Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Sociologia

Por:   •  5/12/2018  •  2.203 Palavras (9 Páginas)  •  48 Visualizações

Página 1 de 9

...

Desenvolvimento

Primeiramente, para reforçar a ideia de um projeto que vise não só o lazer, mas que também estimule o raciocínio lógico e cognitivo, acreditamos que o jogo “Dixit” era o que melhor se encaixaria neste sentido, devido seu estilo focado no raciocínio e estratégia sendo focado para todas as idades. Segundo a Galápagos jogos¹, desenvolvedora do jogo: “Em Dixit, os jogadores assumem o papel do contador de histórias - o narrador. O narrador da vez deve olhar as 6 cartas em sua mão e, sem as revelar aos outros jogadores, falar uma frase sobre ela. Os outros jogadores devem então selecionar uma carta (também secretamente), de suas mãos, que mais combina com a frase dita pelo narrador. O narrador embaralha todas as cartas recebidas e as revela sobre a mesa. Agora com todas as figuras à mostra, todos os jogadores devem apostar para acertar a imagem do narrador!”.

Durante o contato com os diretores da casa de repouso, embora tenham aprovado a ideia do projeto de interação com os idosos, optaram pelo entrave em relação ao jogo escolhido, uma vez que segundo eles, se tratava de um jogo muito complexo para ser aplicado, mas assim deram a sugestão do jogo de bingo, já que se tratava de um jogo muito popular entre os residentes e gozava de ampla aceitação por parte da diretoria. Assim em reunião com o grupo, ficou acordado essa aplicação, faltando apenas a remodelação do novo projeto baseado neste jogo. Com o jogo escolhido, restava a compra dos brindes a serem distribuídos como prêmios das rodadas e materiais a serem usados, compra esta, que ficou encargo dos próprios membros do grupo se dividindo entre os mesmos.

Durante o dia da aplicação, 28 idosos estavam presentes no asilo, inclusive vale ressaltar que um idoso japonês também foi atendido para inclusão no jogo por meio de um representante do grupo. Também vale destacar o auxílio da própria casa de repouso, onde ajudaram com som, microfone e todo disposição do corpo de funcionários para que o evento seja realizado com sucesso. Optamos pela realização no pátio do asilo, uma vez que se tratava de uma área ampla e ventilada para melhor convívio dos idosos durante o jogo, o único ponto negativo se trata do horário aplicado, já que o horário permitido para visita foi das 14:00 as 16:00 impedindo da aplicação de mais rodadas do bingo.

Durante a aplicação do Bingo, percebemos uma grande aceitação por parte dos idosos, a ideia por parte do grupo não foi apenas o divertimento, mas também o benefício intelectual que ele traz para essa classe etária, com o bingo embora seja um jogo simples, ele exige grande concentração, sendo que caso ocorra a perda dela, o jogador perderá os números apresentados. Também o jogo desenvolve a coordenação, uma vez que se trata de um jogo muito rápido, em um ritmo constante, essa ligação entre ouvir os números e marcar nas cartelas pede ações rápidas, assim ajudando na coordenação dos idosos. O estímulo também é muito desenvolvido neste jogo, já que como tem um ritmo quase que frenético e a chance de ganhar causam empolgação e isso é intelectualmente estimulante.

Essas ideias vão de encontro com a de Castro: “as expectativas relacionadas à institucionalização e a necessidade de adaptação às novas rotinas, o lazer surge como instrumento de emancipação do idoso, não somente por contribuir ao seu equilíbrio biopsicossocial, mas por refletir-se como liberdade de escolha na busca pelo prazer”.

O principal empecilho encontrado para a realização do projeto foi a falta de datas para a aplicação na instituição, uma vez que por se tratar de integrantes que moram em cidades diferentes e que são atarefados com compromissos profissionais, o conflito de datas era inevitável, também por outros eventos sociais na própria casa de repouso, houve um empecilho com essa questão de datas junto a diretoria. Outro fator que gerou certa dificuldade foi o considerável número de idosos com algum tipo de restrição, no local há pessoas na melhor idade que apresentam casos de deficiência visual, mal de Parkinson, certo nível de demência, relativo número de idosos com mobilidade restrita, a comunicação de muitos apresentava-se debilitada, além da falta de memória significativa. Segundo Silva: “Em geral, o perfil do idoso institucionalizado caracteriza-se pelo aumento do sedentarismo, a perda da autonomia e a ausência de familiares, além das influências de fatores biológicos, doenças e outras causas externas comuns a essa fase de envelhecimento, destacando a ocorrência de quedas como um dos agravos à saúde mais importantes”

---------------------------------------------------------------

Conclusão

A população de melhor idade tem tido um aumento considerável ao longo dos tempos, a ONU(2009)² menciona que a população idosa no Brasil é de aproximadamente 21 milhões de pessoas, também de acordo com IBGE³ ( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em seu censo de 2011, cita esse crescimento da população idosa e o compara ao longo de 20 anos, sendo que em 1991 essa população correspondia a 4,8% do total, sendo que em 2011, esse número chegara a 7,4% do total da população. Com esses dados é notável o crescimento do números de pessoas da terceira idade no país, o que gera um aumento de visibilidade, se livrando cada vez mais do preconceito e estigma que sofrem, passando a serem considerados como processo natural da vida, também há uma crescente onda de pesquisas e produções a respeito desse tema, cujo antes se limitava ao declínio de aspectos vitais e declínios que tanto corpo, quanto a mente sofriam ao longo do tempo, mas passaram também a estudar as novas possibilidades que surgem nessa nova fase da vida.

Ao decorrer do processo de envelhecimento, necessita-se de um cuidado pessoal cada vez maior, é altamente necessário o suporte ao idoso para que ele consiga manter sua independência, tem de haver esse zelo para que se torne um processo saudável e ativo, caso não seja possível esse acompanhamento na vida diária, existe a possibilidade da inserção nas casas de repouso, uma vez que esses tipos de instituições visam garantir a qualidade de vida, a dignidade e os direitos da pessoa. Embora ainda se perpetue o preconceito com esse tipo de local, onde se cultua a ideia de “depósito de idosos”, cujo pessoas são abandonadas pela família motivadas pelo desprezo e faltava de compaixão ao idoso, o que se pôde perceber com esse projeto, foi exatamente o contrário, no Vila Vicentina há um considerável número de idosos que escolheram essa migração de residência para a

...

Baixar como  txt (14.1 Kb)   pdf (58.8 Kb)   docx (16.6 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no Essays.club