Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

PIM V Roteiro de Testes

Por:   •  8/11/2018  •  7.789 Palavras (32 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 32

...

O sistema terá a principal função de formatar os artigos acadêmicos que serão submetidos, pelos autores, aos congressos e revistas científicas da Universidade. Um artigo somente poderá ser submetido se estiver dentro das normas de formatação definidas pela DEPP, em formato PDF e se tiver até 42.000 caracteres. Para ser submetido, o artigo deverá ter duas versões, uma com o nome dos autores e outra sem o nome dos autores (blind review). Essas duas versões deverão ser geradas pelo Sistema de Formatação de Artigos Acadêmicos.

Como o DEPP precisa avaliar e dar o aceite final no sistema, mas não tem o domínio das técnicas a serem aplicadas para a avaliação, pediu o auxílio do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas para realizar essas atividades.

Para a avaliação do sistema de formatação de artigos acadêmicos foram identificados 10 (dez) casos de testes a serem executados, assim a equipe elaborou roteiros detestes de tipo caixa-preta, onde serão aplicados e gerados resultados dos testes.

---------------------------------------------------------------

-

DESENVOLVIMENTO

O projeto inclui um teste de software, estão incluídos nas etapas de verificação e validação como artificio para a garantia de qualidade do produto de software.

-

ESTUDO DE CASO

O trabalho a ser desenvolvido consiste em testar e fazer uma inspeção de usabilidade em um sistema pré-existente, denominado Sistema de Formatação de Artigos Acadêmicos, com o objetivo de verificar sua correção em relação ao comportamento esperado e usabilidade. O cenário a considerar é que o Departamento de Extensão, Pesquisa e Pós-graduação (DEPP) de uma universidade contratou uma empresa para o desenvolvimento de um sistema para ajudar os autores na formatação de artigos acadêmicos para publicação em congressos e revistas científicas da universidade. A solicitação do DEPP à empresa contratada foi para desenvolver um sistema que atendesse à seguinte descrição: “O sistema terá a principal função de formatar os artigos acadêmicos que serão submetidos, pelos autores, aos congressos e às revistas científicas da universidade. Um artigo somente poderá ser submetido se estiver dentro das normas de formatação definidas pela DEPP, em formato PDF e se tiver até 42.000 caracteres. Para ser submetido, o artigo deverá ter duas versões, uma com o nome dos autores e outra sem o nome dos autores (blind review). Essas duas versões deverão ser geradas pelo Sistema de Formatação de Artigos Acadêmicos”.

Como o DEPP precisa avaliar e dar o aceite final no sistema, mas não tem domínio das técnicas a serem aplicadas para a avaliação, resolveram pedir o auxílio do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas para realizar essas atividades.

-

ANÁLISE E RESULTADOS PARA ENGENHARIA DE SOFTWARE

Engenharia de Software é uma área da computação voltada à especificação, desenvolvimento, manutenção e criação de sistemas de software, com aplicação de tecnologias e práticas de gerência de projetos e outras disciplinas, visando organização, produtividade e qualidade.

-

CARACTERÍSTICAS DE ENGENHARIA DE SOFTWARE

-

Testes de software

Os testes de software estão incluídos nas etapas de verificação e validação como artificio para a garantia de qualidade do produto de software.

Para executar as atividades de verificação e validação necessitamos definir uma técnica dependendo do contexto e do tempo para a elaboração do projeto. Os testes de software são técnicas dinâmicas usadas sobre o sistema já construído, podendo ser aplicadas de forma manual ou automática.

Testar software é uma atividade introduzida no processo de desenvolvimento de software a partir da década de 80 onde houve a elaboração de métodos formais, tornando–se uma atividade essencial ao processo de construção do produto de software.

Técnicas de testes de software

A técnica de teste de software usada é a especificação funcional da aplicação. A especificação funcional da aplicação esta voltada ao teste de sistema e de aceitação enquanto os testes de unidade e de integração relacionam–se com os testes de código.

Este projeto utilizara a técnica funcional, mais especificamento o teste de caixa preta que consiste em avaliar se o software esta de acordo com as necessidades dos usuários finais. São necessários alguns artefatos para que se possam criar testes bem elaborados. Entre estes artefatos temos o documento de requisitos e pelo menos um protótipo visual das telas a serem testadas.

- Planejamento: Consiste em determinar qual parte do sistema será testado.

- Projeto: Nesta fase são identificados os casos de teste que nada mais e do que um requisito do usuário com relação ao sistema.

- Implementação: Analisa-se cada caso de teste e elabora-se os roteiros de testes onde encontra as derivações detalhadas dos passos para a execução do sistema, a fim de identificar os caso de teste determinados na etapa de projeto.

- Execução: executa-se os roteiros e mapeia-se os resultados.

- Verificação: Caso haja não conformidades com os requisitos do usuário, gera as evidencias dos testes através de prints das telas.

-

Planejamento

O projeto deve ser executado para que sirva de avaliação do PIM V referente ao Curso Superior Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

A técnica utilizada para avaliar se o sistema está de acordo como as conformidades previstas pelo Departamento de Extensão, Pesquisa e Pós-graduação e a funcional caixa-preta que verifica situações de sucesso e insucesso na execução de determinadas funcionalidades denominadas casos de teste.

A universidade informou 10 casos de testes os quais serão criados roteiros específicos para cada caso, executados e geradas as evidências dos sucessos ou insucessos observados.

...

Baixar como  txt (58.5 Kb)   pdf (133.2 Kb)   docx (54.9 Kb)  
Continuar por mais 31 páginas »
Disponível apenas no Essays.club