Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

1 BIOMECÂNICA DO ESQUELETO FACIAL

Por:   •  17/11/2017  •  916 Palavras (4 Páginas)  •  160 Visualizações

Página 1 de 4

...

Fraturas dos terços médio e superior da face são quase transversais e envolvem vários ossos.

4 ATROFIA DOS MAXILARES – REABSORÇÃO DA MAXILA

O enfraquecimento do aparelho, em consequência da perda dos dentes, provoca alterações na estrutura dos maxilares. A reabsorção ou remodelamento passiva, acaba predominado sobre a aposição ou modelação ativa por falta de estimulo mecânico da oclusão dental com as forças dela liberadas.

Com extração ou a queda do dente, há a primeira modificação com cicatrização do alvéolo. O resultado final é cicatrização com perda óssea. No total, cerca de 1 cm da altura de cada processo alveolar desaparece.

Enquanto o superior se reduz, o inferior se alarga na parede posterior, o rebordo alveolar posiciona-se mais vestibularmente do dente com a parede da perda dos dentes.

De modo geral, o rebordo residual da mandíbula apresenta reabsorção mais acentuada que o tornando difícil a colocação de uma prótese total inferior.

CONCLUSÃO

Podemos concluir que o profissional cirurgião dentista necessita dos conhecimentos teóricos abordados nesse presente trabalho para sua atuação em campo pratico, pois o mesmo tem que resolver se houver alguma alteração na biomecânica da face como os problemas da ATM, nas operações para reparo das fraturas dos ossos faciais e em enxertos para resolver os problemas de reabsorção da maxila para auxiliar a colocação de prótese com auxílio funcional e estético do paciente e entre outros conhecimentos adquiridos.

Todo funcionamento facial está ligado a saúde de outros órgãos que em conjunto promove a saúde e bem esta de todo e qualquer indivíduo.

REFERÊNCIA

MADEIRA, Miguel Carlos; Anatomia da face: com bases anatomofuncionais para a prática odontológica; 7. Ed. – São Paulo: SARVIER, 2010.

...

Baixar como  txt (6.1 Kb)   pdf (67.1 Kb)   docx (11.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no Essays.club