Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Condição posmoderna HARVEY-David

Por:   •  25/12/2018  •  1.049 Palavras (5 Páginas)  •  46 Visualizações

Página 1 de 5

...

Pag. 126

“Taxas anuais de crescimento econômico em países capitalistas.”

Pag. 127

“Salario e renda familiar nos EUA”

Pag. 128

A luta de classes nesse período se torna um tema de discussões, embora seja bastante discutível o impacto dessa manobra de país em país e de região para região.

Pag. 129

O estado apoiava tanto o capitalismo que impediu a reforma trabalhista “subornando os funcionários” com salários e melhores condições de trabalho. Uma grande quantidade de fatores fundamentavam a produção em larga escala como a propaganda e a obsolência dos produtos e por outro lado o movimento operário era dominado pelo estado. O governo assumia uma parcela das responsabilidades urbanas que garantem o desenvolvimento, como o transporte, equipamentos públicos e entre outros que garante boa parte dos empregos.

Pag. 130

“Organização da negociação de salários”

Fica muito claro nessa tabela como o poder publico foi fundamental para equilibrar o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento social em uma parcela enorme de países que hoje tem plenitude em relação ao resto do mundo.

Pag. 131

O autor condiciona o movimento moderno ao fordismo (embora os idealizadores do modernismo arquitetônico costumam se auto declarar comunistas). A influência do fordismo veio ate mesmo sobre os movimentos comunistas que se viam obrigados a produzir na mesma escala que os grandes Estados Unidos da América, e toda essa influência note americana dó foi possível graças a soberania militar e sobre a imposição do dolar como moeda internacional que tornou os EUA o grande banco do mundo.

Pag. 132

Os benefícios do fordismo não eram comuns a toda população, e a insatisfação por parte das pessoas que não tinham acesso ao capital parece garantir para o auto a frustração em relação ao “capital de Ford”.

Pag. 133

O estado só teria sucesso se a qualidade de vida do estilo fordista fosse comum, por tanto a insatisfação com o estado é algo natural nesse período. O fordismo e o estilo modernista passaram a ser relacionados uma vez que ambos buscavam a funcionalidade e negligenciavam as características humanas. Além do terceiro mundo que teve a cultura mascarada coma promessa de independência quando na verdade se tornou um fusionário dependente da politica capitalista., uma vez que os EUA disseminava o anticomunismo e o militarismo como promessa de estabilidade pública.

...

Baixar como  txt (6.8 Kb)   pdf (48.1 Kb)   docx (13.9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club