Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O Preparo de Amostras

Por:   •  16/2/2018  •  1.079 Palavras (5 Páginas)  •  118 Visualizações

Página 1 de 5

...

de Farinha de Trigo

- Becker

- Colher

- Forma plástica retangular

- Saco plástico

 PROCEDIMENTOS

Para iniciar o procedimento, a embalagem do saco de farinha de trigo, já triturada, foi aberta e o conteúdo foi espalhado na forma retangular de plástico. Com o auxílio de uma colher, a amostra foi espalhada uniformemente pela forma e dividida em quatro partes quadradas, procedimento conhecido como quarteamento: A, B, C, D. As partes, B e C, dispostas transversalmente, foram desprezadas e colocadas no Becker com a colher e recolocadas na embalagem da farinha de trigo. As outras duas partes opostas, A e D, foram as partes aproveitadas, e novamente espalhadas com a colher, de modo a ficarem planas no recipiente de plástico. Foi feito novamente outro quarteamento, agora com as partes E, F, G e H, em que F e G, foram aproveitadas e misturaram-se formando outro quadrado, com mais quatro partes. E as partes E e H, desprezadas e colocadas de volta na embalagem. Esse procedimento foi realizado quatro vezes, de modo a restarem apenas uma quantidade de aproximadamente 100g, necessária para análise. A quantidade obtida foi guardada em um saco plástico pequeno, vedada e identificada com nome, peso e data da amostra, em seguida, foi armazenada na geladeira, para ser conservada e utilizada em experimentos diversos.

3. RESULTADOS

Logo abaixo podemos visualizar algumas imagens dos quarteamentos:

4. CONCLUSÃO

Diante do que foi visto, podemos inferir que, a amostragem é sem dúvidas o método que assegura que a amostra seja obtida com a necessária condição de representatividade. Então, dessa maneira, ela garante a aquisição do material de estudo, que apesar de ser uma porção relativamente pequena, consegue representar de forma correta o total da amostra. É importante salientar que, o conhecimento dos métodos laboratoriais do preparo das amostras, para com alimentos secos, úmidos, líquidos, pastosos, gordurosos, entre outros, é extremamente imprescindível para as análises laboratoriais.

Referências

CECCHI, H. M. Fundamentos teóricos e práticos em análise de alimentos. 2ª ed. Campinas: Editora UNICAMP, 2003. 207p.

FAO (FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED STATES). Coleta, manuseio e preparo de amostras. Gana, 2009. 32p.

IAL (INSTITUTO ADOLFO LUTZ). Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 4ª ed. São Paulo: IAL, 2008. 1018p.

...

Baixar como  txt (6.4 Kb)   pdf (53.7 Kb)   docx (14 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no Essays.club