Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA CIDADE DE MANAUS REGISTRADA NOS LIVROS DIDÁTICOS E NOS COMPONENTES CURRICULARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I, NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL

Por:   •  2/6/2019  •  Artigo  •  5.028 Palavras (21 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 21

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA CIDADE DE MANAUS REGISTRADA NOS LIVROS DIDÁTICOS E NOS COMPONENTES CURRICULARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I, NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL

Manoel Moraes Marinho Filho

Curso de Especialização em

Metodologia de Ensino de História (UEA)

RESUMO

Este artigo visa trazer para o campo das discussões históricas, a problemática dos estudos e pesquisas acerca da história local, ensinada no Ensino Fundamental I e do que é central no que se refere às questões teórico-metodológicas no campo do ensino, enfatizando a História da Cidade de Manaus, no contexto curricular e nos livros didáticos utilizados pela Prefeitura da Cidade de Manaus e, sua importância para historiografia da cidade. Foram analisados os livros didáticos de História em uso nas escolas Municipais de Ensino Fundamental I e o Livro Didático “Manaus (1998)”. Sua finalidade é verificar as lacunas encontradas nos livros atuais da disciplina de História, sobre a questão da historiografia de Manaus, que preconiza a supervalorização dos acontecimentos nacionais e descartam nossa história. Percebe-se também que a narrativa didática é construída a partir de escolhas que escamoteiam as informações que permitiriam dar maior visibilidade à nossa história, promovendo, portanto, um lapso sobre o papel desta cidade na história do país.

Palavras chave: Manaus – História – Ensino – Livro Didático;

ABSTRACT

This article questions the content taught in elementary school, about the history of the city of Manaus, through the analysis of Textbook Manaus prepared by SEDUC, in 1989 and its importance for historiography of the city. Without exhausting the topic, analyzes the history textbooks in use in the Municipal schools of elementary school, the city of Manaus and references in guidance books for teachers, including some texts about the city of Manaus. The objective is to verify the gaps found in current books of the discipline of history, on the issue of historiography of Manaus, which advocates the overvaluation of national events and dismiss our history. Also it is seen that the didactic narrative is constructed from choices sidesteps the information that would allow raising the profile of our history, promoting thus a lapse on the role of this city in the history of the country.

Keywords: Education – History – Experience – Educational Practice

1 Pós-graduando em Metodologia do Ensino de História. Universidade do Estado do Amazonas UEA. Brasil. mmmarinhofilho@gmail.com

INTRODUÇÃO

O artigo envereda uma relação na abordagem dos contéudos sobre história da cidade de Manaus entre o Livro Didático Manaus (1989) e os Livros Didáticos de História da coleção Projeto Buriti utilizados pela rede municipal de ensino.

O Livro Didático Manaus foi organizado a partir do descobrimento do Brasil, mostrou a história dos índios que enfrentaram os portugueses e, contudo, mostra uma das faces dos colonizadores que, na realidade, eram conquistadores. A união de culturas diferentes para organizar uma nova sociedade e, o desenvolvimento da cidade através do ciclo da borracha até a criação da Zona Franca Manaus e o Pólo Industrial de Manaus e, o como a cidade estava até aquele presente ano. Já os livros didáticos que estavam/estão nas escolas Coleção Projeto Buriti – contam a história do Brasil, falam sobre o ser enquanto pessoa, os grupos sociais e a sociedade e, poucas vezes mencionam apenas como um rótulo a ZFM ou o PIM. Tratar a historiografia da cidade de Manaus, que ora se caracteriza marginalizada em discursos por pessoas que desconhecem nossa região ou ora se caracteriza como alvo de compaixão, negligenciada, faminta de existência social.

Há uma elaboração da lógica que diz respeito à argumentação dedutiva que tenta, ao interpretar uma conexão pela via negativa, ou seja, estigmatizante (GOFFMAN, 1988), enquadrá-la dentro de parâmetros controláveis e manipuláveis pelo Município. De forma que no jogo entre invisibilidade ou visibilidade histórica, exclusão histórica ou inclusão histórica, que fazem parte da historiografia de Manaus, principalmente no Livro Didático “Manaus” (SEDUC 1989).

A problematização passa por perguntas básicas: Quem são os sujeitos invisíveis da história da cidade de Manaus? Como é transmitida a história contada, recontada ou excluída em relação aos livros didáticos atuais e sua importância ou não na dinâmica cultural e no meio social da cidade? Quais implicações dos órgãos públicos e entidades escolares no processo, incluindo-se os aspectos econômicos, sociais e de transferência de cultura?

A metodologia utilizada teve como inspiração o campo de pesquisa histórica da origem da Cidade de Manaus, temática ainda pouco discutida entre os historiadores, identificada como a abordagem da história local nas obras didáticas das séries iniciais. O estudo visou tematizar os conteúdos abordados na proposta curricular de história, da rede municipal de ensino, da cidade de Manaus. A análise do Livro Didático “Manaus” e os livros didáticos utilizados neste ano pela Escola Municipal Izabel Angarita.

O objetivo foi perceber como os conteúdos são abordados, organizados e transmitidos aos alunos da rede municipal de Manaus observando, enquanto sujeitos que vivem sua história, são privados de sua origem histórica. Até onde negamos a história de nossa cidade e nos livramos da culpa com esses alunos?

Quando se introduz o ensino de história nas séries iniciais do Ensino Fundamental I, é sabido que o ensino de história que seja único, abordando todos os interesses ou conteúdo. O que devemos ensinar? Quais temas, fontes ou materiais usar para fazer uma mediação entre passado e o presente vivido por nossos alunos?

Nos limites deste estudo, não há como propósito discutir todos os enfoques referentes ao livro didático e sim, analisar uma questão de significativa importância, qual seja, compreender como o livro didático utilizado nas escolas aborda o conhecimento histórico local e a relação entre este conhecimento e o processo de construção de identidade dos alunos. A preocupação com esta temática teve origem ao investigarmos o ensino de História nas séries iniciais a fim de compreender como a História da Cidade de Manaus é ensinada, e, constatarmos que o livro didático é o recurso teórico-metodológico utilizado por todos os professores.

...

Baixar como  txt (33.5 Kb)   pdf (225.7 Kb)   docx (21.9 Kb)  
Continuar por mais 20 páginas »
Disponível apenas no Essays.club