Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O Desenvolvimento da APS

Por:   •  6/12/2018  •  842 Palavras (4 Páginas)  •  0 Visualizações

Página 1 de 4

...

com o meio em que vivemos. É através das brincadeiras que as crianças realizam suas primeiras escolhas e aprofundam temas e assuntos vivenciados pelos adultos.

Por isso deve o educador ou educadora valorizar o brincar da criança, ao menos nos primeiros sete anos de vida. Pois, é no brincar livre que a criança vai estruturar sua capacidade de julgamento, a capacidade de fundamentar sua personalidade em importantes valores, princípios e regras e ter acesso à cultura e à sua assimilação.

Diante disto, a ludicidade deve ser trabalhada de forma a significativa para que o aluno construa sua identidade, compreenda sua realidade, desperte sua curiosidade e motive-se para uma atitude de construção no mundo em que vive.

Kishimoto (2010) em relação ao brinquedo alega que o mesmo aparece como um pedaço de cultura colocado ao alcance da criança. É seu parceiro na brincadeira. A manipulação do brinquedo leva à ação e à representação, agir e a imaginar. Kishimoto, lembra também que: Essa não é uma discussão da atualidade, mas uma discussão já acenada por Froebel:

Froebel que acreditou na criança, enalteceu sua perfeição valorizou sua liberdade e desejou a expressão da natureza infantil por meio de brincadeiras livres e espontâneas. Instituiu uma pedagogia tendo a representação simbólica como eixo do trabalho educativo, sendo reconhecido por isso como psicólogo da infância (KISHIMOTO, 1996, p. 115).

No desenvolvimento infantil, a brincadeira de faz-de-conta tem um papel muito importante na preparação da criança para uma nova etapa do desenvolvimento psíquico. Como afirma Elkonin (1998), a brincadeira de faz-de-conta age sobre o desenvolvimento psíquico e na formação da personalidade da criança. Na brincadeira de faz-de-conta, a criança já consegue, através da fala, representar de forma organizada o que aprendeu no convívio com o meio, apoiando-se em objetos e ações, na qual a mente faz ação intermediária entre os objetos e a expressão do pensamento. “O desenvolvimento funcional das ações lúdicas converte-se em desenvolvimento ontogenético, criando uma zona de evolução imediata dos atos mentais” (ELKONIN, 1998, p. 415).

...

Baixar como  txt (5.4 Kb)   pdf (44.2 Kb)   docx (12.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no Essays.club