Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Avaliação Projeto Pedagógico

Por:   •  21/7/2022  •  Resenha  •  7.961 Palavras (32 Páginas)  •  49 Visualizações

Página 1 de 32

Santa Casa da Misericórdia de Paredes de Coura

PROJETO PEDAGÓGICO [pic 1]CRECHE

2021/2025

1.   Introdução

“Na creche, importa garantir que as experiências e rotinas diárias da criança assegurem a satisfação das suas necessidades…Garantida as satisfações das necessidades estão reunidas as condições base para a criança conhecer bem-estar emocional e disponibilidade para se implicar em diferentes atividades e situações, acontecendo desenvolvimento e aprendizagens…” Gabriela Portugal

O projeto que apresentamos tem como objetivo dar a conhecer a planificação de atividades referentes ao ano letivo de 2020/2021 bem como a programação de atividades referentes às salas 1 e salas 2 anos.

Para este ano letivo, foi definido para a creche o seguinte tema: “Era uma vez…”. Pretende-se com este tema, trabalhar através das histórias, diversos valores.  Desde muito cedo, o contacto com o livro desperta na criança o desejo e a curiosidade de ler. Assim, organizar momentos de leitura desde os primeiros anos de vida amplia o vocabulário e estimula a imaginação dos bebés.

Um projeto caracteriza não só a forma como vemos e sentimos a Educação, mas também como transmitimos essa filosofia de Educação na dinâmica dos grupos de crianças. “Há diferentes fatores que influenciam o modo próprio de funcionamento de um grupo, tais como, as características individuais das crianças, as características gerais do grupo, a dimensão do grupo entre outros” (Ministério da Educação, 1997: P. 35).

O projeto só é possível mediante um conhecimento mais pormenorizado das características das crianças, através de observação cuidadosa e intencional, para que assim possamos conhecer as suas capacidades, motivações e dificuldades.

Este projeto visa assim proporcionar às crianças um ambiente que lhes permita conhecer, manipular e explorar diversos materiais que os rodeiam e que fazem parte integrante do seu quotidiano. “As crianças adquirem conhecimento experimentando ativamente o mundo à sua volta (…). A amplitude e a profundidade da compreensão que a criança tem do mundo está em constante mudança e expande-se como resultado das suas interações do dia-a-dia”. (Post J. e Hohmann M., in Educação de Bebés em Infantários- 2003).

 “Através das suas interações diárias com os pais, outros membros da família, educadores, pares e outros adultos, bebés e crianças pequenas aprendem como os seres humanos agem e se tratam uns aos outros. Estas relações sociais precoces influenciam o modo como no futuro irão abordar as pessoas” (Post J. e Hohman M., in Educação de Bebés em Infantários, 2003, P.40)

OBJETIVOS GERAIS DA CRECHE

  • Estabelecer uma relação de afetividade com a criança transmitindo segurança, criando um ambiente calmo e estável, contribuindo par um bom desenvolvimento da mesma;
  • Proporcionar o bem-estar e o desenvolvimento global da criança num clima de segurança afetiva;
  •  Proporcionar à criança contacto com o meio que a rodeia, adultos e pares, para que se inicie o processo de socialização;
  • Respeitar cada criança e o ritmo de aprendizagem da cada uma;
  • Desenvolver as capacidades de exploração, comunicação e criatividade;

PLANO DE ATIVIDADES

A planificação de atividades será realizada por cada educadora responsável de sala. Esta será feita tendo em conta os interesses e necessidades do grupo de crianças.

É elaborada a planificação semanal, de acordo com a idade das crianças e tendo em conta vários fatores, tais como:

  • A adaptação da criança á nova sala, à equipa pedagógica e aos seus pares;
  • A rotina diária;
  •   O nível de desenvolvimento em que a criança se encontra;
  • As interações entre criança/adulto, adulto/criança e criança/criança;
  • A valorização das ações de cada criança.

Esta planificação é flexível e pode vir a sofrer alterações conforme a situação, e o trabalho pedagógico terá que ser ajustado.

Para além do trabalho que é realizado diariamente com as crianças, iremos comemorar alguns dias e eventos festivos, que serão agendados.

