Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Analise Perfil Linguistico Dr House

Por:   •  2/5/2020  •  Resenha  •  415 Palavras (2 Páginas)  •  13 Visualizações

Página 1 de 2

IF Fluminense - Campus Cabo Frio

CURSO TÉCNICO EM PETRÓLEO E GÁS

Português

Prof. Fábio Lima

Dominique Olivar

Gregory House é um médico peculiar que chefia o setor de diagnósticos do (nome do hospital). Embora seja muito inteligente, apresenta características de humor um tanto quanto ácidas. Como o humor geralmente é caracterizado por nossas falas, o personagem possui um carregado conteúdo de figuras de linguagem, como: hipérbole, sarcasmo, ironia, metonímia e metáfora, aplicadas em sua fala.  Para falar a analise de suas falas e montar o perfil lingüístico aqui presente, foi escolhido o décimo primeiro episódio da sexta temporada: “Remorso”.

Logo no início do episódio, Dr. House já nos apresenta seu tom debochado e irônico enquanto está escolhendo o seu próximo paciente. Ao se referir a paciente escolhida como “A bela e a fera” o médico utiliza a metáfora[1]. Ele faz essa intertextualidade tendo em vista que a jovem é bonita, mas casada com um homem feio, assim como ocorre no conto de fadas. Há, também, o momento em que ele utiliza o xadrez e seus jargões para descrever sua amizade com Wilson e suas atitudes.

A todo o momento, durante suas falas, fica evidente o tom irônico e rude usado por Greg. Além de tudo o médico ainda é intrometido, pois está sempre intervindo na vida social de seus funcionários. Essas características são explicitadas na cena em que o House está conversando por telefone com os membros de sua equipe, enquanto a “treze” está discutindo uma questão médica com o Foreman, ele interrompe, sendo sarcástico, perguntando coisas sobre a vida pessoal dos dois.

House tem problemas em lidar com as pessoas, ele é sempre rude e sarcástico, como já dito acima. Mas nesse episódio, podemos notar que ele tenta, sinceramente, ter uma conversa normal com seu ex-colega de faculdade. Durante a conversa, House demonstra sentimentos e até mesmo controla suas piadas e ironias. O que é difícil de acontecer, já que ele não se preocupa com os demais e agride, verbalmente, todas as pessoas que lhe rodeiam.

A utilização das figuras de linguagem, mencionadas neste documento, criam uma identidade ao personagem, neste caso, essas o tornam uma pessoa sarcástica, que utiliza das outras figuras para criar suas piadas e arrogâncias. Portanto, fazendo uma analogia ao nosso cotidiano, é fundamental a utilização das mesmas para construir e atribuir sentido e características peculiares à nossa fala.

 


...

Baixar como  txt (2.6 Kb)   pdf (58.7 Kb)   docx (8.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no Essays.club