Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

OS DESDOBRAMENTOS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO

Por:   •  21/2/2022  •  Projeto de pesquisa  •  3.387 Palavras (14 Páginas)  •  594 Visualizações

Página 1 de 14

UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP

ATIVIDADE PRATICA SUPERVISIONADA – APS

OS DESDOBRAMENTOS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO

SÃO PAULO – SP

2021

XX

Universidade Paulista - UNIP

Os desdobramentos do Sistema Toyota de Produção

Trabalho apresentado a disciplina APS, como parte da exigência para avaliação da Universidade Paulista – UNIP, do curso Engenharia de Produção.

São Paulo, outubro de 2021

SÃO PAULO – SP

2021

INDICE

Introdução - Os desdobramentos do Sistema Toyota de Produção

Lean manufacturing

Lean office

Lean green

Lean health

Lean IT

Lean accounting

Estudo de caso

Conclusão

Bibliografia

Introdução

A Atividade Pratica supervisionada (APS) do 8º Semestre da Unip – Universidade Paulista, para o curso de engenharia de produção mecânica, prevista em sua grade curricular tem como tema: “Os desdobramentos do Sistema Toyota de Produção”.

Teremos um aspecto fundamental na organização e otimização do tempo para desempenhar um papel fundamental para o andamento do projeto e atribuir conceitos inovadores e ideias criativas para o projeto.

Este formato a Universidade Unip segue gerando futuros profissionais para o mercado de trabalho que atribui formação acadêmica e desenvolvimento prática de seus conhecimentos que visa o conteúdo didático e o aprimoramento de suas técnicas.

Sistema Toyota de Produção

É uma filosofia que tem como objetivo expor e resolver os problemas nos mais diversos ambientes e situações, por exemplo a redução de desperdícios e influenciar na competitividade e lucratividade e tornar a produção mais eficiente.

Este sistema de produção que foi desenvolvido pela Toyota para aplicar a melhor qualidade e o lead time mais enxuto por meio da eliminação do desperdício formado sobre dois pilares, Just-in-Time e Jidoka.

O desenvolvimento do STP teve seu início após a II Guerra Mundial, a necessidade de tornar a produção mais eficiente aumentou. Um dos engenheiros da Toyota, Taiichi Ohno, teve a tarefa de aumentar a produtividade. O objetivo era usar o conceito de just-in-time aliado ao de jidoka.

Em 1953 em uma viagem o engenheiro notou como os clientes pegavam os produtos das prateleiras nos supermercados somente o que era necessário, no momento necessário e na quantidade necessária sem estoques desnecessários.

Ao retornar ao Japão, Ohno desenvolveu o kanban, que é uma técnica que utiliza cartões de informação para controlar a produção de acordo com a necessidade. Nos dias atuais, Ohno é conhecido como o pai do TPS, por ter desenvolvido e aplicado o processo nas fábricas.

Lean manufacturing

Lean Manufacturing é uma filosofia do sistema de produção Toyota, que se baseia na redução de desperdícios, originalmente, divididos em oito categorias. Os desperdícios são todas atividades que não agregam valor algum para o cliente. Desenvolvido pela Toyota, no Japão, em 1950.

O lean é uma filosofia de gestão operacional e de processos que visa tornar e transformar a cadeia produtiva e conforme sua tradução, é um conceito que busca tornar a produção cada vez mais enxuta, metodologia que se concentra em minimizar o desperdício no sistema de manufatura e simultaneamente maximizar a produtividade, também conhecida como ‘lean production”

O lean manufacturing é baseado em vários princípios específicos como Kaizen ou melhoria contínua, a metodologia foi introduzida no mundo ocidental através da publicação de 1990 a “máquina que mudou o mundo”. Desde aquela época os princípios influenciaram profundamente os conceitos de manufatura em todo mundo bem como as indústrias fora da manufatura como setores de saúde, desenvolvimento de software e serviços. Os benefícios do lean incluem tempo de entrega reduzidos, custos operacionais reduzidos e melhor qualidade do produto.

Os cinco princípios do lean manufacturing:  o valor; fluxo de valor; fluxo; produção puxada e perfeição.

Valor: este princípio identifica o valor pela perspectiva do cliente ou seja o valor é criado pelo produtor mas é definido pelo cliente, em outras palavras as empresas precisam entender o valor que o cliente atribui a seus produtos e serviços o que por sua vez pode ajudar-nos a determinar quanto dinheiro o cliente está disposto a pagar,  a empresa deve se esforçar para eliminar o desperdício e o custo de seus processos de negócios para que o preço ideal do cliente possa ser alcançado com maior lucro para empresa.

Fluxo de valor: Esse princípio que envolve registrar e analisar o fluxo de informações ou materiais necessários para produzir um produto ou serviço específico com a intenção de identificar resíduos e métodos de melhoria, o fluxo de valor abrange todo ciclo da vida do produto desde a matéria-prima até o descarte. As empresas devem examinar cada etapa do ciclo em busca de desperdício ou mudança tudo que não agrega valor deve ser eliminado recomenda o alinhamento da cadeia de suprimentos como parte desse esforço.

...

Baixar como  txt (23.8 Kb)   pdf (123.2 Kb)   docx (20.8 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no Essays.club