Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Meio ambiente nos dias de hoje

Por:   •  17/10/2017  •  2.581 Palavras (11 Páginas)  •  62 Visualizações

Página 1 de 11

...

Classe 3 - Resíduos inertes: são aqueles que, ao serem submetidos aos testes de solubilização (NBR-10.007 da ABNT), não têm nenhum de seus constituintes solubilizados em concentrações superiores aos padrões de potabilidade da água. Isto significa que a água permanecerá potável quando em contato com o resíduo. Muitos destes resíduos são recicláveis. Estes resíduos não se degradam ou não se decompõem quando dispostos no solo (se degradam muito lentamente).

Exemplos: os entulhos de demolição, pedras e areias retirados de escavações.

Efluentes

Efluentes são produtos líquidos e gasosos resultantes de diversas ações do homem. Em sua maioria, estão subdivididos em efluentes industriais e domésticos, porém existem outras divisões desses resíduos.

Efluentes gasosos

Chaminés industriais são os maiores emissores deste tipo. Seus níveis de emissão foram determinados pelo famoso "Protocolo de Kioto". Os efluentes gasosos são liberados em maiores quantidades em áreas urbanas industriais devido à ação, principalmente, da indústria e da liberação de gases pelos veículos automotores.

Efluentes líquidos

Este tipo de efluente tem origem em diversas fontes. Abaixo algumas dessas.

a) Domésticos:

São caracterizados por portarem uma grande quantidade de material orgânico, pois são compostos de fezes, resto de comida, etc. Trazem ainda uma carga poluente por virem contendo produtos químicos como os de limpeza;

b) Industriais:

Sua composição varia de acordo com o ramo da indústria que o libera. Por exemplo, indústria agrícola e alimentícia, são ricos em matéria orgânica. Por outro lado, outros ramos da indústria produzem efluentes ricos em diversos compostos químico-tóxicos;

c) Agrícolas:

Decorrem das atividades agrícolas. Ricos em nitrogênio, fósforo e enxofre, por conta dos adubos e agrotóxicos utilizados em plantações.

De duas formas principais, os poluentes agrícolas atingem as águas: penetrando no solo e alcançando o lençol freáticoe quando levado pelas águas da chuva que lavam os solos contaminados por tais;

d) Pluviais urbanos:

Possuem mecanismo fácil de ser entendido. A água das chuvas que ocorrem nos centros urbanos, lava o ambiente das cidades, trazendo consigo os poluentes presentes nestas. Poluentes estes como fuligem, compostos de carbono liberados por carros, dentre outros;

e) Depósitos de resíduos sólidos:

Os lixões, como são popularmente conhecidos os depósitos urbanos de resíduos sólidos, produzem um composto concentrado de matéria orgânica e com grande potencial poluente: o chorume.

Tratamento de efluentes

Algumas técnicas podem ser usadas para o tratamento de efluentes, com o intuito de diminuir seu teor poluente. Entre elas seguem algumas.

Gradeamento: separação, por meio de grades, do material efluente mais grosseiro;

Sedimentação: também, uma separação do material, porém orientada pela diferença de densidade existente entre eles (os mais "pesados" concentram-se no fundo, uma vez que os mais "leves", na superfície);

Equalização e correção do Ph: equilibra-se o Ph do efluente antes dele ser liberado numa massa de água ou esgoto;

Flotação: remoção de substâncias colóides.

Tratamentos

O tratamento de resíduos consiste no conjunto de métodos e operações necessárias para respeitar as legislações aplicáveis aos resíduos, desde a sua produção até o destino final com o intuito de diminuir o impacto negativo na saúde humana, assim como no ambiente. Pode consistir numa deposição final, ou um tratamento intermediário, que diminua a periculosidade. dos mesmos, possibilitando a sua reutilização ou reciclagem.De acordo com o Art. 9° da Lei 12.305/2010, o Tratamento de Resíduos Sólidos tem a quinta prioridade na gestão e gerenciamento de resíduos a ser aplicada no Brasil.

Tratamento mecânico:

(usinas de triagem/ reciclagens)

Tratamento químico:

(biológicas/ compostagem)

Exemplo: Compostagem

A compostagem é um processo biológico que consiste na utilização de seres vivos para a decomposição de matéria orgânica, resultando em substrato, que pode ser usado como adubo orgânico. A decomposição pode ser efectuada por microorganismos como bactérias e fungos, ou em baixas temperaturas por organismos como lesmas e minhocas.

Tratamento Térmico

Em função da temperatura e o meio onde ocorre o processo.

(secagem/ pirólise/ gaseificação/ incineração/ plasma)

Exemplo:Incineração

A Incineração é um processo de eliminação de resíduos sólidos, que consiste na queima dos mesmos em unidades especiais, permitindo assim a redução do seu volume, com emissões gasosas controladas e possibilitando o aproveitamento de energia.

Estação de tratamento de Efluente

O funcionamento de uma Estação de Tratamento de Efluente (ETE) compreende basicamente as

seguintes etapas: pré-tratamento (gradeamento e desarenação), tratamento primário (floculação e

sedimentação), tratamento secundário (processos biológicos de oxidação), tratamento do lodo e

tratamento terciário (polimento da água).

- TRATAMENTO PRELIMINAR

Constituído unicamente por processos físicos. Nesta etapa, é feita a remoção dos materiais em suspensão, através da utilização de grelhas e de crivos grossos (gradeamento), e a separação da água

residual das areias a partir da utilização de

...

Baixar como  txt (20.8 Kb)   pdf (115.6 Kb)   docx (19.8 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no Essays.club