Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS COMO FACILITADOR NO PROCESSO DE AUDITORIA INTERNA

Por:   •  8/11/2018  •  12.871 Palavras (52 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 52

...

2.2 Gestão de Risco 25

2.2.1 Conceito de Risco 25

2.2.1.1 Risco Operacional 26

2.2.1.2 Risco Legal 27

2.2.1.3 Risco Contratual 28

2.2.1.4 Risco de conformidade 28

2.2.1.5 Risco Político 28

2.2.1.6 Risco de Liquidez 28

2.2.1.7 Risco de Taxa 28

2.2.1.8 Risco de Mercado 29

2.2.1.9 Risco derivativos e proteção 29

2.2.1.10 Risco Contábil 29

2.2.1.11 Risco de controle 30

2.2.1.12 Riscos de desastre 30

2.3 Importância e aspectos essenciais do controle interno 30

2.4 Avaliação do Controle Interno 31

2.5 Os ganhos com a Sarbanes-Oxley 32

2.6 Resultados esperados pelos métodos para identificação dos riscos 33

2.7 Objetivos de controle interno 33

2.7.1 Salvaguarda dos Interesses 34

2.8 Classificação de controles internos 35

2.8.1 Controles do sistema contábil e de informações 35

2.8.2 Controles organizacionais 36

2.8.3 Controles de procedimentos e do fluxo de documentação 36

2.9 Diretrizes para a implantação e revisão de controles 37

2.10 Controles internos estratégicos 37

2.10.1 Procedimentos de controles internos 38

2.10.2 Exemplo de sistemas de controles internos 38

2.10.2.1 Cadastramento de clientes 38

2.10.2.3 Conheça seu funcionário 38

2.11 Manual de controles internos 39

2.11.1 Visão de processos 39

2.11.2 Necessidade da Padronização das atividades empregadas 40

2.11.2.1 Controle 40

2.11.2.2 Procedimentos 42

2.11.2.3 Processos 42

2.11.3 Estabelecimento de políticas e critérios 43

2.11.4 Necessidades de entendimento, por parte de todos, da importância dos procedimentos 44

2.12 Tipos de controles internos existentes 44

3 A AUDITORIA VERSUS CONTROLES INTERNOS 46

3.1 Auditoria e ferramentas de controle interno como parte do processo decisório 46

3.2 Limitações do controle Interno 50

3.4 Fraudes e desfalques nas empresas 51

3.4.1 Responsabilidade pela prevenção e detecção de fraudes nas empresas 52

3.4.2 Responsabilidade do auditor 53

CONSIDERAÇÕES FINAIS 54

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 56

REFERÊNCIAS WEBGRÁFICAS 57

---------------------------------------------------------------

INTRODUÇÃO

Com o crescimento das organizações e com a variação de atividades econômicas, tornou-se imprescindível aos administradores controlar os eventos das empresas a eles confiados. Para isso os administradores buscam na contabilidade o auxílio para as tomadas de decisões, com o intuito de atingir os objetivos e fins que foram definidos, tornando-se um sistema de informação e avaliação econômica e de produtividade relacionado à organização.

Diante deste contexto este trabalho tem por finalidade demonstrar o conceito de controles internos e a sua importância no processo de auditoria interna, para garantir a segurança dos dados para administradores e investidores.

Na circunstância em que os sócios e acionistas também necessitam de informações reais das contas da organização trazendo a veracidade dos dados, através de relatórios contábeis, sendo assim, a auditoria é o serviço de verificação de controles e rotinas de trabalho.

No Brasil a aplicabilidade da auditoria ainda é vista como uma atividade nova, sendo dividida em auditoria interna e externa, que consistem em alcançar objetivos parecidos, a partir de métodos e procedimentos.

A auditoria interna, pode ser entendida como uma atividade necessária que a organização desenvolve, gerando opções nas alternativas de trabalho, de controle e assessoria. Já a auditoria externa é vista como uma atividade independente do empreendimento, que consiste em avaliar as operações contábeis, financeiras e operacionais da mesma.

O controle interno é um conjunto de regras e diretrizes com o intuito de minimizar o risco de abuso de poder, erro, fraude e ineficiência, há necessidade das metas a serem alcançadas nas organizações por meio de uma ação preventiva, podendo assim ser capaz de antecipar erros e adulterações possíveis. Essas metas são preventivas, com o intuito de proteger os seus ativos, assegurando fidedignidade e integridade dos registros, informações contábeis, para que todos estejam cientes dos procedimentos adotados pela organização.

---------------------------------------------------------------

1 AUDITORIA

A contabilidade diante de suas técnicas tem por finalidade estudar e controlar o patrimônio e suas variações sendo essas quantitativas ou qualitativas, analisando-as em sua plenitude, tendo como foco a qualidade dos serviços prestados. A auditoria é uma dessas técnicas a fim de passar confiabilidade às demonstrações contábeis e as informações nelas contidas.

...

Baixar como  txt (92.5 Kb)   pdf (164.8 Kb)   docx (67.2 Kb)  
Continuar por mais 51 páginas »
Disponível apenas no Essays.club