Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

DISCIPLINAS DE TEORIAS DA CONTABILIDADE, RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE, CIÊNCIAS SOCIAIS

Por:   •  11/10/2017  •  3.785 Palavras (16 Páginas)  •  442 Visualizações

Página 1 de 16

...

2- Impactos da construção civil para o meio ambiente

A construção civil vem sendo notada como uma das principais atividades para o progresso da sociedade , todavia este oficio gera impactos ambientais, uma vez que desfruta de recursos provenientes da natureza, modificando o meio ambiente e ocasionando extensa quantidade de sequelas para a natureza. A frente desse evento, nos últimos 10 anos vem crescendo a tormenta quanto ao destino final dos resíduos que foram produzidos. O conjunto de questões que engloba a circunstancia dos resíduos sólidos, é vasta e difusa em todo o globo. Os resíduos sólidos gerados diversifica quanto a sua constituição, podendo ser nomeado a partir do local que é gerado. Estes podem ser doméstico, hospitalar, químico, industrial e entre outros resquícios produzidos pela construção civil. Tomando-se dos recursos naturais, a área também entre outras incumbências é o pleno ocasionador de resíduos. Segundo Diana Scillag, diretora do CBCS- Conselho Brasileiro de Construção Sustentável, de tudo o que se extrai da natureza , entre 20% e 50% das matérias primas naturais são consumidas pela construção civil. Dados revelam que o volume de resíduos gerados, entulho de construção e demolição é duas vezes maior que o volume de lixo sólido urbano. O economista e mestre em tecnologia ambiental Elcio Carelli, afirma que 60% do total de resíduos produzidos nas cidades brasileiras tem origem na construção civil. “ Em São Paulo , estima-se a geração de 17 mil toneladas dia de resíduos , sendo que 30% vêm da construção formal e o restante da informal, diz ele. A fabricação de apetrechos para a obra é , até no presente momento , encarregada pela poluição que extrapola marcos admitidos em forma de poeira e gás carbônico. A confecção do cimento obrigatoriamente origina o gás carbônico que é indispensável para o efeito estufa. A cada tonelada de clinquer (componente do cimento) fabricado, são liberados para o ambiente mais de 600 quilos de gás carbônico. Unindo os detritos da fabricação de outras industrias , com a propagação global da produção de cimento , tem-se como resultado da associação dos elementos no gás carbônico geral, tal situação mais que dobrou numa temporada de 30 anos, entre a década de cinquenta e oitenta. Outros instrumentos utilizados demasiadamente tem consequências equivalentes.

A partir da década de 90 os RCD (resíduos de construção e demolição ) passaram a ser objeto de pesquisa cientifica, resultando em diversas publicações, que culminaram, em 2002, na Resolução do Conama número 307 ( BRASIL,2002), a qual normalizou as principais questões relacionadas aos RCD e definiu-o como sendo resíduos provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras de construção, bem como os resultantes da preparação e escavação de terrenos. Ainda sobre a resolução citada, esta iniciou a imposição sobre os municípios brasileiros a realização e implantação de um Plano Municipal de gerenciamento dos resíduos de construção civil, em conformidade com a disposição do ambiente. De acordo com Bernardes et al (2008) os estudos já realizados , de forma geral mostram que o primeiro passo para o desenvolvimento de ações visando ao gerenciamento eficaz do RCD é a realização de um diagnostico local , identificando aspectos referentes a esses resíduos tais como origem, taxa de geração, agentes envolvidos na geração e coleta, destinação final , entre outros, que servem de base para o dimensionamento de ações para o atendimento da resolução vigente. Para que as companhias de construção civil realizem obras ecologicamente correta, indica-se decisões que aumentam o uso coerente de energia renovável, a oscilação dos princípios da arquitetura convencional que viabiliza a harmonização deste local de modo que a adaptação de transformações que estão porvir no hábito, auxiliando os atuais imposições, dessa maneira diminuindo as demolições e dando chance ao reuso, a superintendência biófila da água na edificação, a contração de matérias- primas com supremo abalroamento ambiental, atenuação da produção de dejetos de construção e por fim e não pouco considerável a redução de perdas e a reutilização de materiais.

3- Sustentabilidade Econômica

3.1 Conceito

Falar em sustentabilidade significa considerar a alocação e a gestão racional dos recursos e um fluxo de investimentos público e privado, levando em conta os aspectos macrossociais existentes entre empresas, governo e população ( SACHS,206) A sustentabilidade econômica engloba um sincrônico de condutas econômicas , financeiras e administrativas que tem como principal objetivo , o avanço da economia de uma nação ou instituição , conservando o bioma e assegurando a preservação dos recursos naturais para as próximas gerações. E esse é o x da questão da organização L& Construção é : condicionar uma politica empresarial que acarrete no desenvolvimento da economia e ofícios sem promover a deterioração do meio ambiente. Dessa maneira será mostrado neste item sugestões de atividades focadas para a promoção da Sustentabilidade Econômica.

3.2 Propostas de ações voltadas à abordagem da sustentabilidade econômica

Titulo da ação : Iniciativas que aumentam o uso consciente de energia e materiais

OBJETIVO

AÇÃO

RESULTADOS ESPERADOS

- Diminuir a utilização de materiais com grande impacto ambiental

- O reaproveitamento e reciclagem dos resíduos da construção civil como a matéria- prima

Reduzir a exploração de recursos naturais.

- O consumo de material atóxico, preferencialmente recicláveis, cientificamente aprovados , beneficiando a autoconstrução e construções de grande proporção

Diminuição e arranjo consciente que favoreça a reciclagem e aproveitamento de materiais

- Pode-se reduzir sempre que possível o emprego de materiais químicos que trazem consequência para o ser humano ou a natureza

Diminuir os níveis de degradação da atmosfera

- Diminuição e aprimoramento do consumo de energia

- O uso de energia obtida através do vento

...

Baixar como  txt (26.8 Kb)   pdf (144.3 Kb)   docx (23.8 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no Essays.club