Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Considerações sobre o manejo, produção e produtividade do rebanho bovino de cria no Estado do Rio Grande do Sul

Por:   •  20/12/2017  •  15.517 Palavras (63 Páginas)  •  122 Visualizações

Página 1 de 63

...

3.3.3.3- Fatores de dependência...........................................25

3.3.3.4- Tipos de heterose.....................................................26

3.4- Inseminação artificial / touros...............................................................27

3.5- Período de serviço...............................................................................29

3.6- Diagnóstico de gestação......................................................................29

4- PRODUÇÃO E PRODUTIVIDADE DO REBANHO DE CRIA...........................30

4.1- Fertilidade.............................................................................................30

4.2- Ciclo estral e manifestação do cio........................................................32

4.3- Fecundação..........................................................................................32

4.4- Gestação..............................................................................................33

4.5- Parto.....................................................................................................34

4.5.1- Taxa de natalidade.................................................................34

4.6- Atividade sexual pós-parto...................................................................35

4.6.1- Involução uterina....................................................................35

4.6.2- Primeiro cio e/ou ovulação pós-parto.....................................36

4.6.3- Intervalo entre parto e reconcepção.......................................37

4.7- Habilidade materna..............................................................................38

4.8- Desmame.............................................................................................40

4.8.1- Taxa de desmame..................................................................42

4.8.1- Momento do desmame...........................................................42

4.8.2- Efeito do desmame sobre a fertilidade da vaca......................43

4.9- Mortalidade de terneiros.......................................................................49

4.9.1- Mortalidade pré-natal..............................................................49

4.9.2- Mortalidade ao parto...............................................................50

4.9.3- Mortalidade pós-parto.............................................................51

4.10- Taxa de desfrute................................................................................52

4.11- Repetição de cria...............................................................................52

4.11.1- Intervalo entre partos............................................................53

4.12- Eficiência reprodutiva.........................................................................53

4.13- Reposição de fêmeas.........................................................................54

4.14- Demanda energética e eficiência biológica........................................54

5- EVOLUÇÃO DO REBANHO..............................................................................55

6- CONSIDERAÇÕES FINAIS...............................................................................60

7- REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................62

1- INTRODUÇÃO

A exploração racional de bovinos de corte representa uma importante parcela na economia internacional, sendo o bovino considerado como uma das moedas mais fortes no mercado, pela sua alta reputação e aceitabilidade.

Existe a idéia de que a pecuária necessita de um prazo longo para o retorno de capitais investidos, incompatível com a pressa do processo de desenvolvimento, ao contrário da indústria e da agricultura, consideradas mais ágeis (MEDEIROS NETO, 1990). Entretanto, o que se busca hoje é uma pecuária moderna e racional, de ciclo curto, onde a palavra de ordem é a eficiência da produção. Não se admite mais aquele tipo de pecuária explorativa em sistemas extensivos de pastoreio sem a utilização de técnicas produtivas adequadas, onde se extraia o máximo possível da criação sem se preocupar com uma série de fatores extremamente importantes para a manutenção do sistema de produção. É preciso encarar a atividade de uma forma empresarial, alicerçada em padrões econômicos e adotando-se tecnologia cientificamente comprovada eficiente.

Segundo LAZZARINI et al (1995), o pecuarista precisa ter um bom conhecimento mercadológico a nível regional, nacional e internacional, pois acima de um simples criador, é preciso dominar o entendimento sistêmico dos negócios agropecuários. Os sistemas de produção de cria ou de ciclo completo necessitam ser muito bem planejados, elaborados e implantados, em função da viabilidade e manutenção da atividade. É preciso sobretudo escalonar a produção, de maneira que cada ano produtivo seja preenchido com diversas fases de produção, e o conjunto dessas fases seja biologicamente eficiente.

Torna-se importante a consideração de características como idade a primeira cria, intervalo entre partos, repetição de cria, taxa de desmame e desfrute, entre outras inerentes ao desempenho e à eficiência reprodutiva do rebanho de cria.

2- SITUAÇÃO ATUAL E POTENCIAL PRODUTIVO

A

...

Baixar como  txt (112.3 Kb)   pdf (318.7 Kb)   docx (660.5 Kb)  
Continuar por mais 62 páginas »
Disponível apenas no Essays.club