Reunião de Pais – Reunião de início do ano letivo, tem como objetivo dar a conhecer aos encarregados de educação, o projeto e as normas de funcionamento da creche. (Outubro)

Festa de Natal – Festa de Natal, tem como objetivo comemorar a época festiva com a participação das salas de creche

Aula de Ginástica- Aula aberta de ginástica para a sala dos 2 anos

Festa de final de ano – Festa de encerramento do ano letivo

 Equipas Pedagógicas

Sala do Berçário- Duas auxiliares de Educação.

Sala 1 Ano- Uma Educadora de Infância e duas auxiliares de Educação, um professor de música.

Sala 2 Anos A- Uma Educadora, duas auxiliares de educação, um professor de música

Caraterização do grupo do berçário

Berçário

O berçário tem a capacidade de oito bebés.

A transição do berçário para a sala de 1 ano acontece, tendo em conta , o ano de nascimento da criança até á aquisição da marcha segura.

Relativamente à alimentação, as papas e sopas são confecionadas diariamente na creche, de acordo com as normas da HACCP.

Relativamente à higiene e alimentação, qualquer restrição ou especificidade deve ser comunicada na escola, podendo os pais trazer os produtos/alimentos de casa se assim o entenderem.

Do mesmo modo, todas as informações referentes a cada bebé e à sua rotina serão registadas pela equipa da sala, bem como qualquer alteração indicada pelos pais.

   Caraterização teórica

Entre os 5 e os 6 meses

  • O bebé inicia a exploração com a boca, quer objetos, quer o próprio corpo;
  • Balbucia alguns sons e movimenta as pernas e os braços para chamar atenção do adulto;
  • Quando vê ou ouve alguém conhecido seu, manifesta entusiasmo;
  • Utiliza a mão para segurar os objetos.

Entre os 7 e os 8 meses

  • Levanta a cabeça e aguenta o seu peso com as mãos;
  • Mantém-se sentado sem apoio;
  • Tenta alcançar os objetos que estão longe de si;
  • Gosta de bater e fazer ruídos com os objetos que já aprendeu a segurar com os seus dedos;

Entre os 9 e os 10 meses

  • Senta-se, inclina-se para a frente sobre as mãos e os joelhos para gatinhar; 
  • Há um maior controlo dos músculos e estes ficam bem mais fortes;
  • Ganha confiança, abre os braços quando se encontra sentado, para que o levantem;
  • Agarra tudo o que está ao seu alcance e leva á boca.

 

Entre os 10 e os 11 meses

  • Adora ser levantada e gatinhar com muita velocidade;
  • Adora estar rodeada de gente;
  • Começa a dizer as primeiras palavras;
  •  Já reconhece o seu nome sabe quem são os Pais e reconhece-se;
  • Começa a ter uma sensação de controlo do próprio corpo e começa a pôr-se de pé sozinho;
  • Há um desejo ilimitado de explorar tudo o que está á sua volta.

Organização do espaço educativo 

Organização do Espaço

O berçário, está dividido em três zonas, a copa de leites, a sala parque e a zona de repouso.

  • Copa de leites

Espaço devidamente equipado, com frigorífico, micro-ondas, esterilizador, cafeteira, lava-loiça onde são confecionados os biberons as papas e dá apoio na hora do almoço.

  • Sala Parque

Esta zona é bastante acolhedora, tem um tapete, um espelho do lado esquerdo e uma barra de apoio. Possuí também livros, jogos, bolas, cubos de tecido, brinquedos didáticos e ajustados ao berçário que possibilitam brincadeiras, estímulos e proporcionam o desenvolvimento do bebé. Neste espaço, existe a zona de muda-fraldas devidamente separada, para a higiene dos bebés. Contém um recipiente próprio (que isola os odores) para o depósito das fraldas e espaços para colocar as fraldas, cremes e mudas de roupa de cada um, bem como uma banheira e um pequeno lavatório, para a lavagem das mãos.

...

Baixar como  txt (51.9 Kb)   pdf (384.7 Kb)   docx (411.7 Kb)  
Continuar por mais 31 páginas »
Disponível apenas no Essays.club