Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Desafio Profissional 3º Semestre Letras

Por:   •  13/3/2018  •  1.622 Palavras (7 Páginas)  •  11 Visualizações

Página 1 de 7

...

Das 14h às 16h – Mutirão de arrecadação. Os alunos sairão em grupos de cinco, cada grupo acompanhado por um professor, percorrendo as ruas:

- Daniel Corrêa da Silva

- Cel. Marcos Teixeira

- Alexandre Nunes

- Carol Navarro de Freitas

- Machado de Assis

- Pedro de Alencar

- Maria Luiza de Paula

- Eliane Candida

- Luiz de Vasconcelos

- Reg. Jair Moraes

Das 16h às 16h30 – Retorno à escola e lanche da tarde.

16h30 – Liberação dos alunos.

Antes que os alunos possam sair às ruas, os professores acompanhantes deverão instrui-los sobre algumas regras de relacionamento, como abordagem educada: “Bom dia, posso falar com a senhora por um minuto?” e cuidados na abordagem, como portão aberto, cachorro no quintal, nunca entrar sozinho nas casas, etc., além de agradecer ao final de cada conversa.

O objetivo da abordagem será entregar às pessoas bilhetes contendo o pedido de doação de livros, CD’s e DVD’s, para o acervo da Sala de Cultura da escola, assim como recolher os materiais. A seguir está o modelo do bilhete a ser entregue à população:

“Querido(a) Amigo(a),

Temos a intenção de transformar a biblioteca de nossa escola em uma Sala de Cultura. Com este objetivo vamos precisar da ajuda de todo mundo, inclusive a sua! Estamos aceitando doações de livros, DVD’s de filmes nacionais e estrangeiros, CD’s musicais, revistas, apostilas, enfim, qualquer material que possa enriquecer nosso acervo. Os alunos da escola estão percorrendo as ruas do bairro par a coleta, e a escola estará à disposição da comunidade para a entrega de materiais.

Desde já agradecemos a sua atenção!

Escola Monteiro Lobato”

Para que os alunos possam sair às ruas para a coleta, estes deverão ser maiores de catorze anos, e deverão trazer a autorização do responsável legal devidamente preenchida:

“Eu, ________________________________________, Responsável Legal pelo(a) menor ____________________________________, aluno(a) do _______ ano da Escola Monteiro Lobato, o(a) autorizo a participar da coleta de materiais para a Sala de Cultura, percorrendo as ruas do bairro acompanhado(a) pelo(a) professor(a), no contra turno escolar, no dia _____/_____/_____, das _____ horas às _____ horas.

Assinatura: __________________________________________________________”.

Algumas dificuldades podem surgir durante a implementação do projeto, como o desinteresse da comunidade pelo projeto e a não autorização dos responsáveis para a saída dos menores, diminuindo o número de participantes e causando desânimo e frustração nos alunos. Por isso também é importante que o professor instrua os alunos na forma da abordagem e esteja sempre por perto no percurso.

Passo 3

Implementação do projeto.

Já com o espaço da Sala de Cultura pronto para receber o novo acervo, pode-se definir a data de saída para a entrega dos bilhetes e coleta dos materiais. A data escolhida foi 14 de junho, terça-feira, pois neste dia os alunos dos 9º anos e do ensino médio teriam aula de Educação Física, substituída pelo percurso da coleta, por ser ministrada no contra turno escolar.

Após divididos os grupos que sairão às ruas, serão escolhidos os alunos que farão as abordagens. Serão escolhidos os alunos mais “desinibidos”, que consigam melhor se expressar e explicar o projeto às pessoas. Os professores escolhidos serão, além do professor de Educação Física, os professores que tiverem tempos pedagógicos a serem cumpridos na escola, e que se identificarem com o projeto.

Para receber, separar, catalogar e fichar o acervo foram escolhidos alunos que se interessaram pelo projeto, assim como os professores de Literatura. Pais e responsáveis também foram convidados para a arrumação do espaço.

A data escolhida para a inauguração da Casa de Cultura foi 9 de setembro, dia em que a escola completará vinte e dois anos, e a comunidade será convidada a participar:

“A Escola Monteiro Lobato tem o prazer de convidar toda a comunidade para a Inauguração da Casa de Cultura “A História é uma História”!

O evento será no dia 09 de setembro, a partir das 9h, na antiga biblioteca da escola. Contamos com sua presença!

Escola Monteiro Lobato”

Para incentivar as visitas regulares à Sala de Cultura “A História é uma História”, serão fixados cartazes em locais estratégicos por toda a escola, lembrando a todo momento aos alunos de que eles têm um novo espaço de aquisição de cultura, conhecimento e diversão.

[pic 2]

Passo 4

Relatório Final.

Com a criação da Sala de Cultura “A História é uma História”, espera-se que os alunos possam enxergar na escola um espaço agradável, empolgante, no qual possam “viajar” em seus pensamentos, relembrar histórias contada na infância, e levar essas experiências para a vida, incentivando também as famílias e a comunidade a participarem do cotidiano da escola, contribuindo para a diminuição da evasão escolar.

É direito constitucional do cidadão o acesso à instrução e ao lazer, e é dever da escola criar um ambiente propício para que os alunos tenham seus direitos respeitados, uma vez que, no cotidiano, dificilmente os jovens conseguem este tipo de acesso, na maioria das vezes distante de sua realidade financeira.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Promover o acesso a bens culturais e ao conhecimento é de fundamental importância para incentivar a permanência dos alunos na escola. Um ambiente acolhedor, agradável, no qual o jovem se sinta parte do espaço, e perceba que seus direitos são respeitados, é imprescindível para o bom desenvolvimento do aluno.

Não é difícil encontrar as bibliotecas das escolas públicas

...

Baixar como  txt (11.1 Kb)   pdf (56.8 Kb)   docx (17.4 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no Essays.club