Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Avaliação Psicológica para Cirurgia Bariátrica e Readequação Genital

Por:   •  3/6/2020  •  Resenha  •  424 Palavras (2 Páginas)  •  63 Visualizações

Página 1 de 2

Avaliação Psicológica para Cirurgia Bariátrica e Readequação Genital

A cirurgia bariátrica reúne um conjunto de técnicas de diminuição do estômago para a redução do peso. Tem como objetivo a diminuição do IMC do paciente e consequentemente a melhora na qualidade de vida dele. Em teoria, esse procedimento deveria ser feito apenas em último caso, se o sujeito não conseguiu utilizar de outros métodos para perder peso, mas vemos que na grande parte das vezes é usado como primeira opção e que pode trazer alguns problemas no pós-operatório.

Nos últimos anos houve uma busca maior para esse tipo de operação, com isso, podemos perceber que essa crescente surgiu por conta de um aumento não somente nos casos de obesidade, mas também naqueles que a buscam por estética, mas infelizmente não trouxe juntamente um aumento proporcional no número de pesquisas.

Isso acaba trazendo procedimentos ineficazes e muitas vezes com falhas éticas o que não condiz com um processo de avalição psicológica competente e ao que tudo indica essa rachadura na avalição vem mostrando um grande número de adoecimentos no pós-operatório, como transtornos de ansiedade, quadros depressivos, compulsivos, entre outros transtornos.

Um esclarecimento maior sobre o procedimento é necessário para que se diminuam esses tipos de casos. Ao mostrar para o paciente que a operação não tem resultados imediatos, que esse depende de uma total mudança nos hábitos e que existem muitos riscos pós-operatórios diante do comportamento, pode conscientizá-lo de que é possível utilizar de outros métodos para a perda de peso para que não tenha arrependimentos posteriores.

Agora falando sobre a readequação genital, precisamos ver como que podemos trabalhar para garantir uma boa prática do processo em conjunto com uma atenção ética.

Até a um instante a questão da transexualidade era vista como uma questão patológica e no momento atual, é vista como uma questão da condição e evolução  humana que merecem uma avaliação, no ponto de vista das necessidades do corpo e não mais pelo psicopatológico.

Esse contexto trás consigo desafios para a psicologia, principalmente para a avaliação psicológica. A psicologia deve fazer uma avaliação que trabalhe na questão de ter um corpo ou ter uma identidade de gênero que não está de acordo com as expectativas da pessoa.

Existem técnicas especificas para avaliar esse desconforto, mas as mesmas ainda não foram validades pelo Brasil e precisamos criar novas técnicas para que se possa ter um desempenho melhor na avaliação.

É necessário também uma avaliação no quesito de outros aspectos da saúde mental que podem ter relação com as questões de gênero, como o impacto da violência e descriminação que essas pessoas sofrem.  

...

Baixar como  txt (2.8 Kb)   pdf (22.6 Kb)   docx (7.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no Essays.club