Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Relatório de Prática Projetual Luminária

Por:   •  15/12/2022  •  Resenha  •  743 Palavras (3 Páginas)  •  84 Visualizações

Página 1 de 3

RESENHA DESCRITIVA ACADÊMICA

BONFIM, Gustavo A. Sobre a possibilidade de uma teoria do design. Revista de periodicidade semestral – Associação de Ensino de Design do Brasil (AEDB) – Rio de Janeiro

A reflexão trazida no artigo: Sobre a possibilidade de uma Teoria do Design, produzido pelo Doutor Gustavo Amarante Bonfim, lançado pela Revista de Periodicidade Semestral juntamente com a Associação de Ensino de Design do Brasil (AEDB).

Como o próprio título, auto explicativo já diz, o artigo tem como objetivo trazer uma reflexão sobre a possibilidade de uma teoria do design, utilizando os estudos sobre praxis na história dos projetos de objetos de uso e disciplinas que atualmente ensinam no design, relacionando-as entre si, além de apresentar uma análise e características das denominadas ciências clássicas e do design dentro do tema da possibilidade de uma possível teoria do design.

O artigo é dividido em três partes que abordam aspectos, características e informações do principal assunto de cada parte. A primeira parte, aborda a relação entre a teoria e a prática na história do design. Nesse capítulo, é relatado sobre a história da evolução da configuração dos objetos de uso. No início, os artesãos dominaram a produção de vários objetos únicos e posteriormente, com a evolução das manufaturas e produção de pequenas séries, nasceram as primeiras academias de arte de qualificação pessoal com objetivo de criação de formas. E por último, o nascimento da industrialização da produção desses objetos, acarretou na substituição da arte pelo processo de configuração. Essa substituição, acabou despertando, então, a vontade de aceitação da configuração através do design, gerando uma grande quantidade de conhecimento de teorias ou outras ciências, que nos dias atuais, externam a enorme abrangência da formação de um designer.

Na segunda parte, o artigo retrata de forma mais detalhada algumas características das ciências e do design para a construção de uma teoria do design., além de tentar apresentar sobre como essa construção pode seguir diversos caminhos. Nessa análise, o autor explica sobre como as teorias científicas são construídas e como elas podem ser formuladas, através de dois tipos de processos: o processo dedutivo onde se parte majoritária e termina na parte minoritária, e o processo indutivo que é praticamente o inverso. O autor também aborda o estudo sobre o objeto de uma teoria ser da jurisdição da Ontologia, essa, por sua vez, classifica três categorias de objetos do conhecimento: O ser específico que representa o ser real, empirismo; O ser geral, que representa o ser formal, linguístico; e o ser supremo, que representa o ser ideal, a utopia. Ainda nesse capítulo, o escritor, apresenta a atividade do design como atividade orientada por uma ou mais organizações que possuem poder sobre uma sociedade. O que se faz repensar sobre a tradução dos objetivos e transformá-los em táticas de desenvolvimento de uma sociedade para atingir e completar suas metas, que por sua vez, pode ser representado por dois tipos de situações: Uma meta distante de ser alcançado (o ser supremo) ou uma demonstração de possibilidade de alcançar uma meta (o ser específico). Nesse capítulo, é possível entender que o Design é uma práxis, que utiliza a produção de objetos de uso e sistemas de informação.

...

Baixar como  txt (4.9 Kb)   pdf (56.9 Kb)   docx (9.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no Essays.club