Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

O Saneamento em Ananindeua

Por:   •  19/9/2022  •  Projeto de pesquisa  •  2.758 Palavras (12 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 12

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARÁ

CAMPUS BELÉM

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

SANEAMENTO

PROFESSORA: EVANICE GOMES

JAQUELINE DA SILVA VIRGOLINO

TRABALHO REFERENTE A 1° AVALIAÇÃO

BELÉM/PA

SETEMBRO DE 2022

A presente pesquisa tem como foco principal analisar a situação atual dos serviços de saneamento no município de Ananindeua (PA), tais como o serviço de abastecimento de água potável, serviço de coleta e tratamento de esgoto, serviço de coleta e tratamento dos resíduos sólidos e serviço de drenagem urbana. Visando ressaltar a importância da higiene para sociedade, bem como as doenças provenientes da falta desse saneamento.

Está organizado em duas partes, na parte 1 será abordado “O Diagnóstico Da Situação Atual Dos Serviços De Saneamento No Município”, levando em consideração os dados econômicos, populacionais e territoriais para reconhecimento de características demográficas e socioeconômicas do município, para a partir disto, apontar com precisão o estado dos serviços de saneamento presentes lá. Já na parte 2, apontaremos “As Doenças Provocadas Pela Falta De Saneamento, Que Mais Tem Ocorrido Nos Últimos Cinco Anos” com base na análise que o Instituto Trata Brasil publicou pela primeira vez sobre Ananindeua, associando as principais enfermidades com a falta de saneamento.

A metodologia utilizada foi a pesquisa através de plataformas virtuais governamentais, com dados exatos e levantamentos estatísticos sobre o determinado assunto.

Ananindeua é um município da unidade federativa Pará. Seu território fica situado na região norte do país e é composto 100% pelo bioma Amazonia. O IDHM de Ananindeua é 0,72. possui 535.547 habitantes, 99,75% localizados em área urbana e 0,25% em área rural. Sua área é de 190,45 km² e a densidade populacional é de 2.811,99 hab./km², enquanto o estado tem, em média 6,98 hab./km².

Este município conta com uma política de saneamento, instrumentada em 2012 legalmente pela Lei 11.445/2007, já seu plano de saneamento básico (SNIS, 2020) está em fase de elaboração e não apresenta conselho nem fundo municipal de saneamento.

Reunimos dados econômicos, populacionais e territoriais para reconhecimento de características demográficas e socioeconômicas no território da região pesquisada, permitindo a análise e interpretação do saneamento básico com o perfil social, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e Índice de Gini do município. Além da visualização da distribuição territorial e dos tipos de uso da terra no município.

Indicadores populacionais e socioeconômicos

A partir da média geométrica das três dimensões do IDHM (renda, longevidade e educação) é calculado o Índice de Desenvolvimento Humano do Município. O IDHM de Ananindeua é 0,72, o que é considerado alto.

O Índice de Gini varia de zero a um, o valor zero representa a situação de igualdade (todos possuem a mesma renda), já o valor um é o oposto (uma só pessoa possui toda a riqueza). O índice Gini de Ananindeua é de 0,52.

Características étnico-raciais

O perfil social do município apresenta a autodeclaração dos habitantes das áreas rurais e urbanas sobre a sua identidade étnico-racial, incluindo 5 categorias: branca, preta, parda, indígena ou amarela (pessoas com ascendência ou origem asiática).

Distribuição territorial

Os dados públicos registram, no município de Ananindeua, um quilombo certificado pela Fundação Cultural Palmares, nenhuma terra indígena e 4 áreas de assentamentos de reforma agrária. Contudo, é possível que haja outras terras quilombolas ou indígenas não demarcadas.

Uso da terra

A partir do mapeamento anual da cobertura e uso da terra é possível saber sobre as transformações do território brasileiro e entender sobre a dinâmica do uso do solo em cada município do Brasil. O MapBiomas produz o mapeamento anual da cobertura e uso da terra desde 1985, valida e elabora relatórios para cada evento de desmatamento detectado no Brasil desde janeiro de 2019 e monitora a superfície de água e cicatrizes de fogo mensalmente desde 1985.

Ao interagir com os Gráfico é possível visualizar os valores de cada categoria e seu respectivo percentual e na Tabela são apresentados os valores absolutos (km²) de cada área ocupada.

Tipo de Uso

Área ocupada (km2)

Formação Florestal

8.786

Área Urbanizada

6.697

Rio, Lago e Oceano

1.896

Mangue

934

Pastagem

702

Formação Campestre

28

Mineração

13

Outras Lavouras Temporárias

5

Apicum

1

Não observado

0

Formação Savânica

Área não Vegetada

Reunimos também, dados sobre a gestão do saneamento básico para verificação dos instrumentos de planejamento do município e visualização dos responsáveis pelos serviços de saneamento básico, assim como das políticas públicas e planos municipais declarados pelo município e localizados pelo Projeto SanBas/UFMG. É possível visualizar também a demanda de água de acordo com os setores produtivos e econômicos do território.

Informações Hidrográficas

Na tabela, é possível conhecer o seu principal manancial de abastecimento, bem como identificar os principais rios e se a bacia hidrográfica em que o município está localizado se encontra em situação crítica.

Região Hidrográfica

TOCANTINS-ARAGUAIA

Subbacia Nível 1

TOCANTINS BAIXO

Subbacia Nível 2

FOZ TOCANTINS, GUAMÁ

Unidade Estadual de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos

Guamá

Principais rios (percentual do rio dentro do município)

Furo do Maguari (69,97%), Rio Guamá e Baía de Guajará (21,07%), Rio Macajatuba (8,49%)

Manancial(is) de abastecimento

Barragem ND / Subterrâneo

Tipo(s) de manancial(is)

Superficial / Subterrânea

Classificação do(s) manancial(is)

Manancial Não Vulnerável

Índice de segurança hídrica

Baixa

...

Baixar como  txt (21.2 Kb)   pdf (115.8 Kb)   docx (25.8 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »
Disponível apenas no Essays.club