Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Conceitos importantes na vida de um administrador

Por:   •  14/9/2017  •  4.639 Palavras (19 Páginas)  •  146 Visualizações

Página 1 de 19

...

Do ponto de vista dos limites e relacionamentos, o CSCMP (2008), afirma que a gestão de cadeia de suprimento é uma função de integração, que tem como objetivo básico ligar as principais funções e os processos de negócio inter e intra-empresa, dentro de um modelo coeso e de alta performance. Isso inclui todas as atividades de gerenciamento logístico, assim como as operações de manufatura, e impulsiona a coordenação de processos e atividades inter e intra-marketing, vendas, projeto de produtos, finanças e tecnologia da informação.

O gerenciamento da Cadeia de suprimentos para o GSCF (Global Supply Chain Forum) significa “a integração dos processo-chaves de negócio desde o usuário final até o fornecedor original que você provê produtos, serviços e informações que agregam valor para os clientes e outras partes interessadas”. Essa definição é adotada por vários autores na literatura, como: Lambert et al. 1988, Lambert & Cooper (2000), Croxton et al., Lambert (2004a; 2004b), Novaes (2204), Aragão et al. (2004).

Kiefer & Novak (1999), definem SCM como um conjunto integrado de organizações que gerenciam o fluxo de informações, dinheiro e produto do ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de maximizar a satisfação do cliente e minimizar o custo total das organizações envolvidas.

- ASPECTOS FUNDAMENTAIS

Segundo SIMCHI-LEVI, (2003, p.34) os aspectos da gestão da cadeia de suprimentos a nível estratégico:

- Nível estratégico: lida com decisões que apresentam efeitos longos e duradouros sobre a empresa. Incluem decisões quanto ao número, a localização, a capacidade dos depósitos e das plantas de produção e o fluxo de materiais através da rede logística;

- Nível tácito: inclui decisões que são normalmente atualizadas em algum período, entre uma vez a cada trimestre ou uma vez a cada ano. Esta inclui decisões de produção e de compras, políticas de estoque e estratégias de transportes, incluindo a frequência com que os clientes são visitados;

- Nível operacional: refere-se as decisões do dia-dia, como sequencialmente, lead-time, roteamento e carregamento do caminhão.

SIMCHI-LEVI, (2003, p.35) apresenta fatores fundamentais associados as diferentes decisões apresentadas:

- Configuração da rede de distribuição;

- Controle de estoque;

- Estratégias de distribuição;

- Integração da cadeia de suprimentos e alianças estratégicas;

- Projeto do produto;

- Sistema de apoio a decisão e tecnologia da informação

- Valor ao cliente.

- FASES DE DECISÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO

O gerenciamento da cadeia de suprimento exige diversas decisões relacionadas ao fluxo de informação, de produto e monetário que se encaixam em três categorias:

- Estratégia ou projeto da cadeia de suprimento: nesta fase, a empresa decide como estruturar a cadeia de suprimentos, como será a configuração, o processo, o que cada estágio deverá desempenhar, tais decisões incluem: local, capacidade das instalações para armazenagem, produtos a serem fabricados ou estocados em diversos locais, meios de transportes a serem disponibilizados e o tipo de sistema. Geralmente as decisões desta fase são normalmente tomadas pensando-se em longo prazo e sua alteração repentina é muito cara;

- Planejamento da cadeia de suprimentos: as empresas nesta fase definem um conjunto de políticas operacionais que lideram as operações de curto prazo. No planejamento inclui decisões sobre quais mercados devem ser supridos e de que locais, sobre construção de estoques, a terceirização da fabricação, as políticas de reabastecimentos e estocagem a serem seguidas, as políticas que serão desempenhadas em relação de locais de reserva, incapacidade de atender um pedido, dimensão das campanhas de marketing.

- Operação da cadeia de suprimentos: nesta fase as políticas são fixas e as políticas de planejamento já foram definidas. O objetivo da operação é programar as políticas operacionais da melhor maneira possível. Nesta fase, as empresas distribuem os pedidos individuais para estoques ou produção, determinam a data em que o pedido deverá ser atendido, geram inventários nos depósitos, adaptam pedidos a um meio de transporte ou expedição apropriado, organizam as entregas dos caminhões e encaminham os pedidos de reabastecimentos. O objetivo desta fase é reduzir as incertezas e otimizar o desempenho dentro das restrições estabelecidas pela configuração e pelas políticas de planejamento.

- VISÃO DO PROCESSO DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS

A cadeia de suprimentos é uma sequência de processor e fluxos que acontecem dentro e entre diferentes estágios da cadeia. Há duas maneiras de visualizar os processos realizados na cadeia de suprimentos:

Visão cíclica: os processos são divididos em uma série de ciclos, cada realizado entre dois estágios sucessivos de uma cadeia de suprimentos.

Visão push/ pull: todos os processos na cadeia de abastecimento recaem em uma das duas categorias, dependendo do tempo da sua execução compatível com a demanda do cliente.

Processos push: são processos que são executados em antecipação aos pedidos do cliente, neste caso, a demanda não é conhecida e deve ser prevista, podem ser considerados como processos especulativos porque respondem a uma previsão e não a uma real.

Processos Pull: neste processo a execução é iniciada em resposta aos pedidos dos clientes, neste processo a demanda é conhecida como processos reativos, porque reagem à demanda do cliente.

Ter uma visão push/pull é muito importante no projeto de cadeia de abastecimento ao considerarmos decisões estratégicas relacionadas à cadeia de abastecimento e uma visão mais global dos processos da cadeia de abastecimento ligados ao pedido do cliente.

- CARACTERÍSTICAS DA CADEIA DE SUPRIMENTOS/FATORES CHAVES

Para se entender como uma empresa pode melhorar o desempenho da cadeia de suprimentos em termos de responsabilidade e eficiência, devem-se examinar os fatores de desempenho da cadeia:

- Localização das organizações: o posicionamento geográfico dos locais

...

Baixar como  txt (32.7 Kb)   pdf (173.1 Kb)   docx (28.6 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no Essays.club