Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O PROCESSO DE INCLUSÃO AO LONGO DOS TEMPOS

Por:   •  3/11/2018  •  957 Palavras (4 Páginas)  •  19 Visualizações

Página 1 de 4

...

As instituição especializadas tinham o intuito de promover os serviços possíveis já que a sociedade não aceitava recebe-los nos serviços existente na comunidade.

Em 1960, com a criação de diversas organizações não- governamentais, tentou –se integrar os deficientes ao sistema sociais gerais da sociedade como: educação, família, trabalho e lazer, porem continuava com traços assistencialista, considerando os mesmo como pacientes passivos, incapazes de realizarem qualquer tarefa e como um problema a ser curado ou educado por algum tipo de serviço. A integração social tinha como objetivo a mudança da pessoa com deficiência e pouco se exigia da sociedade.

Com os movimentos internacionais e nacionais, surgiram declarações, convenções e legislações visando promover níveis de vida mais elevados e trabalho permanente para todos porem poucas leis e politicas foram destinadas a pessoas com deficiência.

A organização das nações unidas em 1981 proclamou o ano internacional das pessoas com deficientes, lançando o conceito de sociedade inclusiva, havendo uma necessidade mundial de reconhecer os direitos das pessoas com deficiência como membros integrantes da sociedade oferecendo a mesma igualdade de condições de vida igual a todos os outros cidadãos.

No Brasil, essa mobilização provocou alterações na forma de ver e lidar com pessoas com deficiência, despertando uma consciência de que eles são capazes de interferir e mudar a realidade. O processo de construção da cidadania do deficientes seguiu por alguns anos. O documento que representou essa tomada de consciência foi o Programa Mundial de ação relativos a pessoas com deficiência adotado pela ONU em 1982.

Portanto, o ano Internacional das pessoas com deficientes e o Programa Mundial de ação relativos a pessoas com deficiência deram características para a fundamentação do terceiro paradigma a do “suporte”, que tem como objetivo fazer com que os deficientes tenham o direito a convivência não segregado, acesso a recursos disponíveis aos demais cidadãos, sendo necessário que a sociedade disponha de suporte e instrumento que garantem o acesso e permanência em todo espaço público comum a vida, fazendo uma modificação na sociedade, tornando-a capaz de atender as necessidades de seus membros ,dando apoio necessário para as pessoas com deficiência para uma vida de qualidade que permita o maior nível de autonomia e de independência na administração e gerenciamento de sua própria vida, fazendo com que os mesmo tenham participação plena na sociedade como igualdade de oportunidades mostrando que apenas a integração não é suficiente.

...

Baixar como  txt (6.7 Kb)   pdf (46.3 Kb)   docx (13.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no Essays.club