Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O Sistema Financeiro Brasileiro

Por:   •  13/10/2017  •  920 Palavras (4 Páginas)  •  158 Visualizações

Página 1 de 4

...

8. De que forma foi realizado o financiamento dos investimentos para a substituição de importações? (o governo financiava indústrias para produzir no Brasil, bens que precisávamos importar).

R.: O financiamento do sistema restringia-se aos bancos comerciais, a algumas financeiras e aos agentes financeiros oficiais, com destaque para o Banco do Brasil e ao BNDE. Além desses o Estado teve que se valer das poupanças compulsórias, dos recursos provenientes da recém-criada Previdência Social, dos ganhos no mercado de câmbio com a introdução das taxas de câmbio múltiplas, além do financiamento inflacionário e do endividamento externo, feito a partir de agências oficiais.

9. Quais os principais eventos da segunda fase na evolução do Sistema Financeiro brasileiro, segundo Osias Brito?

R.: Segundo Osias Brito, os principais eventos da segunda fase na evolução do sistema financeiro brasileiro foram:

- criação da Inspetoria Geral de Bancos em 1920;

- criação da Câmara de Compensação em 1921;

- fortalecimento dos critérios e normas para atividade de intermediação financeira, como conseqüente crescimento da atividade bancária no país.

10. Como se estrutura o atual Sistema Financeiro?

R.: A atual estrutura do Sistema Financeiro decorre da reforma bancária implementada pela Lei nº 4.595, de dezembro do ano de 1964, conhecida como Lei da Reforma Bancária. Essa lei extinguiu a Caixa de Amortização, a CARED, a CAMOB e a fiscalização bancária que funcionava no Banco do Brasil, transferindo todas estas atividades para o Banco Central, inclusive a política cambial e a administração das reservas internacionais. A lei além da criação do Branco Central, criou o Conselho Monetário Nacional estabelecendo a política e a competência de cada um. Dessa maneira a estrutura atual pode ser observada dessa forma:

Órgãos normativos e fiscalizadores do Sistema:

- Conselho Monetário Nacional e suas Comissões Consultivas;

Entidades supervisoras do sistema:

- Banco Central;

- Comissão de Valores Mobiliários.

Instituições operadoras do sistema

- Instituições financeiras bancárias;

- Instituições financeiras não bancárias;

- Outros intermediários financeiros administradores de recursos de terceiros;

- Bolsa de valores;

- Bolsa de mercadorias e futuros;

Órgãos regulamentadores.

...

Baixar como  txt (6.4 Kb)   pdf (69.2 Kb)   docx (11.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no Essays.club