Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Agricultura Sustentável

Por:   •  18/6/2020  •  Pesquisas Acadêmicas  •  2.653 Palavras (11 Páginas)  •  113 Visualizações

Página 1 de 11

Universidade Católica de Moçambique

Faculdade de Gestão de Turismo e Infomáca

Tema: Agricultura Sustentável como preservação de Meio Ambiente

Dicente: Bonifácio Basílio Eurico, Nr 706200150

Pemba, Maio de 2020

Universidade Católica de Moçambique

Faculdade de Gestão de Turismo e Informática

        

Tema: Agricultura Sustentável como preservação do Meio Ambiente

 

[pic 1]

                                                                                 Docente: Elsa Vicente

Pemba, Maio de 2020

Índice

1.Introdução        1

1.1.Breve história de Agricultura Sustentável        2

1.1.2. Agricultura Sustentável Como Uma Pratica de Preservação do Meio Ambiente        3

1.1.3. Características da Agricultura Sustentável        4

1.1.4. Condições da Agricultura Sustentável        4

1.1.5. Objectivo Principal da Sustentabilidade [agrícola]        5

2.2. Analise Situacional e Constrangimento        7

3. Conclusão        8

4. Referencias Bibliográficas        9

1.Introdução

O solo é um recurso natural não – renovável que devido a forte, urbanização da sociedade, crescimento da população e do padrão de consumo – mercado, esta sendo exigido acima da capacidade de recomposição. Com o cenário Global actual surgem desafio de produzir alimentos suficientes para toda a população, estimada em nove (9) biliões de pessoas ate 2050 e ao mesmo tempo preservar e conservar os solos e o meio ambiente. A manutenção dos solos em condições de realizar suas funções é fundamental para o bem-estar e sobrevivência do planeta. a agricultura Sustentável como uma pratica de preservação do Meio Ambiente por um relatório do TIA em 2004. As actividades outrora destinadas apenas a subsistência dos produtores, realizadas com técnicas simples e pouco agressivas ao meio ambiente, cederam lugar a produção em larga escala, para comercialização o que requer dos produtores a maximização dos bens extraídos por unidade de factor de produção ( terra, trabalho e capital ). O modo de produção contemporâneo eleva as possibilidades de consumo dos indivíduos no curto prazo, mas, em contra partida, pode reduzir as possibilidades de produção e, por conseguinte, o consumo futuro em África, a agricultura desempenha um preponderante na economia, tanto como fonte de emprego e de rendimento da maioria da população assim como fonte de receitas do governo através de exportação de produtos agrários e de pesca. Em Moçambique, a agricultura emprega mais de 75% da população (INE, 2007). O aumento da produção agrária após acordo geral da paz assinado em 1992 é apontado como sendo um dos principais factores da incidência da pobreza de 69% em 1996-97 para cerca de 54 % em 2002 – 2003 ( Arndt, james e Simler, 2006). O emprego da palavra “construção” da exacta da quilo que se espera da ATER, frente a busca de uma a agricultura efetimente sustentável.

1.1.Breve história de Agricultura Sustentável

A história evolutiva da agricultura se encarregou de nos legar a separação dos agricultores em categorias. E evolução do capitalismo cabe por transformá-lo, resumidamente, em três grandes grupos: empresários capitalista, agricultores familiares e assalariados rurais. Esse processo de diferenciação envolvendo dinâmicas de producao e distintas apresenta características que precisam ser considerada se o objectivo for a sustentabilidade da agricultura em direcção ao desenvolvimento geral realmente sustentável. A agricultura somente passou a sofrer uma crítica mais severa do ponto de vista ecológico com o avanço do processo de modernização, dado que seus impactos eram cada vez mais evidentes. O incremento de danos como a erosão dos solos e a contaminação provocada pelos pesticidas agrícolas adquiriu, nas décadas de 1970 e de 1980, grande visibilidade política, criado as condições para o surgimento e desenvolvimento de um movimento para agricultura alternativa. Desde a década de 1970 foram desenvolvidas muitas experiencias de agricultura sustentável. Inicialmente eram iniciativas isoladas, geralmente de agricultores inovadores não organizados colectivamente. Nos anos de 1980 a aconteceram os históricos encontros Brasileiros de agricultura alternativa-EBAAS, foram acompanhados de um sem número de projectos de producao e desenvolvimento de algumas de organização colectiva dos agricultores ecológicos. Destacam-se desse panorama organizações como a FAEAB (Federações das associações agrónomos do Brasil), as associações estatuas de engenheiros agrónomos e a FASE (federação dos órgãos para assistência social e educacional) com seu já muito conhecido PTA (projecto de tecnologias alternativas). A segunda metade dos anos 1980 e o inicio dos 1990 constituíram-se mais notadamente como a fase das chamadas atitudes prepositivas. Nesse período começou um verdadeiro boom da agricultura sustentável, tanto do ponto de vista organizativo como do técnico e da participação nos mercados especializados.

A formulação histórica do conceito de agricultura sustentável constitui uma convergência entre a negação e a formação: desconstrução das concepções e praticas da agricultura convencional e de construção do sentido ecológico imprescindível a agricultura sustentável.

1.1.2. Agricultura Sustentável Como Uma Pratica de Preservação do Meio Ambiente

“Para a        aqueles mais preocupados com os aspectos económicos, agricultura sustentável é sinónimo de manutencao da producao e do lucro de sistemas físicos de producao, se possível com base uso de inssumos externos. Para aquele que tem uma visão ecológica, sustentabilidade se refere ao balanceado de recursos renováveis e não renováveis e a diminuição da degradação Ambiental. Para aqueles com uma perspectiva mais sociológica, agrícola sustentável não é puramente um problema de producao e de produtividade física, mas um modo de vida para muitas pessoas e a manutenção da comunidade rurais estáveis’’ (PINHEIRO,2000).

...

Baixar como  txt (18.9 Kb)   pdf (153.9 Kb)   docx (22 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no Essays.club