Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Aplicação prática do planejamento estratégico em uma microempresa

Por:   •  26/12/2018  •  5.740 Palavras (23 Páginas)  •  20 Visualizações

Página 1 de 23

...

A empresa escolhida atua no ramo de acrílicos, com produtos bem específicos que necessitam de mão de obra qualificada para se manter no mercado altamente competitivo. Ela possui experiência de mais de dez anos, e uma clientela específica para os seus produtos, mas há oportunidades de aumentar este portfólio de serviços e produtos. Como há demanda, a empresa Acrimold deve ter um planejamento estratégico como base para suas tomadas de decisão, tornando-se mais competitiva e menos sujeita aos riscos inerentes do mercado. Contudo, a empresa em questão tem na administração familiar a grande dificuldade de perceber no mercado atual qual seria sua real posição perante os clientes e fornecedores. Desta forma, o presente artigo foi desenvolvido a fim de estudar o mercado de acrílicos da região da grande Florianópolis e, como resultado, desenvolver uma proposta de planejamento estratégico para esta empresa familiar do ramo de manufaturas em peças de acrílico para atender preferencialmente clientes da grande Florianópolis e eventualmente em outras regiões. Acredita-se que com este estudo, os gestores da Acrimold poderão ter a oportunidade de trabalhar com diferentes técnicas administrativas até então desconhecidas, através de um processo de reformulação do pensamento empírico. Portanto, em lugar de uma administração sem caráter científico, surgirá administração por resultado, buscando tornar a empresa mais competitiva e segura aos proprietários, clientes e fornecedores.

A empresa pesquisada é a Acrimold Acrílicos, que possui mais de dez anos de existência, sendo adquirida pelos atuais gestores no ano de 2010. A matriz operacional está situada na cidade de São José/SC. Atuante no segmento de customização de peças em acrílico, a empresa possui uma clientela variada, já que o material é utilizado na área náutica, em escritórios, restaurantes e expositores de lojas e supermercados, entre outros. A criatividade é um fator muito importante para se trabalhar com o acrílico e a empresa é reconhecida pelos seus produtos de qualidade e técnicas inovadoras para o desenvolvimento dos projetos solicitados.

A gestão da empresa é realizada pelo proprietário da empresa e por sua esposa. O primeiro é responsável diretamente pela parte operacional da empresa e a segunda pela área administrativa da empresa, sendo que a decisão de todas as questões envolvidas na empresa são oriundas dos dois empresários.

O mercado de acrílicos ainda não se desenvolveu como poderia, mas o setor está em ampla ascensão. Em Santa Catarina existem grandes empresas no setor, como Acrílicos Santa Clara de Blumenau e Acrílicos Jaraguá do Sul, que oferecem inúmeros produtos padronizados e de produção em série além de serem fabricantes da matéria-prima. Já a Acrimold ocupa um nicho deste setor, que são as técnicas e arte do material trabalhado, muito utilizado na área náutica por conta do espaço reduzido e do benefício que proporciona a cada projeto com sucesso e demais produtos que podem ser: aquários, box, bijuterias, coberturas e domos, comunicação visual, construção civil, móveis etc.

Referencial Teórico

Histórico do Pensamento Estratégico

Há muitos anos se fala na estratégia como o plano para atingir objetivos. O termo possui origem na atividade militar e vem do grego (stratos= grupos) e (egin=condução) e significa literalmente a arte de conduzir exércitos. (SANDRONI, 2008). Foi justamente no campo militar que a estratégia conheceu seu primeiro manual milenar de guerra, A Arte da Guerra, escrito por Sun Tzu e que até hoje ainda é o manual de estratégia de muitas pessoas e serviu como base adaptação da estratégia militar para a empresarial.

A estratégia sempre buscou atingir resultados, mas para isso acontecer diversos fatores devem ser analisados, para que possa minimizar suas perdas e contratempos. Assim, para se lançar ao ataque contra um oponente ou concorrente são feitos muitos investimentos de tempo, pessoas e dinheiro.

Outro grande pensador surgiu na Itália durante o período do Renascimento. Nicolau Maquiavel, em sua obra O Príncipe, escrito em 1513 e publicado postumamente em 1532 aborda mais questões políticas do que estratégias militares, mas ainda sim demonstram a importância de se pensar no presente para colher os frutos no futuro. Maquiavel (2006, p 16) afirma que “os fins justificam os meios”, ou seja, o pensamento estratégico deve estar bem elaborado para que nada possa sair do que esteja planejado, e se algo acontecer que mude os rumos do negócio, um plano de ação deve ser feito para não perder a direção.

Estratégia organizacional

No ramo dos negócios, a empresa que deseja ter um posicionamento importante no mercado deve entender a sua finalidade como empresa, pois somente assim poderá desempenhar a melhor estratégia organizacional. Peter Drucker (2002, p. 56) afirma que “a lucratividade não constitui a finalidade da empresa, mas sim o fator que a limita”, já que “o lucro não é a explicação, nem a causa, nem o fundamento lógico das decisões da empresa, mas sim o teste de sua validade”. Drucker afirma que apenas a visão do lucro “é a grande parte responsável pelos piores erros da política governamental, pois sua finalidade deve ser externa à própria empresa e encontra-se na sociedade, que é criar seu cliente”. (Drucker, 2002 p. 57)

A capacidade da organização se inovar depende de muitos aspectos, principalmente tecnológicos e administrativos, pois “não basta à empresa colocar à disposição meramente quaisquer bens e serviços econômicos; deve colocá-los à disposição melhores e mais econômicos, assim a empresa se aperfeiçoará continuamente”. (DRUCKER, 2002 p. 60). Essa busca corrente de melhoria fará a empresa ter uma referência como base estratégica para crescer e melhorar periodicamente, caracterizando “o empresário realmente bem sucedido, aquele que não só acumula uma grande fortuna, mas que também constrói uma organização capaz de resistir ao tempo e desenvolver-se”. (DRUCKER, 2002 p. 71)

Assim, Drucker demonstra sua ideia para a formulação da estratégia organizacional (DRUCKER, 2002 p. 72).

Só com uma clara determinação da missão e finalidade da empresa se poderá ter objetivos empresariais límpidos e realísticos. Essa determinação constitui o fundamento das prioridades, estratégias, planos e atribuições de serviços. [...] A estratégia determina as operações básicas de uma empresa. E para formular a estratégia é preciso saber “qual é o nosso ramo

...

Baixar como  txt (39.3 Kb)   pdf (92.4 Kb)   docx (31.6 Kb)  
Continuar por mais 22 páginas »
Disponível apenas no Essays.club