Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

As Etapas Do Pensamento Sociológico Durkheim

Por:   •  10/9/2020  •  Resenha  •  326 Palavras (2 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 2

Exercício 1

ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. 7ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008. Capítulo sobre Durkheim:

Para Durkheim a sociedade forma o indivíduo. Assim, o autor argumenta que sociedade exerce uma influência sobre o individual, com efeito todo caráter e concepções individuais são frutos do social. Logo, os fatos sociais, presentes em uma sociedade, determinam a maneira de agir de indivíduos pertencentes a ela. Com essa relação é possível entender o conceito de consciência coletiva, para o autor trata-se de um conjunto de crenças e sentimentos comuns em uma sociedade, esse possui um sistema próprio regido por leis. A consciência coletiva também é a imposição de regras que demarcam limites as ações individuais.  Durkheim também aborda como uma porção de pessoas formam uma sociedade, para ele o elemento unificador é a solidariedade, essa se dividi em duas: mecânica e orgânica. A primeira é formada por indivíduos com pouca diferença, com visões e valores iguais, com uma alta consciência coletiva e pouca divisão do trabalho, o autor afirmar que essas características são comuns em sociedades primitivas. Já a segunda, é formada por indivíduos diferentes e predomina nas sociedades modernas capitalistas. Nessa, ocorre uma alta divisão do trabalho, que proporciona o consenso social. É importante notar, mesmo que haja uma divisão de tarefas, há uma dependência entre os indivíduos, essas sociedades são como um organismo vivo, onde cada órgão faz uma função, mas depende do outro para funcionar.

Durkheim era crítico do movimento socialista. Para ele o movimento socialista possuía uma questão moral e não social, tratar a relação entre patrão e funcionário como o cerne do problema para o sociólogo não irá resolver os problemas socias, para ele os socialistas travam dos aspectos econômicos, mas se esqueciam dos sociais, o sociólogo argumenta que o social não pode ser superado. Outra critica feita por ele é sobre a concepção de Estado, para ele o Estado nunca deveria deixar de ter um caráter político, pois perderia sua identidade.  

...

Baixar como  txt (2.1 Kb)   pdf (42.7 Kb)   docx (7.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no Essays.club