Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

ATPS – ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS: Contabilidade de Custos

Por:   •  18/12/2017  •  1.506 Palavras (7 Páginas)  •  39 Visualizações

Página 1 de 7

...

Desembolso: Pagamento da aquisição de um bem ou serviço adquirido que pode ser feito antes, durante ou após a entrada da utilidade comprada, portanto defasada ou não do gasto.

Investimento: Aplicação de dinheiro em um bem adquirido que futuramente possa dar retorno e gerar benefícios financeiros.

Despesa: Bem ou serviços consumidos direta ou indiretamente pare a obtenção de receitas. Classificam-se em operacionais e não operacionais.

Despesas Operacionais: São os gastos necessários à manutenção da atividade da empresa.

Despesas Não-Operacionais: São as decorrentes das transações não incluídas nas atividades principais ou acessórias da empresa.

Receita: Entrada de ativo sob a forma de dinheiro ou de direitos a receber, correspondente normalmente à venda de bens ou serviços. Classificam-se em operacionais e não operacionais.

Receitas Operacionais: São as receitas provenientes do objeto de exploração da empresa, e classificam-se em: Receita da Atividade Técnica ou Principal e Receita Acessória ou Complementar.

Receita Técnica ou Principal: É a atividade principal da empresa como a venda produtos, mercadorias ou serviços.

Receita Acessória ou Complementar: Decorrem da receita da atividade principal, e representam rendimentos complementares.

Receitas Não-Operacionais: São ingressos provenientes de transações (atípicas ou extraordinárias) não incluídas nas atividades principais ou acessórias da empresa.

Perda: Consumo de bens ou serviços de forma anormal e/ou involuntária. Pode, também, ser entendida como o resultado líquido desfavorável resultante de transações ou eventos não relacionados às operações normais da empresa.

Ganho: Resultado liquido favorável resultante de transações ou eventos não relacionados as operações normais da entidade.

Lucro/Prejuízo: Diferença positiva negativa entre receita e despesa ganhas e perdas.

Custeio: Métodos para a apropriação dos custos ao produto.

Custo: Gasto relativo à bem ou serviço utilizado (consumido) na produção de outros bens ou serviços.

Passo 4: Responder as questões propostas.

Classificar os eventos abaixo, relativos a uma indústria de manufatura, como investimentos (I), Custo (C), Despesa (D) ou Perda (P), seguindo a terminologia:

( I ) compra de matéria - prima

(C ) consumo de energia elétrica

( C ) Utilização de mão de obra

( C ) consumo de combustível

( D) gastos com pessoal do faturamento (salario)

( I ) Aquisição de maquinas

( C ) Depreciação das maquinas

( D) Comissões proporcionais ás vendas

(D ) Remuneração do pessoal da contabilidade geral (salario)

(D ) Depreciação do prédio da empresa

(C ) Consumo de matéria - prima

(C ) Aquisição de embalagens

( P) Deterioração do estoque de matéria - prima por enchente

( D) Remuneração do tempo do pessoal em grave

(C ) Geração de sucata no processo produtivo

( P ) Estrago acidental e imprevisível de lote de material

( P ) Reconhecimento de duplicata como não recebível

( I ) Gastos com desenvolvimento de novos produtos e processos

( D ) Gastos com seguro contra incêndio

( D ) Consumo de embalagens

Assinalar Falso (F) ou Verdadeiros (V), á luz dos Princípios fundamentais de Contabilidade:

( V ) O registro dos encargos financeiros deve ser tratado na contabilidade como despesa, não como custo.

( F ) O custeio por absorção deriva da aplicação dos princípios de contabilidade geralmente aceitos.

( V ) Os encargos financeiros são custos de produção, já que podem ser identificados com financiamento de matérias - primas ou outros fatores de produção.

( F ) Em períodos de alta inflação deve-se nas compras a prazo, separar o que é valor efetivo de compra do que é encargos financeiro embutido pelo prazo negociado.

Assinalar a alternativa correta:

O processo básico da contabilidade de custos consiste nas seguintes etapas:

a) Separar os custos das despesas, apropriar os custos diretos e ratear as despesas.

b) Separar os custos indiretos, apropriá-los aos produtos e ratear os custos fixos.

c) Separar os custos das despesas, apropriar os custos diretos e ratear os indiretos.

d) Separar os custos das receitas, apropriar os custos diretos e ratear os indiretos.

e) Separar os custos das despesas, apropriar os custos fixos e ratear os indiretos.

- Devem ser classificados como custos de produção os itens:

a) Matéria - prima, mão - de-obra, honorários da diretoria.

b) Honorários da diretoria, fretes e seguros da fábrica.

c) Seguros da área de produção e material direto.

d) Matéria - prima, telefone, salário da administração.

e) Salario da administração, material direto, perdas.

- Devem ser contabilizados como despesas os itens:

a)

...

Baixar como  txt (11.5 Kb)   pdf (59.5 Kb)   docx (19.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no Essays.club