Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

SEBO - VIADUTO OTÁVIO ROCHA - RS

Por:   •  8/11/2018  •  5.882 Palavras (24 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 24

...

2.2. Títulos

Porto Alegre já recebeu os seguintes títulos: Metrópole nº1 em qualidade de vida do Brasil (Organização das Nações Unidas/ONU 1996, 1998, 2002); Melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as metrópoles nacionais, segundo dados da ONU e do Instituo de Pesquisa Econômica Aplicada/IPEA, 2001; Orçamento Participativo, um dos 40 melhores modelos de Gestão Pública Democrática/Programa Habitat da ONU; 2ª Melhor Cidade Brasileira para Investimentos, pela Revista Exame 2000; Uma das cidades com maior potencial de crescimento mundial e uma das mais preparadas para receber investimentos nos próximos dez anos, segundo o levantamento World Winning Cities, da consultoria inglesa Jones Lang LaSalle que analisou mais de cem municípios em todo o mundo. Porto Alegre é a única brasileira entre as 24 recomendadas no estudo/2004; Prêmio Prefeito Criança 1999, 2000, 2001/ABRINQ; Cidade Educadora, prêmio conquistado na Espanha; Carris, a melhor empresa de transporte urbano do país, Top de Marketing e Top Of Mind, segundo a Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros/ANTP-1999,2001 e 2002; Capital Cultural do Mercosul 2000; Destaque na categoria Controle da Poluição no 12º Prêmio Expressão de Ecologia/Revista Expressão/2004, com o case “Os Ares de Porto Alegre-Campanha Cidades pela Proteção Climática”; Hospital de Pronto-Socorro - referência nacional em pronto-atendimento;

2.3 DIAGNÓSTICOS

Uma empresa específica do Viaduto Otávio Rocha

O “Sebo” (Nome em processo de criação) é uma empresa privada , apesar de necessitar de concessão da prefeitura local, de pequeno porte, considerando o número de funcionários, seu baixo faturamento, com administração de natureza familiar e centrada na figura do permissionário, porém há presença de forte valor emocional e familiar em relação aos funcionários e clientes. A localização é privilegiada por se situar na extremidade de uma rampa do viaduto. Isto a torna única. Possui características que agrega valor como a iluminação e acessibilidade. As portas são voltadas para a rua e possui janelas ovais e redondas que permitem a entrada de energia solar. O estabelecimento comercializa CDs usados, discos em vinil e livros. O moderno e o tradicional se encontram em um mesmo espaço que vende “o velho” , este espaço procura estar inserido no contexto atual sem abandonar seus princípios e valores. O desejo de inovação é bastante visível quando se observa algumas estratégias como um espaço exclusivo para conversar com parentes e também clientes, o desejo de membros capacitarem educacionalmente, buscando melhorias para o estabelecimento.

Sebo – aspectos de gestão

Ramo de atividade comercial, compondo-se de livros, discos e CDs, organizados e catalogados pelos próprios funcionários, sem uma catalogação profissional, este sem formação específica para a tarefa, mas orientados pelo administrador. A oferta desses produtos classificam, este Sebo, de acordo com o administrador, como o único da cidade a vender três tipos de produto em um só lugar.

Classificação da empresa como empresa familiar administrada prioritariamente por um permissionário (local tombado). Entretanto, várias pessoas da família já fizeram parte do negócio, atuando no atendimento ao público, vendas, etc. Atualmente a esposa, a irmã e a sobrinha do permissionário auxiliam-no na direção da empresa. Totaliza-se assim um número de 04 pessoas atuando como profissionais dentro do estabelecimento comercial, sendo que 01 delas é administradora. Esporadicamente são contratados outros funcionários temporários para ajudar neste mesmo tipo de atividade.

Planejamento futuro de abertura de filial para ficar sob a direção da sobrinha do permissionário, especializando-se na venda de discos e CDs.

Aspectos psicológicos estão diretamente entrelaçados com a existência da empresa, sendo esta uma extensão da casa, além de ser local de trabalho e de festas, ressalta a família. O sebo trata-se de uma casa de portas abertas para a rua, mas que procura manter acima de qualquer outro valor os sentimentos e os laços familiares.

3. Aspectos Sociais

Raça:

- 61,85% dos indígenas gaúchos são pobres;

- 59,66% dos negros são pobres;

- 47,24% dos pardos são pobres;

- 38,18% dos brancos são pobres.

Escolaridade:

- 69,17% dos gaúchos que freqüentam até um ano de escola são pobres;

- 56,08% dos gaúchos que freqüentam de um a quatro anos de escola são pobres;

- 46% dos gaúchos que freqüentam de quatro a oito anos de escola são pobres.

Região:

_______________________________________________________________

- 60,24% dos moradores da área rural são pobres;

- 40,73% dos moradores das cidades com até 20 mil habitantes são pobres;

- 40,68% dos moradores das cidades entre 50 mil e 150 mil habitantes são pobres;

- 37,93% dos moradores da periferia de Porto Alegre são pobres;

- 27,77% dos moradores das grandes cidades gaúchas (mais de 150 mil habitantes) são pobres.

Ocupação:

- 79,99% dos desempregados são pobres;

- 55,85% dos trabalhadores do mercado informal são pobres;

- 44,78% dos que trabalham por conta própria são pobres;

- 41,79% dos inativos são pobres;

- 38,27% dos trabalhadores do mercado formal são pobres;

- 17,56% dos funcionários públicos são pobres.

Idade:

- 54,22% dos gaúchos que têm até 24 anos são pobres;

- 44,59% dos gaúchos que têm entre 25 e 44 anos são pobres;

- 36,67% dos gaúchos com 65 anos ou mais são pobres;

-

...

Baixar como  txt (42.5 Kb)   pdf (110.2 Kb)   docx (44.7 Kb)  
Continuar por mais 23 páginas »
Disponível apenas no Essays.club