande. Simmel diz que, essa "evolução" da cidade grande e a aparição ou aperfeiçoamento dos fenômenos cabíveis a ela, não cabe a nós "acusar ou perdoar, mas somente compreender"; com isso pode se pensar as questões individualistas, monetárias e economicas como um fato natural, resultado de outro fenômeno, chamado cidade grande.

Referência bibliográfica: SIMMEL, Georg. As grandes cidades e a vida do espírito. In: BOTELHO, André (org.). Sociologia essencial. São Paulo: Penguin/Companhia das Letras, 2013, p. 311-329.

...

Baixar como  txt (4.4 Kb)   pdf (41.6 Kb)   docx (11.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no Essays.club