Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Relatório baseado nas demonstrações financeiras de uma Indústria de bens de capital.

Por:   •  24/6/2019  •  Pesquisas Acadêmicas  •  529 Palavras (3 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 3

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS

MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria

Gestão de Capital de Giro

Professor:

Santo André

2016

Relatório baseado nas demonstrações financeiras de uma Indústria de bens de capital.

  • Principais mudanças nas contas ativas;
  • Principais mudanças nas contas passivas;
  • Impacto na DRE
  • Mediante a análise, constatamos que nos últimos 3 anos a empresa diminuiu suas aplicações, possivelmente porque aumentou o seu imobilizado, que se caracterizava em 25% do seu ativo mudou para 42% no último ano, o que acarretou mais empréstimos a longo prazo. Em 2006 sua representatividade em aplicações financeiras era de 5%, diminuindo até 1% em 2008, isto ocorreu porque talvez tenha utilizado os recursos para investir em máquinas e equipamentos.
  • Houve aumento no contas a receber (clientes) e conseqüentemente em estoques devido a isso.
  • Sua liquidez corrente o índice até está satisfatório, com o valor de 1,50, mas isso ocorreu porque aumentou muito suas contas a receber e estoque, lembrando que estoque alto é considerado “dinheiro parado”, o que de certo ângulo não seria saudável para a empresa.
  • Seu Endividamento Oneroso aumentou aproximadamente 100%, ou seja, aumentou muito o uso de bancos para financiar a sua operação. Outro índice, que também caracteriza e melhor demonstra essa situação é o grau de desconto de duplicatas, que menciona uma necessidade imensa de capital de giro.
  • Sobre os índices de liquidez, se observa que a empresa possui baixa capacidade de pagamento, seja imediato ou em longo prazo. Em uma hipótese de não gerar vendas, se subestima um pessimismo, com um índice abaixo de 1,00.
  • O prazo de pagamento (contas a pagar) está muito baixo, diminuiu de 70 para 59 dias. Os fornecedores podem estar por dentro da situação atual de risco da empresa e diminuíram os prazos para não correr o risco de não receberem.  Com muito prazo para receber de seus clientes, gera-se um estoque oneroso e um aumento de custo, já que a necessidade de capital de giro aumentou muito, devido seus investimentos.
  • Despesas financeiras aumentaram de 6% para 15%.
  • O lucro líquido vem caindo mesmo com as receitas aumentando.
  • Prazo médio de recebimento: Os prazos aumentaram muito. De 79 para 94 dias. Pode ser devido o aumento das vendas e a falta de organização das contas a receber.
  • Ciclo Operacional: O processo está demorado. Aumentou de 153 para 207 dias.
  • O prazo de recebimento é muito demorado
  • A renovação de estoques só aumenta
  • A empresa paga muito antes de receber
  • Ciclo Operacional de caixa: A empresa está demorando muito para gerar caixa. Sua capacidade está muito baixa.

Possíveis Estratégias

Setor Administrativo/ financeiro

  • Redução do capital total empregado
  • Diminuir os índices de duplicatas descontadas
  • Mudar a politica de crédito e cobrança, dando uma porcentagem de desconto, caso o pagamento seja feito antes da data de vencimento, com 28 dias.
  • Estudar os valores de insumos, para aplicar mais margem em seu material.
  • Vender parte da empresa para um investidor

Estoque

  • 1º Resolver os problemas internos da empresa que dependem de nós, como estoques.
  • Realizar o processo de Just in Time, ou seja, realizar a produção conforme os pedidos forem sendo realizados.
  • Observar o setor de produção, se não está havendo perca de insumos, para diminuir os possíveis custos desnecessários.

...

Baixar como  txt (3.5 Kb)   pdf (114.1 Kb)   docx (9.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no Essays.club