Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

DETERMINAÇÃO SOCIAL OU OPÇÃO: A trajetória das travestis excluídas do mercado de trabalho formal e sua associação com a prostituição

Por:   •  3/11/2018  •  24.003 Palavras (97 Páginas)  •  108 Visualizações

Página 1 de 97

...

agradeço ás travestis que gentilmente participaram dessa pesquisa, mesmo estando inseridas em um ambiente hostil contaram suas histórias de vida. Sem vocês esse trabalho não teria se concretizado, muito obrigada.

Rose da Silva Bastos

AGRADECIMENTOS

Primeiramente quero agradecer a Deus, pois sem ele nada seria possível. Agradeço aos meus pais in memoriam e à minha irmã Adriana também in memoriam, que mantiveram sempre acesa a luz da esperança e perseverança, para que eu conseguisse conquistar o meu objetivo e hoje, finalmente, conquistei-o. Agradeço aos meus familiares e amigos, que gentilmente aceitaram os meus “nãos” para muitas e muitas coisas.

Meus sinceros e singelos agradecimentos à Instituição Comunidade da GraçaSASF Itaquera e em especial à minha Supervisora de estágio, Sueli Maria dos Santos e todos os Funcionários.

Agradeço ao meu esposo Manoel Mendes e às minhas filhas Evelyn e Thayrine, que sempre me apoiaram e, lado a lado, me deram o incentivo necessário para que eu encontrasse forças e coragem para enfrentar a dura, mas gostosa caminhada rumo ao termino dessa jornada, que finda aqui. A todos os professores a minha mais efusiva gratidão pelos ensinamentos, não só empírico, mas também de vida, de moral, o que é ou não é correto ou ético na nova profissão, a qual abraço agora. Aos meus colegas de classes, principalmente dos grupos dos quais participei, os meus mais sinceros agradecimentos e que Deus os abençoe sempre.

Finalmente aos meus colegas Paulo Henrique Vicente Barbosa e Rose da Silva Bastos, que comigo compuseram o grupo para levarmos adiante o TCC, o meu mais sincero agradecimento por me darem à oportunidade de descobrir um mundo novo que está ao nosso redor, ao alcance de nossos olhos e muitas vezes a gente não vê, ou não quer ver. Saudades sentirei, o tempo vai passar, mas, tenham certeza, vocês serão sempre lembrados e eternizados na minha memória.

Perpétua Virgínia Mendes

AGRADECIMENTOS

Agradeço à minha esposa Arlete Oliveira da Silva Barbosa que é a responsável por esta conquista, ao meu filho Kauê Henrique Oliveira Barbosa que sempre me incentivou, ele é a pessoa em que eu me inspiro, aos professores do curso de Serviço Social da Universidade Camilo Castelo Branco pela paciência que tiveram comigo ao longo dos oito semestres do curso, à Assistente Social Judite Rodrigues Nascimento, por ter me orientado e acompanhado durante o estágio supervisionado e as minhas eternas amigas Rose da Silva Bastos e Perpétua Virgínia Mendes, companheiras não só neste trabalho de conclusão de curso, mas em todas as horas, por último quero aqui deixar minha gratidão ao Serviço Social do Comércio (SESC) empresa que tenho orgulho de fazer parte e que me proporcionou condições para a concretização desse sonho.

Paulo Henrique Vicente Barbosa

“Temos o direito de ser iguais quando a diferença nos inferioriza; temos o direito de ser diferentes quando a igualdade nos descaracteriza. ”

Boaventura de Sousa Santos

RESUMO

Essa monografia buscou estudar a trajetória profissional das trabalhadoras travestis da região do Parque do Carmo. O estudo teve como objetivo principal analisar a exclusão das travestis do mercado de trabalho formal e sua associação com a prostituição, trazendo para o centro do debate as questões de gênero, relações sociais, preconceito e prostituição. O interesse do tema nasceu devido à grande concentração de travestis na rota do sexo dessa região e a inexistência de postos de trabalho ocupados por essa população. A pesquisa contou com uma base teórica com autores de base marxistas e com teorias feministas que abordaram a importância do trabalho na vida dos seres sociais como categoria fundante de sua sociabilidade. Abordou questões que caracterizam o universo travesti seu conceito e sua história no Brasil, além de abordar sobre os mecanismos sociais sexistas e heteronormativa que estruturam o preconceito. A pesquisa foi pautada na perspectiva qualitativa com indivíduos travestis que se prostituem no Parque do Carmo, onde foram realizadas entrevistas semiestruturadas. A análise de dados foi realizada por meio dos depoimentos. Os resultados obtidos evidenciaram que as travestis participantes da pesquisa encontraram na prostituição, renda para se produzir e reproduzir socialmente, que são renegadas por suas famílias e que abandonaram a escola ainda na adolescência em função das práticas preconceituosas que lhe são auferidas cotidianamente. São tratadas com escarnio pela sociedade e violentadas pela polícia. A prostituição é o único espaço social que as travestis não são julgadas, são aceitas e acolhidas. Revelou-se que a prostituição não é uma opção dessa população é uma determinação da sociedade em que vivemos.

Palavras Chave: Travesti; Mercado de Trabalho; Preconceito; Prostituição

ABSTRACT

This monograph to look for study the professional trajectory of the transvetites workers of the region of the Carmo Park. The study had as principal objective to analyse the exclusion of the tranvestites of the formal market job. Your association with the prostitution, bringing to the center of the debate the questions of the kind, social relantioships, prejudice and prostituition. The interest of the topic borned due to the big concentration of tranvestites in the route of sex from that region and the inexistent of post of work ocuped for this population. The search counted with one theoretical basis with authors of marxistas basis and with feminists theories that approached the importance of work in the life of socials creatures how founder category of your sociability. Approached questions that feature the tranvestite universe, your concept and your history in Brazil, over there approach about the socials sexists mechanisms and heteronormative that structural the prejudice. The search was guided in the qualitative perspective with transvetites being that to become a prostitute in the region of the Carmo Park, where they were accomplished interviews semi structures. The analysis of dices were accomplish by means of depositions. Diversity and at last the prostitution how social determination. The results obtained evidence that the participant transvestites of the search found in the prostitution, income for produce yourself and reproduce socialy, that are renegates

...

Baixar como  txt (153.2 Kb)   pdf (233.9 Kb)   docx (82 Kb)  
Continuar por mais 96 páginas »
Disponível apenas no Essays.club