Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Resumo de empreendedorismo Empreendedorismo no Brasil

Por:   •  31/12/2017  •  1.397 Palavras (6 Páginas)  •  457 Visualizações

Página 1 de 6

...

Empreendedor: para Dornelas ( 2003), a definição de empreendedor que atende o cenário econômico atual, baseia-se em que “ o empreendedor é aquele que detecta uma oportunidade e cria um negócio para capitalizar sobre ela, assumindo riscos calculados”. O empreendedor é aquela que faz as coisas acontecerem, antecipa-se aos fatos e tem uma visão futura da organização.

Bull ( 2003), discorre que o empreendedor é o que quebra a ordem corrente e inova, criando mercado com uma oportunidade identificada, mesmo quando em um ambiente desequilibrado, caótico e turbulento identifica oportunidades alicerça.

Perfil do Empreendedor:

- Identifica e aproveita oportunidades rentáveis de negócios;

- Conhece profundamente o negócio, setor e mercado que possam revelar oportunidade no mercado

- Demonstra disposição em assumir riscos calculados para atingir resultados

- Busca maximização da relação custo x benefício para clientes, fornecedores e parceiros.

- Estimula e dá apoio ao comportamento empreendedor de outras pessoas.

O empreendedor: imagina, idealiza, desenvolve e realiza visões.

Conceito de empreendedorismo: é a habilidade de buscar e capturar oportunidades rentáveis de negócios; disposição de correr riscos calculados para atingir os objetivos da organização.

É relacionado por Bull, à criatividade e à propensão de criar “ algo novo, envolvendo a motivação para superar obstáculos, propensão para aceitar riscos e deseja de elevação pessoal em qualquer objetivo a ser alcançado.

Espírito empreendedor: “ o empreendedor é aquele que destrói a ordem econômica existente pela introdução de novos produtos e serviços, pela criação de novas formas de organização ou pela exploração de novos recursos e matérias”

Intra-empreendedorismo: Trata-se, segundo Pinchot, de um método que tem como alvo fomentar a criação de empreendedores (colaboradores) dentro da empresa. É um individuo: inova, identifica e cria oportunidade de negócios buscando agregar valor dentro da organização. Ele é um visionário, enxerga necessidades que precisam se aprimoradas e com isto busca fazer de forma mais eficaz o que já existe.

Forma e classificação dos intra-empreendimentos-

- Negócios: todas as iniciativas relacionadas a produtos são também de negócio.

- Administrativo: as atividades são fundamentalmente de staff.

Oportunidades: trata-se de uma ideia que está diretamente ligada a um produto ou serviço e que desperta interesse do consumidor, principalmente pelo seu poder inovador ou diferencial competitivo em relação aos concorrentes. Reconhecer a oportunidade e aproveitá-la no momento oportuno é quando a habilidade do empreendedor é crucial para desenvolvê-la. Captar recursos financeiros, tecnológicos e humanos, além de saber gerenciá-los são pontos chaves para o sucesso empreendimento.

Fase de identificação e análise da oportunidade: trata-se de uma fase preliminar que permite construir a base para o empreendedor tomar a decisão de agir ou não em relação à determinada oportunidade. Uma oportunidade deve ser avaliada sob o ponto de vista do aproveitamento das habilidades e dos objetivos pessoais do empreendedor.

[pic 1]

Questões para discursão:

Por que estudar empreendedorismo? Qual a motivação que levam as pessoas a discutirem o assunto?

2. O empreendedor é um super-homem ou apenas um administrador?

3. Qual a importância da inovação no processo empreendedor?

4. Quanto à criatividade, pode Influenciar o processo de inovação?

5. Você se considera criativo (a)? Comente.

Inovação: o empreendedor é uma pessoa que destrói a ordem econômica existente introduzindo novos produtos e serviços, criando novas formas de organização e explorando novos materiais. “ a destruição criativa”. A definição de inovação que vem sendo mais comumente utilizada caracteriza-a, portanto, como a busca, descoberta, experimentação, desenvolvimento, imitação e adoção de novos produtos, processos e novas técnicas organizacionais. Para Kotler, a inovação é um processo desordenado: difícil de mensurar e difícil de administrar.

Existem cinco diferentes tipos de inovação consideráveis dentro de um ambiente organizacional:

- Introdução de novos produtos no mercado ou de produtos já existentes, mas melhorados.

- Novos métodos de produção

- Abertura de novos mercados

- Utilização de novas fontes de matérias-primas

- Surgimento de novas formas de organização de uma indústria.

Planejamento: o planejamento empresarial é um recurso essencial que norteia e baseia o funcionamento responsável de uma empresa, por meio dele torna-se viável a estruturação do perfil empresarial, a competitividade mercadológica, os riscos, as ameaças, a disponibilidade ambiental, e até mesmo a definição do serviço ou produto que serão oferecidos ( Chiavenato).

O planejamento requer planos específicos para atingir os objetivos, principalmente quando envolver produtos e mercador. Faz-se necessários níveis de planejamentos. Dependendo da abrangência e do impacto que tem sobre a organização, eles podem ser classificados em três níveis principais: estratégicos, funcionais e operacionais.

[pic

...

Baixar como  txt (10.1 Kb)   pdf (53.1 Kb)   docx (15.9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no Essays.club