Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Importância da Responsabilidade Social Para o Engenheiro

Por:   •  28/11/2017  •  1.461 Palavras (6 Páginas)  •  289 Visualizações

Página 1 de 6

...

Mais agindo com muita responsabilidade o Engenheiro pode amortizar esse de maneiras a se tornar um projeto sustentável e de responsabilidade social, gerando um desenvolvimento social na área correspondente com um projeto sustentável e com o objetivo de preservar o Maximo do Meio Ambiente, esse Engenheiro vai naturalmente se destacando como um profissional competente e responsável, que por sua vez aumenta seu rendimento.

Um Engenheiro com responsabilidade social que se preocupa com o planeta esta enquadrado no modelo de Engenharia que o mercado de trabalho está focando. Projetos autossustentáveis, profissionais de Engenharia capacitados em defender o Meio Ambiente vão ser visualizados no mercado de trabalho, aquecendo a economia movimentando a economia local e assim sucessivamente.

Movimentando a economia do pais gerando emprego e novas oportunidades para a sociedade. Com uma simples oportunidade de exercitar a responsabilidade social um Engenheiro Civil vai mudar um ambiente, com o foco de construir e não de destruir, mantendo a humildade, integridade transmitindo para as pessoas o melhor do ser Humano que as vezes é pouco explorada, que quando se encontra a grandeza que existe dentro de cada Engenheiro seremos uma pessoa cada dia melhor tanto para si como para a sociedade.

A pratica da responsabilidade social não é imposto ela é uma oportunidade, basta optar pelo o bem. Ao analisamos os grande Engenheiros do pais vemos com tanta simplicidade de coração e com orgulho da profissão, focados na razão pela qual estão na posição de simples ajudadores da sociedade e de seu pais, nos ensinado como ser um bom Engenheiro responsável.

O bom Engenheiro sempre estará ligado á respeito do bem estar de seus colaboradores, transmitindo conhecimento sobre trabalho com segurança e qualidade.

Tendo o conhecimente das normas de segurança do trabalho para aplicação no local de trabalho de forma que os colaboradores sejam instruídos a um trabalho mais seguro e responsável. O ramo da engenharia responsável por prevenir riscos à saúde e à vida do trabalhador. O engenheiro de segurança do trabalho tem a função de assegurar que o trabalhador não corra riscos de acidentes em sua atividade profissional, sejam eles danos físicos, sejam danos psicológicos. Esse profissional administra e fiscaliza a segurança no meio industrial, organiza programas de prevenção de acidentes, elabora planos de prevenção de riscos ambientais, faz inspeções e emite laudos técnicos. Assessora empresas em assuntos relativos à segurança e higiene do trabalho, examinando instalações e os materiais e processos de fabricação utilizados pelo trabalhador. Orienta a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) das companhias e dá instruções aos funcionários sobre o uso de equipamentos de proteção individual. Pode, ainda, ministrar palestras e treinamentos e implementar programas de meio ambiente e ecologia.

O Brasil, lamentavelmente, ainda é destaque em número de acidentes de trabalho e incidência de doenças ocupacionais, conforme indicam as estatísticas, estando sistematicamente entre os países que mais registram acidentes de trabalho no mundo. Essa posição poderia ser ainda pior, se todos os acidentes ocorridos fossem registrados e se o universo de trabalhadores abrangidos pelas estatísticas não estivesse aquém da força real de trabalho existente no País. O Anuário Estatístico da Previdência Social publicado em 2005 apresenta o seguinte quadro evolutivo dos acidentes de trabalho de 1996 a 2004.

Ano Quantidade

1996 395.455

1997 421.343

1998 414.341

1999 387.820

2000 363.868

2001 340.251

2002 393.071

2003 399.077

2004 458.956

Dos 458.956 acidentes acontecidos no Brasil em 2004, 17.778 ocorreram na região Norte; 44.401 no Nordeste; 107.213 no Sul; 29.722 no Centro-Oeste e 259.842 no Sudeste, sendo que destes 170.036 foram em São Paulo. Constata-se, assim, a necessidade cada vez maior da formação de profissionais em nível técnico, possibilitando o exercício de suas atividades, de acordo com as normas legais, para responder às exigências decorrentes das formas de gestão, de novas técnicas e tecnologias e da globalização nas relações econômicas, o que vêm transformando a sociedade e a organização do trabalho. Estas práticas exigem desses profissionais a atuação em equipes multiprofissionais, com criatividade e flexibilidade, atendendo a diferentes situações em diversos tipos de organizações, permanentemente sintonizados com as transformações tecnológicas e socioculturais.

Quando um acidente de trabalho acontece, a consequência não é tão simples, a muitas outras partes envolvidas, pessoas, família, perdas, gastos, o pais gasta R$ 72 bilhões por ano com acidentes de trabalho. Dados que faz com que se reflita muito sobre o assunto.

Bibiografia de pesquisas

Material das Aulas

www.sp.senac.br

www.abenge.org.br

www.engenhariabr.com

[pic 1]

FACULDADE ANHANGUERA SOROCABA

ENGENHARIA

...

Baixar como  txt (10 Kb)   pdf (83.4 Kb)   docx (13.5 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no Essays.club