Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Crescimento do Mercado de Cervejas Especiais

Por:   •  10/3/2018  •  1.489 Palavras (6 Páginas)  •  24 Visualizações

Página 1 de 6

...

As com idade entre 40 e 49 anos representam 24% do consumo de cerveja do país. O tipo preferido por 79% delas é o chopp claro e 21% preferem o chopp escuro. Uma pesquisa também constatou que as mulheres gastam 6% a mais do que os homens em cervejas especiais, geralmente mais caras (REINOLD, 2011).

-

TENDÊNCIAS DE MERCADO

Com o “boom” no consumo e produção de cervejas diferenciadas, a tendência é que maior qualidade dos produtos e diferenciação nos serviços de atendimento sejam cada vez mais exigidos, uma vez que a oferta só tende a crescer (REINOLD, 2011).

Cartas com apenas três ou quatro opções do mesmo tipo (o mais conhecido como “a loira gelada”, a cerveja pilsen) e poucas opções nas prateleiras de supermercados, não ficarão assim por muito mais tempo. Seguindo a linha de acontecimentos nos Estados Unidos nesse setor, é possível enxergar seu grande potencial de expansão. No início dos anos 1990 as cervejas que dominavam o mercado eram as pilsens, porém o gosto dos americanos começou a ficar mais requintado e eles exigiam por mais “sabor” e diziam que as pilsen eram “sem aroma, cor ou sabor e o jeito de tomar é estupidamente geleada”, diz Eduardo Bier, fundador da Dado Bier, de Porto Alegre. Começou, então, um movimento que incentivava o sabor. A ideia foi muito bem aceita e, 20 anos depois, as microcervejarias americanas correspondem a mais de 100 mil empregos no país, 6,5% do mercado em volume e 10,2% em faturamento (ISTOÉ – O negócio milionário das cervejas artesanais, Edição Nº 2283, 2013).

-

DESAFIOS ENCONTRADOS PELAS MICROCERVEJARIAS

No final do ano passado, houve mudanças nas regras de tributação das bebidas frias, que inclui a cerveja. A mudança se resume como um aumento da tributação igual para todas as cervejarias, mesmo as microcervejarias, que, antes dessa mudança, ficavam de “abaixo do radar”. Isso dificultou a viabilidade das microcervejarias, uma vez que muitas sobreviviam apenas por estarem “abaixo do radar”. Ainda em resumo, o impacto para as cervejarias que a lei atinge, é um aumento de 155% na carga tributária. Logo, é lógico deduzir que haverá, também, um aumento notável no preço de todas as cervejas, ou ainda, obrigando que diversas microcervejarias quebrem (PONZI, 2015).

Outra dificuldade é o fato de as grandes cervejarias representam cerca 99% deste mercado. São poderosos, portanto tem bastante dinheiro para investir em publicidade e propaganda, pois se não, não sobra dinheiro para matéria-prima (ZUINI, Priscila; EXAME.com, 2011).

O enfraquecimento do Real também é uma dificuldade. Apesar de incentivar a exportação, muitos produtores de cerveja artesanal dependem de insumos importados. (PARANHOS, Pedro; mestre-cervejeiro.com, 2015)

-

PREVISÕES PARA 2015

O esperado é que o ritmo de crescimento diminua, porém, sem chances de parar. Enquanto o crescimento nos últimos anos foi em torno de 40% ao ano, a previsão para este ano é de cerca de 30%, devido a crise econômica e a tributação modificada (PARANHOS, Pedro; mestre-cervejeiro.com, 2015).

Apesar de disso, será preciso continuar inovando, pois o consumidor brasileiro já deixou claro que é apaixonado por cervejas especiais. Estas ainda serão consumidas, mas veremos cada vez mais receitas diferentes e criativas, como por exemplo, cervejas envelhecidas em barril, afinal, quanto mais se entendem de cerveja, mais se exige do produtor. Terá início, então, uma seleção natural no mercado, onde a qualidade é muito mais importante do que o preço. Investidores querem abraçar a oportunidade, vendedores descompromissados, garçons e garçonetes desinformados e sem treinamento terão de se adaptar ou parecer (PARANHOS, Pedro; mestre-cervejeiro.com, 2015).

-

CONCLUSÃO

O mercado é positivo para as microcervejarias, apesar de todos os pesares, que também atingem os outros setores do mercado brasileiro. Com uma demanda crescente e exigente, é necessário aumento da oferta, que preze a qualidade.

É fácil perceber o crescimento do mercado de cervejas especiais quando você vê novas cervejarias por onde passa, cartas com diversas opções de cervejas nos bares e restaurante que frequenta e uma prateleira repleta de rótulos diferentes no mercado que você faz suas compras. Isso tudo só demonstra que é necessário uma atualização de quem pretende tirar vantagem desta “onda”, porque há também o fato de que é muito fácil conseguir informações nos dias atuais, com a internet, e o consumidor estará sempre cobrando e muitas vezes, pode saber até mais do que o vendedor de cervejas especiais.

Quem se planejou para enfrentar as dificuldades, irá sobreviver á crise. Fidelização do cliente sai muito mais em conta do que a conquista de novos clientes, já que o alvo das microcervejarias não é alcançar o mesmo público das grandes cervejarias.

É muito importante também que os microcervejeiros se unam para propagar a verdadeira Cultura da Cerveja. Isso é o que os manterá sempre diferenciados das grandes cervejarias, já que perante as leis e a tributação, as pequenas e grandes são praticamente iguais.

REFERÊNCIAS

PARANHOS, Pedro. 2015: ANO DE DESAFIOS PARA O MERCADO CERVEJEIRO. Disponível em: http://www.mestre-cervejeiro.com/desafios-para-o-mercado-cervejeiro-em-2015/>. Acesso em: 02 de

...

Baixar como  txt (10.2 Kb)   pdf (56.9 Kb)   docx (16.3 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no Essays.club