Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

PIM II PROJETO MULTIDISCIPLINAR: Proteção Radiologica

Por:   •  1/11/2017  •  4.423 Palavras (18 Páginas)  •  250 Visualizações

Página 1 de 18

...

Palavras-Chave: Proteção radiológica, radiação ionizante, princípios básicos.

ABSTRACT

Since the discovery of X-rays by Wilhelm Conrad Rontgen, the imaging has become increasingly sophisticated, making it more precise and accurate, and are more ordered in current medical practices. Further studies brought new ways of using X-rays, in medicine, odontology, in industry and in numerous other possibilities for its use. With this, plus the excellent benefits gained, also came accidents involving radiation, which brought catastrophic results for humanity.

The basic principles of radiological protection are fundamental techniques and providential human health deemed the use of ionizing radiation stipulates the need for a policy on radiodiagnostico area, ensuring the minimum protection to patients and professionals and the general public. These measures are based on three basic principles: Justification and Optimization limitation of individual doses methods described below can be adopted in order to reduce radiation exposure: Time, distance and shielding; signaling; monitoring and work habits.

Keywords: Radiation Protection , Radiation, Ionizing , Radiation Effects.

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 01 - Wilhelm Conrad Roentgen ...................................................................... 08

Figura 03 – Tempo, Distância e Blindagem

Figura 04 - Sinalização radiológica

Figura 05 - Dosímetros termoluminescentes (TLD)

Figura 06 - EPI (Equipamento de Proteção Individual)

Figura 07 - EPIs (aventais de chumbo, protetores de tireoide e óculos com equivalência em chumbo

Figura 08 - EPIs (aventais de chumbo, protetores de tireoide e óculos com equivalência em chumbo)

LISTA DE TABELAS

Tabela 01 – Limitação de dose anual ........................................................................ 15 SUMÁRIO

- INTRODUÇÃO ........................................................................................................... 07

- DESENVOLVIMENTO ............................................................................................... 10

- Efeitos biológicos das radiações ionizantes ...................................................... 10

- Proteção Radiológica ............................................................................................ 13

- Principais normas regulamentadoras voltadas

a radiação ionizante no campo de trabalho .............................................................. 20

3 CONCLUSÃO ............................................................................................................ 28

REFERÊNCIAS .................................................................................................. 29

---------------------------------------------------------------

1 INTRODUÇÃO

A descoberta do raio-x se iniciou em 1895 por Wilhelm Conrad Roentgen, onde estava trabalhando com os raios catódicos em seu laboratório, quando ele decidiu observar se esses raios eram possíveis propagar fora do tubo de Crookers, foi quando ele decidiu deixar o mais escuro possível o tubo e a sala onde estava para observar a intensa luminosidade que aquilo causava com uma descarga elétrica. Foi então, que um brilho foi gerado em uma placa de platinocianureto de bário que estava distante da mesa, mas a distância era muito para reagir com os raios catódicos, com isso Roentgen começou a colocar vários tipos de objetos entre o tubo e a placa, mas praticamente nenhum deles interrompia a frequência da luminosidade na placa, exceto, quando ele colocou o chumbo, que anulou essa luminosidade. E quando ele estava segurando esses objetos que ele percebeu a imagem de sua mão sendo formada na placa e então Roentgen substituiu a placa por um chapa fotográfica e então conseguiu reproduzir a imagem.

Depois dessa descoberta Roentgen passou bastante tempo preso em seu laboratório, fazendo vários experimentos e anotações, ele nem saia mais para comer ou dormir pois tinha ficado obcecado pela sua descoberta. Em um de seus experimentos Roentgen colocou e imobilizou a mão da sua esposa Anna Bertha por cerca de 15 minutos na direção dos raios e foi com isso que surgiu a primeira radiografia famosa por apresentar o anel que Anna Bertha usava na hora que foi exposta.

Logo após isso vários estudos começaram, porque muitas pessoas naquela época utilizavam a radiação em altas doses e expostas por muito tempo, pois não imaginavam as consequências que aqueles raios causavam, algumas pessoas usavam até para fins estéticos sem saber das consequências, pois não demoraria muito tempo para as pessoas começarem a ter doenças de pele, o que levou os cientistas a buscarem as causas e descobrir a interação da radiação com o organismo. Um dos cientistas, Elihu Thomson no final de 1896, gerou uma dermatite em seu dedo e então, ele concluiu que o raio descoberto por Roentgen foi a causa daquilo, porem muitos ainda ignoravam esse fato, quando em 1904 que o seu assistente Clarence Dally morreu devido queimaduras e várias amputações que os cientistas e médicos começaram a se convencer que os raios-x tinha seu lado maléfico, onde a imprensa começou a divulgar esses casos.

A partir disso, anos mais tarde foi necessário implementar meios de proteção para aqueles que trabalhavam ou manuseavam a radiação ionizante, e em 1928 que foi estabelecido a Comissão Internacional de Proteção Radiológica (ICRP), para decidir como deviam manusear e utilizar de modo correto, e o limite de dose entre outras coisas para se ter a maior proteção. E com o tempo foi incorporando mais recomendações para melhor proteção no uso da radiação ionizante, como por exemplo a NR32, Portaria 453, CENEM e além disso vários equipamentos como avental de chumbo, protetor de tireóide, luvas de proteção, óculos plumbíferos, tudo isso para proteção do paciente

...

Baixar como  txt (33.1 Kb)   pdf (169.3 Kb)   docx (29.5 Kb)  
Continuar por mais 17 páginas »
Disponível apenas no Essays.club