Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E SEUS DESAFIOS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Por:   •  3/1/2018  •  2.417 Palavras (10 Páginas)  •  67 Visualizações

Página 1 de 10

...

Desde seu surgimento, a Educação Física, quando inserida no currículo escolar, era baseada na prática da ginástica, com a finalidade de deixar o corpo saudável em relação aos possíveis malefícios da falta de inatividade. Com o passar dos anos, algumas alterações na idéia central foram realizadas e atualmente ela é uma disciplina muito mais complexa que deve, ao mesmo tempo, trabalhar as suas próprias especificidades e se inter-relacionar com os outros componentes curriculares.

A partir desse enfoque dado à Educação Física de ciência com corpo próprio de conhecimento, começa a surgir algumas abordagens pedagógicas da Educação Física escolar. De acordo com Darido (2003) todas essas abordagens possuem divergências, mais também, um ponto em comum, ao qual, todas estão em oposição à vertente tecnicista, esportivista, biologicista e recreacionista até então predominantes na Educação Física escolar.

Nesse contexto, a Educação Física escolar, atualmente, baseia-se em perspectivas e propostas nas abordagens que surgiram visando uma mudança de concepção da área. Na busca de romper com os moldes tradicionais, surgem várias abordagens, algumas com enfoque mais Psicológico (Psicomotricista, Desenvolvimentista, Construtivista e Jogos Cooperativos), outras com enfoque mais sociológico e político (Crítico- superadora, Crítico- emancipatória, Cultural, Sistêmica, e baseada nos PCNs), e até biológico, como a da Saúde Renovada (DARIDO, 2003).

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), documento oficial do Ministério da Educação, a Educação Física na escola deve ser constituída de três blocos:

- Jogos, Ginásticas, Esportes e Lutas;

- Atividades Rítmicas e Expressivas;

- Conhecimento sobre o corpo

Sendo assim, segundo o documento, esses conteúdos, podem ou não serem trabalhados na mesma aula, ficando a critério do Profissional sua organização. Porém, o que se percebe, na maioria das vezes, é o trabalho das quatro principais modalidades de quadra (basquetebol; Futsal; Voleibol e handebol), seja pela facilidade em questão de espaço e estrutura física e de materiais ou pela falta de vontade e conhecimento do Professor.

Desta forma, a Educação Física atual, perdeu muitos créditos em relação às outras disciplinas e sua importância, pois seja pela má formação do Docente; pela falta de materiais e estrutura física ou pelo desinteresse dos alunos, pois passa uma imagem que é aula livre, de fazer o que bem entendem os alunos e da forma que desejarem.

3 OS PROBLEMAS E DESAFIOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAL

São vários os problemas e desafios enfrentados pela disciplina de Educação Física na Escola, que vai desde o ambiente e cotidiano do aluno em casa e sua vida social até seu convívio e desenvolvimento na Escola (PORTAL EDUCAÇÃO, 2015).

Por sua vez, Gonzalez (2006) ressalta que, em suas pesquisas com professores de Educação Física, na realidade escolar, há um abismo entre aquilo que se propõe na universidade e o que acontece nas aulas de Educação Física

No cenário escolar atual, a Educação Física é identificada como componente curricular integrado ao projeto político-pedagógico da escola (Kunz, 2001). Porém, muito se percebe que o objetivo da maioria das Instituições, e isso se percebem também pelo Estado ao diminuir as aulas de Educação Física no Currículo fundamental e médio, é priorizar as disciplinas que visão o ingresso na faculdade, como matemática, português e Biologia e desta forma, cabe a Educação Física ser apenas um “passa tempo” aos alunos, sem interesse ou investimento algum por parte das Escolas. Desta forma, a Disciplina não tem um norte a segui, ou seja, não possuí uma identidade no ambiente escolar.

Por outro lado, sabe-se que a realidade das aulas de Educação Física, principalmente, nas Escolas Estaduais normalmente são caracterizadas por aspectos desmotivantes à prática da atividade física, dentre os principais estão a Falta de Infra estrutura e a falta de materiais adequados a prática. Pode perceber no trabalho de CANESTRARO et al (2008) que observou, através de questões fechadas e abertas em um estudo na Cidade de Paranaguá/Pr, que a falta de materiais e espaços adequados à prática das atividades e do ensino aprendizagem da Educação Física, são os maiores entraves da disciplina para 13 dos professores 16 entrevistados.

Por terceiro, e um dos pontos mais importantes, estão à má formação docente e a baixa atratividade da área, relacionados aos planos de carreira e os baixos salários. Atualmente muito se questiona sobre a formação docente, e não somente na área da Educação Física escolar, seja pela atuação em sala, seja pela qualidade da formação dos profissionais e desta forma, denota que os profissionais precisam de uma formação reflexiva e crítica do processo de ensino aprendizagem (PERRENOUD, 2002).

Corroborando a ideia acima, em um estudo realizado por VALLE (2013), 21,5% dos Professores brasileiros que davam aulas nos anos finais do Ensino fundamental (6° ao 9° ano) não fizeram Ensino superior. Dos profissionais em sala de aula nessa fase de Ensino, 35,4% não são habilitados para dar aula, ou seja, não fizeram licenciatura e com salários baixos, a docência não atrai os jovens no Ensino superior.

Por fim, não uma identificação do aluno com o curso em que se deseja formar-se, seja pela facilidade ou menor tempo de estudo; seja pelo preço em faculdades particulares; seja pela comodidade em dar aulas (o que se aparenta nos dias atuais). Desta forma, A falta de experiência prática durante a formação é outro ponto de crítica. Hoje, a experiência dos estudantes é cumprida em estágios obrigatórios, muito mal dirigidos.

O quarto e último ponto a ser debatido, e não menos importante, é a intervenção da tecnologia durante as aulas e a falta de interesse dos alunos com as práticas da Disciplina de Educação Física.

Segundo Deon & Fonseca (2010) A Educação Física é uma disciplina que busca desenvolver o indivíduo em sua totalidade, seus aspectos motores, cognitivo e afetivo-social. Ela existe em todos os níveis escolares. Em cada um deles busca-se atingir diferentes objetivos através dos diversos conteúdos que devem ser trabalhados nesta disciplina. Para desenvolver um trabalho consciente, que busque desenvolver e atingir os objetivos na Educação Física, considerando necessário que haja interesse por parte dos alunos em participar das atividades.

Nesse

...

Baixar como  txt (16.6 Kb)   pdf (66.1 Kb)   docx (18.7 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no Essays.club