Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Aula Prática Biologia

Por:   •  13/11/2021  •  Trabalho acadêmico  •  3.270 Palavras (14 Páginas)  •  51 Visualizações

Página 1 de 14

[pic 1]

UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP

RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS

CURSO: FARMÁCIA         DISCIPLINA: BIOLOGIA

(CITOLOGIA/HISTOLOGIA/GENÉTICA)

NOME: GLEICI AP. OLIVEIRA SILVA

R.A: 2100808         POLO: UNIP ERCILIA/S.J.R.P

30/10/2021

Aula I – Roteiro I - Introdução Ao Microscópio Óptico

Introdução  

O microscópio óptico é formado por elementos mecânicos, que servem de suporte e estabilidade do sistema óptico, que é composto por: base, coluna ou estativa (com o parafuso macrométrico que serve para a primeira focalização e o micrométrico, que serve para ajustar a imagem), mesa ou platina, charriot, parafuso que movimenta o condensador, tubo e o canhão (com o revólver). E uma parte óptica, composta por três sistemas de lentes: o condensador, as objetivas (rosqueadas o revólver) e as oculares; uma fonte de luz (localizada na base) e um diafragma (Carneiro, 2012).

 As objetivas são responsáveis pela riqueza dos detalhes da amostra, pois pode ser aumentado 4x, 10x, 40x ou até 100x. Com o aumento da ocular em 10x, o aumento real do objeto é de 40, 100, 400 ou até 1000 vezes.

Principais partes do microscópio óptico e suas funções:  

Lente ocular – par de lentes nas quais o observador coloca os olhos. Para cálculo da ampliação total, multiplica-se por 10 a ampliação desta pela objetiva.  

Revolver e objetivas – Local onde são rosqueadas as objetivas. Objetivas são conjunto de lentes que ampliam as imagens.

Platina ou mesa – Onde é colocada uma lâmpada preparada, exatamente sobre uma abertura central que dá passagem de luz.  

Charriot – Locomoção da lâmina para a direita ou para a esquerda, para cima ou para baixo.  

Macrométrico e micrométrico – Macrométrico realiza o deslocamento da platina com a finalidade de focalizar a amostra que será observada. Micrométrico complementa a focalização feita com o macrométrico.  

Condensador ou diafragma – Localizado abaixo da platina, seu objetivo é fornecer uma grande quantidade de luz.  

Parafusos da altura e centralizadores do condensador – Permite o deslocamento no sentido vertical do condensador, proporcionando a este uma uniformidade melhor na iluminação do campo.  

Fonte de luz – Encaixada por baixo do condensado.

Controle de iluminação – Botão para ajuste da intensidade da luz.

É fundamental, antes de utilizar o microscópio e após o uso, deixar o microscópio com a mesa abaixada ao máximo e a objetiva 4 alinhada, a lâmpada tem que está desligada antes de desligar o microscópio da tomada e o fio do microscópio tem que estar enrolado sobre ele, e sempre que usar a lente de 100 é usado o óleo de imersão

Objetivo

Aprender sobre cada componente do microscópio óptico, sua função e a manuseá-lo de forma correta, e principalmente a focar e analisar a amostra.

Conclusão

Concluímos nessa prática como é formado um microscópio óptico, qual a função de cada parte.

Aula Prática Complementar – Conhecer e Aprender a Manusear o Microscópio Óptico

Pegamos uma letra já recortada de uma folha de revista ou jornal disponibilizada pelos professores no laboratório, coloquei sobre a lâmina em posição de leitura, com o auxílio da pipeta coloquei uma gota de água sobre a palavra. Coloquei delicadamente uma lamínula evitando a formação de bolhas de ar em cima da amostra. Foi colocado a lâmina pronta sobre a platina. Liguei o microscópio verifiquei se a luz atravessa o orifício da platina. Centralizei a letra cortada sobre esse orifício, utilizando o charriot.

Olhamos através das oculares (para ajustá-las segure nas bordas laterais da parte deslizante do tubo) ajustando de forma a visualizar apenas um campo visual e focalizar a amostra do material com o auxílio do parafuso macrométrico e se for necessário com o parafuso micrométrico. Regulei o feixe de luz utilizando o controle da intensidade de luz e o diafragma e iniciei a análise com a objetiva 4X (menor aumento). Após analisar todo o material, transferir para a objetiva de 10X, girando o revólver. Ajustar o foco da imagem e regular a luz, caso seja necessário. Com o mesmo procedimento anterior, transferir para a objetiva de 40X e se for necessário, ajustar apenas o micrométrico e o feixe luminoso (Junqueira, 2008).

Para analisar com a objetiva de imersão em 100X, é necessário voltar para a objetiva de 4x (apenas para se obter uma distância maior entre a lâmina e a objetiva), pingar uma gota de óleo de imersão sobre a lamínula e encaixar a objetiva de 100X. Será necessário ajustar a imagem utilizando o micrométrico e o feixe luminoso.

Conclusão

Verificou – se que a letra escolhida ficou invertida devido ao funcionamento dos sistemas de lentes do microscópio óptico. Na primeira focalização com a objetiva de 4X, seguindo para um melhor detalhamento com as objetivas de maiores aumentos. Já na objetiva de 100X, foi possível observar apenas borrões e as fibras do papel de jornal.

Aula Prática Complementar – Observação de Células da Mucosa Oral

Com o uso de um swab foi raspado o lado interno da bochecha de 4 a 5x, o material retirado foi depositado na lâmina, feito isso foi adicionado 1 gota de corante azul de metileno, foi coberto com a lamínula, e foi observado as células da mucosa oral, com um aumento de 40, 100, e 1000x, sendo que ao utilizar o aumento de 100x, foi utilizado o óleo de imersão. Pode ser observado na célula da mucosa oral Membrana Plasmática, Citoplasma e Núcleo.

Aula 1 – Roteiro 2 – Célula Procariótica – Bactérias Do Iorgurte

Introdução

Entre os produtos lácticos, o iogurte é uma forma de leite em que a lactose foi transformada em ácido lático pela fermentação bacteriana. É um líquido branco, espesso, levemente ácido e muito saboroso.

Objetivo

Conhecer a morfologia de procariotos e sua organização.

Materiais e Métodos

Microscópio ópticos de luz, iogurte natural, lâmina, lamínula, pipeta, água, palito, álcool, e óleo de imersão. Pegamos a lâmina, e usando uma pipeta coletamos o iogurte natural e depositamos na lâmina, e pingamos uma gota de agua destilada, com um palito espalhamos o iogurte na lâmina (não podemos colocar muito produto, pois atrapalha na visualização), e colocamos delicadamente a lamínula para não dar bolhas de ar, feito esse procedimento passamos a analisar a amostra, com um aumento de 40, 100, e 1000x, sendo que ao utilizar o aumento de 100x, foi utilizado o óleo de imersão.

...

Baixar como  txt (22.5 Kb)   pdf (129.1 Kb)   docx (37.8 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no Essays.club