Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A CRIANÇA ADULTO EM MINIATURA

Por:   •  29/8/2019  •  Trabalho acadêmico  •  394 Palavras (2 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 2

Crianças ou adultos em miniatura?

        Fatores sociais e culturais modificam os conceitos de um povo, não é diferente com respeito a concepção de criança, tal fase vem mudando ao longo dos tempos, não se apresentando de forma homogênea nem mesmo no interior de uma sociedade e época, podemos analisá-la na atualidade onde algumas crianças são criadas como que passando por um período preparatório prazeroso da vida humana, desenvolvendo características lúdicas e sentimentos de importância na vida de alguém, exemplo: para seus pais; enquanto neste mesmo momento citado, percebesse que há divergências, sendo uma fase difícil da vida para outros, como o trabalho infantil, já que, a unidade familiar tem passado por transformações.

Alguns estudos apontam as diferentes informações em que os menores se deparam, tornando-os inocentes ou malicioso no meio em que vive; segundo Steinberg e Kincheloe, (2002, p.11); as informações que antes vinham de suas famílias e professores hoje vêm de todos os lados como uma explosão de informações.

 De acordo com a figura 1, podemos notar uma criança descontraída, com roupa infantilizadas e brincando, inclusive o RCNEI (Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil) destaca a importância do brincar como forma de compreensão de mundo e ampliação de conhecimento, tanto para Vygotsky como Piaget além de ser uma representação de uma situação imaginária também é uma atividade formada por regras, possibilitando assim, a aprendizagem inicial das competências e habilidades necessárias para o desenvolvimento da criança.

 Em contrapartida, na figura 2, notamos uma outra realidade, percebemos que a crianças são tidas como adultos em miniatura, tanto pelas vestimentas que estão usando como pela postura perante os brinquedos. Para o historiador francês Philippe Ariès (1981); na idade média crianças e adultos não se distinguiam diante desses aspectos (vestimenta e postura), segundo o estudo de Ariès, até por volta do século XII é provável que não houvesse lugar para a infância. Infelizmente hoje, o trabalho infantil anda na mesma linha, pois transferem ou até mesmo dividem responsabilidades adultas, como o sustento, com a criança, privando-as do ato de brincar.

Desse modo, mesmo tendo conhecimento dos fatores sociais e culturais que modificam os conceitos de criança, faz-se necessário pôr em prática as diretrizes e leis que norteassem o equilíbrio de direitos dessa fase importante da vida de todo ser humano, não permitindo que as crianças se tornem adultos em miniatura.  

...

Baixar como  txt (2.6 Kb)   pdf (40.7 Kb)   docx (7.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no Essays.club