Essays.club - TCC, Modelos de monografias, Trabalhos de universidades, Ensaios, Bibliografias
Pesquisar

A Engenharia Civil

Por:   •  13/10/2018  •  8.611 Palavras (35 Páginas)  •  49 Visualizações

Página 1 de 35

...

A Engenharia Civil é uma área que demanda uma grande quantidade de engenheiros todos os anos, mas infelizmente, nem metade da necessidade se forma no Brasil. O engenheiro civil calcula, constrói, opera e mantêm edificações e infraestruturas, supervisiona o desenvolvimento da obra, elaborando orçamentos e fazendo o controle de qualidade, projeta e especifica redes de instalação da construção, gerenciam equipes, efetua vistorias, perícias e avaliações emitindo laudos e pareceres técnicos.

No decorrer do assunto serão apresentadas breves descrições dos ramos e especializações mais conhecidos e procurados nos dias de hoje e um questionário feito a um profissional do ramo com mais de 30 anos de profissão atuante no mercado.

- NOÇÕES SOBRE ENGENHARIA CIVIL.

- Engenharia e Arquitetura

Contemporaneamente, denomina-se engenharia o conjunto sistemático de conhecimentos e técnicas aplicadas ao projeto, construção e manutenção de estruturas materiais, quer se trate das edificações de natureza habitacional ou viária, funcional ou produtiva, quer se trate de máquinas de produção em série, instrumentos, veículos, aparelhos ou máquinas para o prolongamento da vida humana. O nome também designa a profissão de quem se ocupa de um ou mais desses campos do saber e fazer tecnológico.

Utilizando a energia do fogo, da água, dos fósseis, do solo, do vento e dos átomos, o homem foi aprendendo a se relacionar com a natureza, desfrutando-a segundo suas necessidades. Percebe-se que desde suas mais incipientes manifestações a engenharia tem contribuído como mediadora das relações entre o homem e a natureza. É fato, também, que o aspecto mecânico e direto desse relacionamento originou a "tecnologia", e o registro e a verificação experimental das explicações e princípios demonstráveis constituiu a "ciência". Por sua vez, a aplicabilidade do conhecimento técnico-científico tem influenciado os destinos da própria engenharia.

Mais recentemente, os conhecimentos e as experiências de engenharia passaram a serem observados e assimilados pelo homem, em suas relações cotidianas, interação esta que, de certa forma, influenciou o surgimento de novos campos e consequentes paradigmas, como por exemplo: a "engenharia humana", a "engenharia cultural", a "engenharia do lazer", etc.

Tudo indica que, desprezando alguns séculos, a engenharia e a arquitetura são filhas da mesma mãe Minerva, mesmo porque o verbo "engenhar" tem o mesmo significado do verbo "arquitetar". Considerando as vocações da engenharia civil (à estática e segurança) e da arquitetura (à estética e espaço), é muito importante que haja diálogo entre essas duas irmãs, a fim de que o habitat humano esteja em constante aprimoramento.

Como exemplos, são tantas as vezes em que os projetos arquitetônicos exigem esbeltez dos pilares, das vigas, das lajes, etc., mas o engenheiro civil compromissado com a estática, com os princípios científicos, com a segurança e com a normalização faz robustecer aquelas estruturas, causando polêmicas, tanto teóricas como no dia-a-dia da atuação profissional. Mas, ao mesmo tempo, devido a essas mesmas discussões e às provocações arquitetônicas, a engenharia civil estrutural tem evoluído, buscando sempre responder aos desafios (de encontrar soluções ousadas) que sua "irmã arquitetura" lhe apresenta.

- Arquitetura: pode ser definida de acordo com vários autores em diversas partes do mundo, como sendo a arte de planejar o espaço, tanto no meio ambiente, como em edifícios e obras, dentro de um partido funcional e estético, procurando atender às necessidades do ser humano e respeitando as peculiaridades do meio ambiente.

- Engenharia civil: uma definição geral é: “Engenharia Civil é a arte da aplicação da ciência e da tecnologia na utilização racional dos recursos naturais em benefício do homem em sociedade”.

- Engenharia Civil

A Engenharia Civil é uma das mais antigas profissões da humanidade. A primeira denominação para a engenharia civil vem dos Romanos “Ingenium Civitas”, isto é, Engenharia das Cidades ou Engenharia da Civilização, pois era a profissão que durante o Império Romano era responsável por projetar e construir as estradas, pontes, aquedutos, palácios, sistemas de esgotos, termas, ou qualquer obra ligada à vida das pessoas em sociedade.

Uma das obras monumentais da época dos romanos é a “Cloaca Massima” ou “Grande Esgoto” em Roma. Essa grande rede subterrânea foi construída no final do Século VI a.C., recebendo as águas pluviais, esgotos e lixo, e funcionam até os dias de hoje, com mais de dois milênios de existência. Para o abastecimento de água os Romanos chegaram a construir condutos para água em canais revestidos, com inclinação constante de 0,5% ao longo de dezenas de quilômetros, atravessando elevações com túneis escavados na rocha e vales com aquedutos elevados. Os canais de escoamento eram revestidos com argamassas obtidas de calcários, que por possuírem superfícies lisas diminuíam o atrito e aumentavam a vazão, demonstrando conhecimentos de hidráulica de canais.

Os engenheiros civis Romanos também foram hábeis na construção de pontes em arcos constituídos por blocos de rochas, estradas pavimentadas, palácios, entre outras maravilhas da engenharia civil e arquitetura, que permanecem até hoje como testemunha da engenhosidade e criatividade humana.

Durante a Idade Media a engenharia civil passou a ser denominada somente de engenharia e incorporava tanto a parte civil como a militar. Nessa fase da historia, foram construídas grandes catedrais e castelos e os profissionais começaram a se organizar em sociedades de construtores.

Modernamente a denominação de Engenharia Civil passou a ser utilizada a partir do inicio do Século XVIII, mais precisamente em 1744, na Politécnica de Paris, França, quando houve a separação entre engenharia militar e civil. Sendo nesta época, o engenheiro civil, considerado o profissional que seria responsável pelo projeto e construção das obras de infraestrutura para a sociedade civil, sendo, portanto, o engenheiro que construía para o bem da humanidade.

Observa-se, portanto, que a engenharia civil era naquela época e continua sendo nos dias atuais, uma profissão muito ampla e de grande importância para a sociedade civil moderna, implicando em muita responsabilidade para quem a exerce.

A engenharia civil é uma profissão fim, pois

...

Baixar como  txt (62 Kb)   pdf (127.2 Kb)   docx (48.1 Kb)  
Continuar por mais 34 páginas »
Disponível apenas no Essays.club