Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS

Por:   •  22/8/2022  •  Trabalho acadêmico  •  1.289 Palavras (6 Páginas)  •  51 Visualizações

Página 1 de 6

[pic 1][pic 2]

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP

RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS

CURSO: FARMÁCIA      DISCIPLINA: BIOQUÍMICA ESTRUTURAL

NOME DO ALUNO: CLAUDINÉIA CRISTINA VIANA DOS SANTOS

RA: 2129422    POLO: COSMÓPOLIS

DATA: 18/02/2022

UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA

FARMÁCIA

CLAUDINEIA CRISTINA VIANA DOS SANTOS

RA: 2129422

COSMÓPOLIS – SP

2022

INTRODUÇÃO

O presente relatório pretende expor o desenvolvimento das aulas práticas de Bioquímica Estrutural.

 Na aula 1: prognóstico de pH teve como propósito conhecer os fundamentos teóricos sobre o pH, os prognósticos de pH e como substâncias tem a capacidade de mudar de cor, e essa mutação de cor indica o caráter básico ou ácido da solução. A escala do pH é composta de uma série de números alterando de 0a 14, comprovando vários graus de acides ou alcalinidade.

Para a prática desse roteiro enumeramos 11 tubos de ensaio e colocamos extrato de repolho roxo em todos eles. Na sequencia acrescentamos  seguindo a seguinte ordem :  ácido clorídrico 0,5M, hidróxido de sódio 0,1M, cloreto de sódio 10%, vinagre, detergente incolor, água sanitária, água sem gás, sabão em pó, leite, bicarbonato de sódio e albumina. Analisamos as cores das soluções e o pH iminente.

Na aula 1 roteiro 2:  pH e solução tampão, podemos manipular e entender o funcionamento do phmetro, lembrar os elementos teóricos só pH, argumentar as reações que ocorrem em uma solução tampão e assimilar o resultado do experimento com as reações que acontecem no sangue ( alcalose acidose). Uma combinação formada por um ácido ou por uma base frascos inorgânica e por sal inorgânicos que revele o mesmo ânion do ácido ou o mesmo cátion da base é classificada uma solução tampão. O aspecto principal de uma solução tampão é o fato de seu pH manter-se praticamente ameno, mesmo quando acrescida uma quantidade de solução contendo ácido ou base fortes.

Para a execução utilizamos 2 béqueres com água sendo que no 1º acrescentamos gotinha a gotinha ácido clorídrico (HCL 5M) e no 2º béquer acrescentamos gotinha a gotinha hidróxido de sódio ( NaOH 5M), medindo e analisando a cada gota o pH.

No 3º béquer distribuímos 20ml de solução tampão estabelecida por ácido acético + acetato de sódio e agregamos no béquer 3 gotinhas de ácido clorídrico (HCL 5M) e no béquer 4º agregamos gotinha a gotinha hidróxido de sódio (NaOH 5M), medindo e observando a cada gota o pH. Fizemos um comparativo deque aconteceu entre as aferições.

Na aula 2 roteiro 1: Titulação de aminoácidos, podemos recordar a condição dos aminoácidos, apontar os valores de pH das soluções de aminoácidos ( glicina e ácido glutâmico) manipulando a curva de titulação e usando o pHmetro.

Para a realização dessa aula, utilizamos 4 béqueres e os classificamos como A1, A2, B1,e B2. Nos béqueres A1 e A2 depositamos 50ml de uma solução do aminoácido leucina 0,1M e em seguida colocamos um béquer de cada vez na placa agitadora  com uma barra magnética dentro. No béquer A1 enquanto agitava fomos adicionando NaOh 0,5M gotinha a gotinha e medindo com o pHmetro. Assim também fizemos no béquer A2 que sobre agitação HCI 0,5M.

Nos béqueres B1 e B2 depositamos 50 ml  de uma solução do aminoácido ácido glutâmico 0,1M e reiteramos os mesmos  procedimentos realizado nos béqueres A1 e A2.

Na aula 2 roteiro 2:  Constatação de aminoácidos e proteínas em solução por meio de reações de coloração, teve o propósito de ementar a fórmula geral dos aminoácidos, ementar a estrutura das proteínas, dando ênfase a estrutura primaria ( ligação peptídica). Observar os caracteres das proteínas e dos aminoácidos por reação colorimétrica diferencial.

Para a técnica nesta aula utilizamos o biureto, um reagente analítico, composto de hidróxido de sódio (NaOH 2,5N) e sulfato de cobre1%  (CuSO4). A reação do biureto revela a presença de ligações peptídicas, a presença de proteínas poderá ser frisada pela coloração arroxeada nos tubos.

Separamos 8 tubos de ensaio e classificamos. Nesses tubos aderimos:

Tubo 1 aderimos 2 ml do reativo do biureto + 1 ml de água

Tubo 2 aderimos 1 ml do reativo de biureto + 1 ml da solução de albumina 10%

Tubo 3 aderimos 1 ml do reativo de biureto + 1 ml de solução de aminoácido de glicina 1%

Tubo 4 aderimos 1 ml de reativo de biureto + 1 ml de leite sem ferver

Tubo 5 aderimos 1 ml de reativo de biureto + 1 ml de elite fervido

Tubo 6 aderimos 1 ml do reativo de biureto + 1 ml de amido 1%

Tubo 7 aderimos 1 ml de reativo de biureto + 1 ml de óleo de cozinha

Tubo 8 aderimos 1 ml de reativo de biureto+ 1 ml de suco de fruta

Examinamos e anotamos em quais teve a presença de proteínas.  

Resultados e discussões

No procedimento do roteiro 1 notamos as cores das soluções e seu pH, tal como podemos através da tabela abaixo coordena-los como ácido, base ou neutro.

...

Baixar como  txt (8.3 Kb)   pdf (120.2 Kb)   docx (58.4 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no Essays.club