Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

RELATÓRIO: MEDIDAS DE SEGURANÇA E HIGIENE

Por:   •  21/9/2017  •  2.421 Palavras (10 Páginas)  •  318 Visualizações

Página 1 de 10

...

o Utilizar, no mínimo, o avental sempre que entrar no laboratório;

o Utilizar a capela, sempre com o sistema de exaustão ligado, ao trabalhar com reações que liberam vapores venenosos ou irritantes. Desligar, aproximadamente, 10 minutos após o término de uso;

o Não trabalhar com produtos que não conheça, peça instrução ao fornecedor do produto;

o Verificar as condições dos equipamentos antes do uso e não abandonar ou esquecer aparelhos em funcionamento;

o Não tocar em aparelhos em funcionamento, se não conhecer;

o Nunca aproximar os olhos de um aparelho em funcionamento, nem mesmo de um simples tubo de ensaio onde se processa uma reação;

o Não abrir nenhum tipo de embalagem com a boca;

o Não pipetar qualquer tipo de produto com a boca;

o Nunca inspirar um gás que se desprende de uma reação ou frasco de reagente;

o Não levar mãos aos olhos ou à boca quando estiver trabalhando com produtos químicos;

o Ter sempre o máximo de cuidado ao trabalhar com gases; nunca deixando a torneira aberta sem uso. Ao final do trabalho, certificar-se de que todas estão fechadas;

o Não encostar-se às mesas e balcões de trabalho;

o Ler atentamente as recomendações que acompanham o produto;

o Não manusear produtos inflamáveis nas proximidades de bico de bunsen ou outros equipamentos que produzam calor;

o Não aquecer bruscamente qualquer substância;

o Usar luvas ou pinças apropriadas para manusear peças de vidro aquecidas:

o Em todo material aquecido colocar aviso: material aquecido ou equivalente;

o Em casos de acidentes como: queimaduras, inalação de gases, etc. procurar imediatamente o responsável pelo laboratório que tomará as providencias necessárias e comunicara o representante da Segurança que tomará ás providencias cabível de acordo com as instruções de trabalho.

o Fechar todas as gavetas e portas que abrir.

o Enxugar qualquer liquido derramado no chão ou na bancada antes de operar equipamentos elétricos;

o Não usar equipamentos elétricos sem identificação da voltagem;

o Utilizar bandejas ou carrinhos para transportar amostras e reagentes

o Autoclaves: Utilizar luvas com cano alto para previnir queimaduras pelo vapor e esperar a pressão interna atingir o zero antes de abrir o equipamento

o Cada laboratório possui portas de emergência que devem ser sempre usadas quando necessário.

Normas descritas acima vem garantindo muitos anos sem acidentes de alta gravidade.

Objetivo do Estágio

Aplicar e aperfeiçoar os conhecimentos teóricos e práticos adquiridos ao longo do curso técnico a um laboratório analítico e a familiarização com um ambiente de trabalho.

Aprender o método de alguns ensaios bromatológicos (de acordo com normas de qualidade NBR ISO 9001/2000 e NBR ISO/IEC 17025) assim como o procedimento de operação de equipamentos.

Homogeneização das Amostras

A empresa possui uma sala especial para a homogeneização das amostras, a homogeneização das amostras é necessária para a melhor superfície de contato na hora da análise assim aumentando a confiabilidade de seus resultados.

Análises Químicas

As análises químicas são responsáveis por qualificar e quantificar os compostos químicos dos alimentos como aditivos alimentares, resíduos de pesticidas, contaminantes orgânicos e inorgânicos, qualificação e quantificação de açucares tanto por cromatografia quanto por gravimetria, micronutrientes (vitaminas e minerais), aminoácidos, composição em ácidos graxos mais conhecidos como gordura trans, colesterol e rotulagem nutricional.

Análises Bromatológicas:

A partir das análises bromatológicas é possível conhecer a composição qualitativa e quantitativa dos alimentos. A Bromatologia relaciona-se com tudo aquilo que, de alguma forma, é alimento para os seres humanos, tem a ver com o alimento desde a produção, coleta, transporte da matéria-prima, até a venda como alimento natural ou industrializado, verifica se o alimento se enquadra nas especificações legais, detecta a presença de adulterantes, aditivos que são prejudiciais à saúde, se a esterilização é adequada, se existiu contaminação com tipo e tamanho de embalagens, rótulos, desenhos e tipos de letras e tintas utilizadas. Enfim, tem a ver com todos os diferentes aspectos que envolvem um alimento, com isso permitindo o juízo sobre a qualidade do mesmo.

Dentro das análises bromatológicas encontramos a composição centesimal que é mais conhecida por conter as análises de umidade, cinzas, proteina e lipidios totais, também a determinação de açucares, análises de óleos e vida de prateleira dos produtos.

Umidade: A determinação de umidade é uma das medidas mais importantes e utilizadas na análise de alimentos. A umidade de um alimento está relacionada com sua estabilidade, qualidade e composição, e pode afetar a:

Estocagem: isso porque alimentos estocados com alta umidade irão deteriorar mais rapidamente que os que possuem baixa umidade.Por exemplo, grãos com umidade excessiva estão sujeitos a rápida deterioração devido ao crescimento de fungos que desenvolvem toxinas como a aflatoxina.

Embalagem: alguns tipos de deteroriação podem ocorrer em determinadas embalagens se o alimento apresentar uma umidade excessiva. Por exemplo, a velocidade do escurecimento em vegetais e frutas desidratadas ou a absorção de oxigênio (oxidação) em ovo em pó podem aumentar com o aumento da umidade, em embalagens permeáveis à luz e ao oxigênio.

Processamento: a quantidade de água é importante no processamento de vários produtos, como, por exemplo, a umidade do trigo na fabricação de pão e produtos de padaria.

O método mais utilizado para determinação da umidade é feito por secagem em estufas ou seja está baseado na remoção da água por aquecimento, onde o ar quente é absorvido por uma camada muito

...

Baixar como  txt (16.4 Kb)   pdf (108.6 Kb)   docx (17.1 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no Essays.club