Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

DE AVALIAÇÂO ESCOLAR E PESQUISA E MATERIAIS

Por:   •  20/8/2017  •  2.152 Palavras (9 Páginas)  •  214 Visualizações

Página 1 de 9

...

Rousseau pode ser considerado o precursor de John Dewey ( 1859- 1952) e de Maria Montessori (1870- 1952), visto que considerava o jovem como um ser integral, e não incompleto , e institui a infância em várias fases do desenvolvimento sobre tudo o cognitivo. Montessori também, acreditava que até os 12 anos a criança só dispõe dos sentidos, emoções e corpo físico. Inventora do material dourado, onde a criança obtém o conhecimento de maneira concreta e internaliza o sistema de numeração decimal na prática, Montessori acreditava em uma estrutura ambiental agradável e divertida para o melhor desenvolvimento da criança. Segundo Dewey educar, portanto, e mais do que reproduzir conhecimentos ( DEWEY, John 1945).

John Dewey também afirmava uma estreita relação entre prática e teoria, onde as crianças deveriam passar por trabalhos manuais, trabalhos coletivos, para que se fosse comprovado uma teoria, era a favor de que a criança construísse o seu próprio pensamento na prática, tanto que seu seguidor Willian Kilpatrick (1871- 1965) foi o precursor da metodologia de ensino através de projetos, um projeto é capaz de incentivar o aluno a querer adquirir conhecimento de maneira coletiva, praticando trocas de experiências e fazendo trabalhos em grupos. Um determinado projeto é capaz de globalizar todos os conteúdos e promover o envolvimento de todos na escola.

Ovide Decroly ( 1871-1952) foi um médico educador belga, Decroly também defendia a construção do conhecimento feito pelos próprios alunos, assim como o conhecimento ter que passar pelas próprias mãos em trabalhos manuais, foi fundador das escolas oficinas e acreditava num conhecimento globalizado, a partir do momento em que a alfabetização devia partir de um todo para depois decompor em sílabas e letras, assim como Rousseau ele defendia a teoria que a necessidade gera interesse, ta ai a implantação das escolas oficianas. Segundo Rousseau, vosso filho nada deve obter porque pede, mas porque precisa, nem fazer nada por obediência, mas por necessidade (ROUSSEAU, Jacques Jean, 1762). A partir do momento em que o ser humano necessitasse aprender para suprir suas necessidades essenciais. Edouarde Claparede (1873-1949) também era médico que defendia a psicologia na educação, ele comprovou cientificamente como médico as etapas do desenvolvimento cognitivo da criança, dizia que todo aprendizado devia ser convertido em jogo, que mais tarde a criança converteria o jogo em trabalho. Jean Piaget foi seu seguidor com a teoria das etapas do desenvolvimento cognitivo. Jean Piaget ( 1896 – 1980) foi o nome mais influente da pedagogia no século XX apesar de não se pedagogo, e, sim, biólogo observador das fases do desenvolvimento cognitivo da criança. Jean Piaget assim como Claparede, afirmava, que a criança deveria ser respeitada em cada fase, foi ele o defensor da teoria, que até os 12 anos a criança não desenvolveu seu raciocínio lógico matemático, sendo necessário a utilização de jogos e materiais concretos para internalização da matemática.

Roger Cousinet ( 1881- 1973) era um defensor dos trabalhos em grupos, a partir desses trabalhos em grupos as crianças teriam mais socialização, troca de experiências, compartilhamento de conhecimentos e intercâmbio cultura. A realização de um trabalho em grupo faria as crianças fazer experimentos de observações reais, anotando em um papel isso se concretizaria. Cousinet também fundou revistas para a divulgação do trabalho dos pesquisadores em educação e participou de vários seminários e eventos sobre educação.

Quadro comparativo

Teorico

Nasc e mor

Síntese de sua teoria

Concepção de escola

Concepção de aluno

Jean Jacques Roussau nasceu no dia 28/06/1712 e faleceu em 02/07/1778

Rousseau acreditava que o homem é bom por natureza, mas podia ser corrompido pela sociedade.

Ele acreditava, que a escola podia apresentar situações de necessidades para, que o aluno se interessasse pelo conhecimento para atender suas necessidades básicas.

Ele acreditava que a necessidade gerava interesse, por tanto era preciso educa-los na prática.

John Dewey

20/10/1859 a

01/06/1952

John Dewey acredita na importância de aliar prática e teoria, para ele é preciso por a teoria em prática

Ele acreditava que a escola não devia de só transferir conhecimentos na base da repetição e memorização.

Os alunos deveriam trocar experiências, compartilhamento de ideias as crianças deveriam trabalhar de maneira coletiva e não isoladamente

William Patrick 12/03/1911 a 14/07/1987

WillamPatricK foi o defensor do projeto em sala de aula

Ele acreditava, que cada vez que a criança se envolvesse em um projeto o professor era um orientador e que escola toda se envolveria nele.

O conhecimento do aluno segundo ele deve ser globalizado dentro de um projeto, a partir de um projeto se estuda matemática, geografia, ciências e todos os conteúdos.

OvideDecrily 23/07/1871 a 1932

OvideDecroly era totalmente contra a escola tradicional e autoritária, também acreditava que o interesse vem da necessidade e as necessidades básicas são: comer, agasalhar-se, defender-se e produzir.

Decroly era a favor da escola oficina, onde as crianças aprendessem um ofício para atender suas necessidades básicas, ele também acreditava que na alfabetização começava-se pelo todo pra depois fazer dissociações de sílabas e letras.

Quanto aos alunos ele acreditava que a aprendizagem começava pelas mãos, tudo teria, que passar primeiro pelas mãos, o que era mais importante ainda do que dominar línguas.

Maria Montessori 31/08/1870 a 06/05/1952

Maria Montessori acreditava, que a escola tradicional era uma prisão de borboletas, onde os professores só ficam presos em suas salas de aulas enquanto os aluno são meros receptores passivos de conteúdos.

Maria Montessori acreditava que o ambiente escolar influenciava muito,

...

Baixar como  txt (15.2 Kb)   pdf (105.3 Kb)   docx (17.1 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no Essays.club