Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

Monge e o Executivo

Por:   •  10/1/2018  •  1.261 Palavras (6 Páginas)  •  85 Visualizações

Página 1 de 6

...

Simeão diz que ouvir é uma habilidade essencial e fala também da diferença entre o poder e a autoridade. Juntos elaboram a definição de liderança e suas qualidades. Após este dia, John e Simeão passam a se encontrar antes das celebrações das 05h30min da manhã, conversando sempre sobre o aprendizado de John. Por conta da irritação do soldado que fala do assunto discutido ser um conto de fadas, Simeão inicia sua aula sobre novos e velhos paradigmas, onde no velho paradigma todos querem agradar ao chefe, presidente ou general, já no novo quem está no topo é o cliente, seguido por empregados.

Em outro encontro, o assunto discutido é a hierarquia das necessidades humanas de Maslow, que tem em seu topo a autorrealização, em seguida a autoestima, pertencimento e amor, segurança e proteção e por fim, comida, água e moradia. A diretora, questiona Simeão, sobre quem ele considera o maior líder, o frade diz ser Jesus Cristo, argumentando que dois dos maiores dias santos do país são baseados na vida de Jesus, que o calendário conta os anos a partir de seu nascimento, e que um líder deve servir. A enfermeira pede para que ele descreva esse estilo de liderança, e lembra que seu estilo é parecido com o dele.

Simeão fala de um fator que considera importante na liderança, os vários tipos de amor e destaca o amor ágape, explicando ser um amor traduzido pelo comportamento e escolha, não sentimento, diz que ele, junto com autoridade e liderança possuem características correspondentes. Ele lembra que bons comportamentos trazem grandes e bons sentimentos. Em outra aula ressalta a importância de um ambiente saudável para o crescimento profissional, onde damos lugar a motivação e o respeito, lembra, porém, que a mudança ocorre por conta própria, e somos responsáveis por nossos atos. Descreve os quatro estágios para adquirir novos hábitos e habilidades e que estes, são uma construção de caráter.

Em seu último encontro, dialogam sobre o que aprenderam e o trabalho duro que será para realizá-los. Simeão lembra que a recompensa será a alegria. Fala que o objetivo do retiro é evoluir a maturidade espiritual e psicológica, e que amar é o caminho para sair do poder do ego. Todos almoçam juntos e se despedem. John agradece Simeão por todas as coisas valiosas que havia aprendido. Sua esposa o busca e ele a surpreende com um grande abraço.

“O monge e o executivo” é um livro fascinante, relata a verdadeira importância de um líder, a forma de comportamento, organização e relacionamento que ele deve conter, nos levando a questionar nossa vida, e o tratamento que usamos com outras pessoas. O livro é composto por uma linguagem simples e clara, de fácil entendimento nas lições citadas por James, onde os ensinamentos ali mencionados se encaixam a diversas situações do cotidiano, podendo ser vivenciadas desde um empregado a um chefe ou presidente.

Como fator negativo, o livro apresenta muitos personagens, o que dificulta a leitura, podendo confundi-lo na identificação destes, porém, é um livro que traz consigo conceitos de outros autores, abordando melhor a lição citada. Hunter deixa claro que a liderança começa como uma importante escolha. É um livro que poderá trazer grande relevância na vida das pessoas que tiverem a oportunidade de ler.

...

Baixar como  txt (7.6 Kb)   pdf (46.3 Kb)   docx (13.8 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no Essays.club