Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO NO SETOR PÚBLICO: O CASO DA SECRETARIA DE SÁUDE DE JUSSARA-GO

Por:   •  16/9/2017  •  2.776 Palavras (12 Páginas)  •  110 Visualizações

Página 1 de 12

...

A metodologia utilizada fora a de entrevistas em visitações nos setores, conversas formais e informais com funcionários tendo assim um panorama da situação, donde cada item foi cuidadosamente tratado para o melhor entendimento das pessoas leigas ou não, e o seu melhor aproveitamento das informações. Informações estas que são a base do conhecimento, base da Gestão e da Administração, neste setor não diferem-se nada com a importância dada a informação, pois dela, a informação, sendo bem tratada ou não, estará dependendo de principalmente verbas tanto Estaduais como Federais.

Metodologia

Foi utilizado o sistema de questionário, onde em comum acordo, foram formuladas 10 perguntas chaves, de onde poderíamos ter respostas múltiplas dos quais todos responderam. Nossas visitas em campo foram para verificar como ocorriam os processos, do início da informação o tratamento dela e por fim o resultado de todo o processo.

Referências – Campo – Técnicas

O Município de Jussara está localizado a Noroeste do Estado de Goiás, na microrregião do Rio Vermelho. Possui uma área de 4.092,456 km², com latitude de 15º52´32’’ ao sul do Equador e longitude de 50º52’04’’ do Meridiano de Greenwich. Limita-se com os municípios de Britânia, Fazenda Nova, Novo Brasil, Itapirapuã e Montes Claros. Sua população, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), era de 19 402 habitantes em 2014.[4]

Com essa área geográfica, e sua população em vasto crescimento, a Secretaria de Saúde do município tem um desafio enorme para a sua mensura, pré-atendimento e atendimento de sua população. Possuindo 4 (quatro) Unidades de PSFs (Programa Saúde da Família) em distintos bairros do município, citamos PSF- Onésia Câncido da Silva (setor Vila Nova), PSF – Maria Rita do Nascimento (Setor Planalto), PSF – Centro de Saúde Jussara (Setor Goiás), PSF – Antônio Sabino Alves (Setor Nova Jussara), 3 (três) unidades em Distritos – Posto de Saúde Campo Alegre, Posto de Saúde Betânia e Posto de Saúde São Sebastião do Rio Claro. Além dos PSFs e postos de Saúde, há também Unidades Especiais, como o Lar Beneficiente Bom Jesus (Setor Goiás - Asilo), CRER (Centro de Reabilitação de Deficiente Físico de Jussara – Setor Goiás), Mini Cais de Jussara (Setor Planalto), CEO (Centro Odontológico Municipal Militão Fernandes Alves – Setor Guanabara), Hospital Municipal Dr° Abiud Ponciano Dias (Setor Guanabara) e é claro a Sede da Secretaria de Saúde do Município (Setor – Goias), com anexo a uma Unidade Móvel Odontológica, que faz parte também a unidade central do SAMU.

O principal desafio encontrado é o da comunicação entre as unidades via sistemas, uma vez que os dados demoravam a serem lançados no Sistema do Ministério da Saúde, que estava na Secretaria de Saúde. Os dados eram todos manuscritos, em cada unidade, depois a cada data de fechamento do Ministério da Saúde, eram levadas a Secretaria de Saúde, passadas aos funcionários correspondentes a cada setor, e até então digitados por eles, feito análise, valoração de cada procedimento e por fim, registrado no Sistema do Ministério da Saúde.

Nestas rotinas, em muitas pesquisas, a Gerência da Secretaria de Saúde e sua equipe, conseguiram observar e salientar, muitas perdas em dados informados, acarretando prejuízos incontáveis para retorno de verba, eis que as Verbas Governamentais só são enviadas aos Municípios de acordo com as informações devidamente fornecidas e Prestações de Contas.

Há também barreiras em algumas comunicações com o Ministérios, sendo que muitos de seus programas, não se comunicam entre si[5], tendo os Municípios procurar uma adequação a cada minuto.

Neste momento, a Gerência da Secretaria de Saúde vê a necessidade de uma adequação rápida aos seus sistemas ainda muitos aspectos arcaicos, para os padrões, constituindo-se assim uma emergência total para melhor adequação e tratamento das informações.

Devidamente autorizados, procurou-se então, entre muitos softwares que há no ramo de Saúde um que pudesse oferecer tratamento adequado as informações e que coloca-se enfoques em categorias que até então não tão explorados. Citamos essas categorias: - Resultados Financeiros, - Comportamento dos Colaboradores, - Produtividade, - Nível de Otimização, - Aprendizagem Organizacional, - Aumento de Segurança.

Software Implantado

ICS Sistemas de Gestão de Saúde, com 20 anos de experiência no setor mais de 20 Prefeituras entre o Estado de Goiás e o Estado de Tocantins, segundo seus proprietários: Somos uma empresa especializada em criar soluções para gestão em Saúde, seguindo os rigorosos critérios e normas especificados pelo Ministério da Saúde. Sua Atuação, “Todo cidadão possui o direito de acesso ao sistema de saúde, e cabe ao Poder Público o dever de promover esse acesso de forma organizada e eficaz. Para isso, os Governos Municipais e Estaduais dispõem agora do ICS, Sistema de Gestão em Saúde. Um sistema capaz de ordenar os serviços de saúde, levando benefícios como conforto, segurança e praticidade nos serviços de saúde ao cidadão.

Soluções, “Nossas soluções possuem como principal diferencial, lhe auxiliar nas tomadas de decisões, buscando alcançar o fortalecimento na gestão transparente em saúde. Isso só é possível por meio de ferramentas automatizadoras de processos, consolidando as informações, afim de mostrar os resultados obtidos em cada setor da saúde.”[6]

Com essas metas, diretrizes e uma consultoria ativa, tendo suporte diário e auxílio nos mais diversos assuntos, fora feito o contrato.

Aprendizagem organizacional

Todas as organizações precisam de dados para fazer uma tomada de decisão racional. Atualmente, o desenvolvimento de tecnologias com grande capacidade de armazenamento, é o que permite o seu sustento (DAVENPORT, 2001).

Gouveia et al (2010) destacam que diariamente, as pessoas recebem uma grande quantidade de dados, através de jornais, revistas, televisão, conversas, internet, etc., podendo ser úteis, ou não, para uma determinada tarefa.

Na informação a diferença dos dados possui um significado. É o resultado do processamento dos dados. Ou seja, os dados foram analisados e interpretados sob determinada ótica, e a partir dessa análise se torna possível qualificar esses dados. A informação é capaz de mudar a forma como o receptor percebe alguma coisa,

...

Baixar como  txt (19.1 Kb)   pdf (119.3 Kb)   docx (18.1 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »
Disponível apenas no Essays.club