Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

GERENCIAMENTO DO AMBIENTE - UM ESTUDO DE CASO SOBRE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM DUAS EMPRESAS

Por:   •  1/3/2018  •  4.428 Palavras (18 Páginas)  •  216 Visualizações

Página 1 de 18

...

- Sistema de Gestão Ambiental

Gestão pode ser definida como a coordenação de esforços para a obtenção de um objetivo pré-estabelecido (CARDELA, 1999). Dentro de um ambiente organizacional, o sistema de gestão compreende todas as atividades e práticas que a empresa utiliza a fim de controlar seus processos para o alcance da qualidade. E, ainda neste sistema de gestão geral, poderá existir subdivisões, dentre as quais há o Sistema de Gestão Ambiental.

A norma ISO 14001 considera como a parte sistema de gestão que compreende a estrutura organizacional, as responsabilidades, as práticas, os procedimentos, os processos e recurso para aplicar, elaborar, revisar e manter a política ambiental da empresa.

Ele objetiva dotar as empresas de instrumentos que permitam reduzir os danos ao meio ambiente, mas de modo que seus benefícios excedam aos custos de sua implantação (OLIVEIRA, 2010).

De forma geral, trata-se da coordenação de atividades que lidarão com os assuntos relacionados ao ambiente. Tal coordenação poderá ser realizada por um setor formalmente estruturado ou ainda estar presente de forma inerente às atividades já desenvolvidas pela organização. A diferença entre portes e características das empresas é o que determina o nível de maturidade de gestão ambiental e de seus aspectos. (JABBOUR, 2015).

Um sistema de gestão ambiental poderá utilizar-se de ferramentas que tornem possível o gerenciamento do ambiente, dependendo do nível de controle que a empresa deseja ou procura obter. Uma forma de possuir um amplo meio de controle de seus aspectos ligados ao ambiente é a empresa certificar-se na norma ISO 14001, que possui diretrizes a respeito desta temática.

- ISO 14001

A série de normas NBR ISO 14000, que engloba a norma NBR ISO 14001, foi criada com a finalidade de estabelecer estruturas e procedimentos para a melhoria contínua do desempenho ambiental das empresas. A adoção da norma requer uma mudança cultural na organização, demandando capacitação dos funcionários, implantação de programas/sistemas de comunicação, definição de padrões internos, reformulação dos processos produtivos e dos equipamentos de proteção ambiental. (MACHADO JUNIOR, C. et al, 2013)

É, de maneira geral, uma série de requisitos em forma de normas, as quais a empresa deve atender para possuir a certificação. Essa norma é reconhecida mundialmente e esclarece os requisitos para a implementação de um Sistema de Gestão Ambiental - SGA. Ela também está preocupada com um meio de controlar custos, diminuir os riscos com os impactos ambientais e melhorar o desempenho das empresas, dessa forma acaba ajudando na gestão de uso e disposição de recursos.

A identificação de um conjunto amplo de problemas ambientais exige abordagens sistêmicas e integradoras, incorporando várias disciplinas concernentes às relações de trabalho, aos processos de produção, ao consumo, à saúde e ao meio ambiente (FRANCO, 2002).

Em resumo, a ISO 14001 é uma certificação que refere-se a gestão ambiental, sua função é evitar que acidentes ambientais ocorram, mas sem deixar de lado a lucratividade da empresa (FERRON, et al, 2012).

Dessa maneira é possível relacionar a questão de desenvolvimento econômico e sustentação do negócio sem deixar de preocupar-se com aspectos ambientais, por isso faz-se necessário o entendimento sobre sustentabilidade ambiental, que trata a respeito de conciliação de ambos aspectos.

- Sustentabilidade Ambiental

A sustentabilidade ambiental é um ideal sistemático que se realiza pela ação e pela incessante busca entre o desenvolvimento econômico e, concomitantemente, a preservação do ecossistema. É possível citar medidas que estão no foco da sustentabilidade ambiental: a aquisição de medidas que sejam realistas para os setores das atividades humanas.

Os pontos essenciais da sustentabilidade visam à própria sobrevivência do planeta, não só no presente, como no futuro. Esses conceitos são: utilização de fontes energéticas renováveis, em vez das não renováveis.

Segundo Pontes (2011), as empresas devem operar de maneira a garantir geração de valor econômico duradouro, evitando comportamentos socialmente perniciosos e ambientalmente dilapidadores.

Sua aplicação pode ser realizada em variados níveis, mas a que recebe maior destaque e também é a mais utilizada é a utilização de energias limpas e renováveis. Outros exemplos de atitudes sustentáveis são: racionamento e reaproveitamento de água, uso de sacolas biodegradáveis, melhor utilização da matéria prima para evitar desperdícios, respeito às leis que garantem a total segurança dos funcionários, entre outras.

Além de contribuir com a responsabilidade social e com o cumprimento da legislação, estes sistemas possibilitam identificar oportunidades de redução do uso de materiais e energia e melhorar a eficiência dos processos (CHAN; WONG, 2006). Assim, através da implantação do sistema de preservação do meio ambiente, é possível obter uma produção sustentável.

- Produção Sustentável

O crescente carecimento de recursos naturais para produção de bens e serviços a fim de atender ao consumo cada vez maior e exacerbado da sociedade, tem ignorado a capacidade suporte do planeta, gerando efluentes líquidos, resíduos sólidos e emissões atmosféricas que vão além do seu limite regeneração. Diante disso, um número cada vez maior de empresas vem adotando formas de produção sustentável e incorporando noções de avaliar os limites da oferta de recursos naturais e da capacidade do meio ambiente para absorver os impactos da ação humana. O conceito de produção sustentável se enquadra dentro do paradigma de sustentabilidade pode ser entendido como todo tipo de atividade produtiva que minimiza os riscos diversos dos negócios inerentes em qualquer operação de fabricação enquanto maximiza as novas oportunidades que aumentam os resultados de seus processos e produtos (WATANABE, 2015).

Dessa forma, a produção sustentável visa uma produção mais limpa e consciente, com avaliação do ciclo de vida dos produtos e processos, procurando ampliar sua vida útil, reaproveitar ao máximo os insumos advindos da reciclagem em novas cadeias produtivas e incorporar alternativas para que sejam identificados os aspectos ambientais de cada elemento das atividades, sejam de produção ou de serviço a fim de reduzir os desperdícios e minimizar os impactos ambientais.

...

Baixar como  txt (31.9 Kb)   pdf (84 Kb)   docx (28.9 Kb)  
Continuar por mais 17 páginas »
Disponível apenas no Essays.club