Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA

Por:   •  30/10/2018  •  11.866 Palavras (48 Páginas)  •  48 Visualizações

Página 1 de 48

...

Keywords: Sexuality; Adolescence; Ethic.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO......................................................................................10

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ...........................................................13

- SEXUALIDADE, ORIENTAÇÃO SEXUAL E IDENTIDADE DE GÊNERO.........................................................................................15

- Sexualidade..............................................................................15

- Orientação sexual....................................................................15

- Identidade de gênero...............................................................16

- A TEORIA DE FREUD....................................................................17

- ADOLESCÊNCIA.............................................................................20

- VIRGINDADE..................................................................................23

- Feminina .................................................................................24

- Masculino ................................................................................25

- SEXUALIDADE PREMATURA........................................................27

- Influência da mídia....................................................................28

- Influência da sociedade...........................................................30

- Ambiente familiar.............................................................30

- Os amigos.......................................................................32

- Educação sexual.......................................................................33

- PROSMICUIDADE...........................................................................36

- DST’s ( Doenças sexualmente transmissíveis)................................40

- Principais doenças....................................................................41

- Consequências........................................................................41

- Prevenção................................................................................42

- RELIGIÃO E SEXUALIDADE...........................................................43

- Posições de algumas religiões em relação à sexualidade........46

9. CONCLUSÃO .................................................................................51

10. REFERÊNCIAS ..............................................................................53

9. ANEXO .............................................................................................55

---------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------

Introdução

Sexualidade é um assunto muito amplo. Quando pensamos em sexualidade, logo, pensamos no ato sexual (coito), mas isto vai muito além do que apenas uma penetração. Geralmente relacionamos, no Brasil, Orientação Sexual a condição sexual que as pessoas desempenham (heterossexualidade, homossexualidade ou bissexualidade), quando na verdade deveriam ser relacionadas à educação que é feita (orientação) para uma vida sexual sem surpresas desagradáveis.

Erroneamente atribuímos a sexualidade à opção sexual, considerando dessa forma que a pessoa opta sobre sua sexualidade. Na realidade, esse pensamento é totalmente falso. Veremos neste trabalho que nós temos sexualidade desde quando nascemos e vamos obtendo experiências ao longo do tempo que vão nos transformando e nos definindo.

Virgindade. Somos livres para tomarmos a decisão de quando estamos preparados para o nosso primeiro ato sexual, mas, até qual ponto é ético uma criança e/ou adolescente perder sua virgindade tão cedo ? Muitas vezes o adolescente não está preparada e nem seguro para tal fato, porém sofre pressão dos amigos e/ou pessoas ao seu redor que de certa forma os forçam a perderem sua virgindade fazendo com que eles se exponham a problema de saúde física e mental a qual não tenham ciência e nem estejam preparados.

Discutiremos sobre promiscuidade. Livre arbítrio ou promiscuidade ? Ético ou antiético ? Este assunto é um tanto polêmico pelo fato de promiscuidade ser apontado na maioria das vezes às mulheres. Há sempre aquele pensamento a qual a sociedade denigre a mulher por seus vários parceiros e parabenizam aos homens por suas várias conquistas nestes assuntos de sexo. Qual a diferença entre a mulher e o homem ? Porque os direitos entre os sexo masculino e feminino seriam diferentes ?

Há um outro lado do preconceito em relação ao sexo livre (promiscuidade), que é a questão das doenças (DST's), quando a pessoa tem mais de um 2 parceiro em menos de dois meses ( que é o que OMS define como promiscuidade) há um risco de ela se submeter a essas doenças, pois não há um controle total, de acordo com os médicos.

A igreja tomou conta do sexo como forma apenas de reprodução e não para a satisfação de prazer do Homem. Faz tempo que a Igreja Católica cataloga em sua história uma série de equívocos filosóficos que redundaram em episódios de intolerância na divergência das ideias, como no célebre e, até hoje indigesto para o Vaticano, caso da condenação do ex-monge italiano Giordano Bruno, no século XVI. Hoje, um dos pontos mais controversos das questões da Cúria Romana envolve basicamente tudo o que tem a ver com sexo, área tão sensível para a maior parte das pessoas quanto estratégica como ferramenta para o exercício perverso

...

Baixar como  txt (79.6 Kb)   pdf (146.2 Kb)   docx (56.6 Kb)  
Continuar por mais 47 páginas »
Disponível apenas no Essays.club