Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O CONTEXTO EDUCACIONAL ATUAL

Por:   •  31/10/2022  •  Abstract  •  4.388 Palavras (18 Páginas)  •  19 Visualizações

Página 1 de 18

CONTEXTO EDUCACIONAL ATUAL

 

Trabalho acadêmico apresentado como parte das exigências para aprovação na disciplina Psicologia e Educação, sob condução da Professora

São Paulo
2022

RESUMO

Hoje mais do que nunca, os indicadores de desempenho escolar apontam a importância dos recursos oferecidos nas escolas e o quanto que essas questões beneficiam os alunos e também professores, porém, não é a realidade da maioria das escolas públicas.

O ensino das escolas foi extremamente prejudicado neste período, além das dificuldades vivenciadas pelos alunos no ensino à distância, observou-se grande resistência dos pais nesta modalidade de ensino, prejudicando ainda mais o processo de aprendizagem, que tenta ser recuperado atualmente com o retorno das aulas em modalidade presencial com diversas dificuldades.

A troca de conhecimentos com outras áreas é vista positivamente por autores que discutem sobre a atuação do psicólogo escolar, pois o trabalho na escola passa, necessariamente, pela necessidade de um trabalho interdisciplinar que envolva à comunicação entre pedagogia e psicologia.

No que se refere aos requisitos éticos, é dever do profissional de saúde estar comprometido com o modelo ético político e enfrentar as barreiras de qualquer tipo de preconceito, estigmas, segregação e discriminação dentro da instituição, promovendo uma convivência com respeito e união entre os envolvidos, por orientações, rodas de conversa e projetos com base nos princípios da declaração de direitos humanos.

Essa dificuldade é evidenciada pela profissional entrevistada que aponta a necessidade da contratação do psicólogo no âmbito escolar, principalmente pelo fato dos professores também precisarem deste auxilio e trabalho em conjunto para conseguirem lidar com as demandas de todas as crianças.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Em face do cenário atual da educação no Brasil que está visualmente defasado devido ao o ensino escolar se mostrando insuficiente, com baixa adesão de alunos, pois devido à condição econômica preferem trabalhar a dar início e continuar os estudos.  Estamos em uma era pós-pandemia onde certamente houveram milhares de estudantes afetados, afogando a educação no Brasil, pois se tem alunos e professores desgastados e sem animo após todo esse processo.

A diretriz curricular escolar básica tem como objetivo certificar a autonomia da escola e proposta pedagógica, após o cenário do Covid-19 que atingiu o mundo inteiro, o governo atual segue com as diretrizes aprovadas pela lei nº 934, complementando o direito escolar do indivíduo. A educação no Brasil obteve diversas alterações nos últimos 20 anos, houve uma grade melhoria em relação ao analfabetismo, mas segue na 73° posição comparando com os outros países, o papel fundamental escolar é cuidar da formação de indivíduos, as praticas ocupadas pelo governo nada mais é que um agrupamento das politicas publica estabelecido.  

Como afirma Rochele (2020, p. 32), “Estudos demonstram que períodos longe da escola podem impactar em aspectos de saúde mental e processo de aprendizagem das crianças”. Desta forma percebe-se a necessidade em adorat medidas para tentar recuperar o prejuízo causado devido isolamento social.

O cenário da educação atual faz com que a escola lide com diversos desafios ao longo do período escolar do aluno, o fracasso e desempenho escolar têm se mostrado cada vez maior, e o papel da escola nestes casos e como está lidando com esses acontecimentos é extremamente importante, a escola atualmente não tem uma base concreta ou apoio governamental para administrar de maneira correta esses processos, a forma encontrada para dar um apoio durante esses processos são intervenções dentro do ciclo escolar, como por exemplo tentar entender o que acontece na vida do aluno, e perante as dificuldades encaminhar a rede de apoio como as Unidades básicas de saúde por exemplo.

DESENVOLVIMENTO 

A escola pesquisada através da entrevistada

A escola que a professora entrevistada leciona está localizada na região leste do estado de São Paulo, mais especificamente na cidade de Suzano, faz parte do grupo de escolas estaduais e conta atualmente com ensino destinado ao ensino fundamental II (alunos de 11 a 14 anos de idade) e ensino médio (alunos de 15 a 17 anos de idade).

Conforme gráfico abaixo do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) os resultados apresentados pela escola foram aumentando gradativamente ao longo dos anos, ainda assim observa-se a necessidade de melhoria em diversos aspectos que influenciam nos índices que apontam o nível de aprendizado dos alunos.

[pic 1]

A escola conta com uma estrutura básica, considerada padrão de normalidade nas escolas estaduais de São Paulo, sendo internet, quadra esportiva coberta, laboratório de informática, sala de leitura, pátio coberto, dentre outros componentes de estrutura que são básicos. Conforme apontado pela entrevistada, muitos dos recursos oferecidos não têm qualidade adequada, como por exemplo, a internet. Hoje mais do que nunca, os indicadores de desempenho escolar apontam a importância dos recursos oferecidos nas escolas e o quanto que essas questões beneficiam os alunos e também professores, porém, não é a realidade da maioria das escolas públicas.

Segundo pesquisas apresentadas pelo portal QEDU é possível perceber que os pais e responsáveis pelos alunos não são participativos no processo de aprendizado dos alunos. Na última pesquisa realizada 55% dos alunos que participaram afirmaram que os pais ou responsáveis costumam conversar sobre os acontecimentos da escola esporadicamente e 46% afirmaram que os pais e responsáveis costumam a ir em reuniões de vez em quando. Conforme apontado pela entrevistada, os números preocupam, pois, a comunidade não está alinhada aos objetivos da escola, o que contribui para que diversos aspectos prejudiquem o aprendizado de qualidade. 

Trata-se de uma abordagem que parte de uma determinada concepção da natureza e da gênese da queixa escolar, entendida como aquela que tem, em seu centro, o processo de escolarização. Trata-se de um emergente de uma rede de relações que tem como personagens principais, via de regra, a criança/adolescente, sua escola e sua família. O cenário principal em que surge e é sustentada é o universo escolar. (SOUZA, 2020, p. 100)

Os impactos causados em decorrência do isolamento social e a pandemia no contexto escolar foram inúmeros e ainda são percebidos de forma marcante no desenvolvimento dos alunos. Muitos quando questionados atualmente sobre os planos futuros, se mostram sem perspectiva, algo que antes era um motivo para apresentar um bom desempenho na escola, bem como alunos mais ansiosos, com problemas psicológicos e diversos outros resquícios que a pandemia deixou e afetam as crianças e os adolescentes.

...

Baixar como  txt (29.1 Kb)   pdf (258.6 Kb)   docx (130.8 Kb)  
Continuar por mais 17 páginas »
Disponível apenas no Essays.club